Notícias

Campanha arrecada mais de 80 kg de ração para protetora de animais em SP

Campanha arrecada mais de 80 quilos de ração para doar a cuidadora de animais na Zona Sul de SP
Foto: ONG Doe Alimentos Doe Saúde

A pandemia mudou drasticamente a rotina e a situação econômica de milhares de famílias em todo o país. Muitas pessoas estão sofrendo com o desemprego e a falta de oportunidades. No entanto, enquanto muitos fingem não ver o abismo social que separa as pessoas das classes econômicas mais vulneráveis, três amigos decidiram que era a hora de fazer a diferença e trazer impactos positivos para a sociedade.

Eles fundaram a ONG Doe alimentos Doe Saúde e arregaçaram as mangas. Tomando todos os cuidados de higienização e distanciamento social, eles se dedicam a bater de porta em porta para pedir doações de alimento e ração. Tudo que é arrecado passa por uma triagem e é distribuído para famílias em situação de risco. Desde fevereiro, a organização já arrecadou mais de duas toneladas de alimento e ajudou moradores da região sul da capital paulista.

O foco da ONG não são apenas os seres humanos. A partir de parcerias com proprietários de pet shops e casas de ração, os amigos conseguiram arrecadar alimentos para animais e produtos de higiene para ajudar tutores de cães e gatos e protetores. Uma das beneficiadas foi a protetora Denise, moradora do bairro do Grajaú, na zona Sul de São Paulo, que entrou em contato com a ONG para pedir ajuda com doação de ração para os seus 14 animais, nove gatos e cinco cachorros.

Foto: ONG Doe alimentos doe Saúde

Além dos obstáculos financeiros, Denise tem uma neoplasia rara, a Leucemia Linfoide crônica (LLC), doença que provoca sensação de fraqueza, cansaço, perda de peso, entre outros sintomas. Ela também sofre com a falta de renda. Atualmente ela está desempregada e descobriu recentemente que está grávida. Mesmo com todas essas dificuldades, o amor pelos animais prevalece e ela não pensou duas vezes em pedir ajuda.

Em um vídeo, ela conta um pouco de sua rotina. Veja abaixo:

“Na última semana chegou uma mensagem na nossa página do Instagram, de uma moradora lá do Grajaú, solicitando doação de alimentos para os seus 14 animais”, disse João Pedro, fundador da ONG em entrevista à ANDA. “Ela nos disse que infelizmente passa por uma situação difícil financeiramente, além de sofrer com uma doença rara como a leucemia, por isso decidiu pedir ajuda a nós da ONG”, continuou.

Segundo o organizador da campanha, foram arrecadados mais de 80 quilos de ração e alguns itens de higiene, como shampoo e coleira em apenas três dias. Além de doar a ração para os animais, a organização também entregou alimentos para a família, já que além da cuidadora, mais três pessoas moram na casa.

Foto: ONG Doe alimentos Doe Saúde

Para ajudar a ONG a fazer o bem para ainda mais pessoas em situação de risco, pode entrar em contato pelo e-mail: doealimentosdoesaude@gmail.com ou pela página do Instagram @doealimentosdoesaúde.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Tartarugas são encontradas mortas em praias de Sergipe

A suspeita é de que as tartarugas marinhas tenham morrido após ficarem presas em redes de pesca


Duas tartarugas foram encontradas mortas no último domingo (3) na Praia da Aruana, em Aracaju, e na Barra dos Coqueiros, na Região Metropolitana da capital, no Sergipe.

Foto: Delmiro Mendes

O Projeto Tamar suspeita que os animais marinhos tenham morrido após ficarem presos em redes de pesca. Essa é uma das principais causa das mortes de animais como tartarugas. As informações são do G1.

De acordo com o projeto, não há relação entre as mortes das tartarugas e a contaminação por óleo no litoral de Sergipe. A substância chegou na região em 24 de setembro.

Em outubro, uma tartaruga também foi encontrada morta na Praia da Aruana, e outras três em Pirambu, na Praia do Mosqueiro, e na região das pedras do bairro Coroa do Meio, em Aracaju.

Foto: TV Sergipe/Reprodução

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Tartaruga marinha debilitada é resgatada por guarda-vidas no RJ

Uma tartaruga marinha foi resgatada por guarda-vidas após ser encontrada debilitada, por volta das 10 horas da segunda-feira (3), no Costão da Niemeyer, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução

Os guarda-vidas que resgatam a tartaruga afirmaram que ela estava machucada e tinha marcas de cortes pelo corpo, provavelmente provocados por lanchas. As informações são do jornal Extra.

A tartaruga foi levada para o quartel dos Guarda-Vidas de Copacabana, também na Zona Sul do município. Depois, ela foi encaminhada para biólogos do Projeto de Monitoramento de Praias da Baía de Santos, segundo o Corpo de Bombeiros.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. Doe agora.


​Read More
Notícias

Cadela arrastada por enxurrada é encontrada no Rio de Janeiro

A labradora Gaia, de 14 anos, que havia sido arrastada por uma enxurrada que atingiu a cidade do Rio de Janeiro, foi encontrada nesta quinta-feira (11) em uma trilha no Horto, na Zona Sul do município. A cadela não se feriu e já voltou para casa.

Foto: Arquivo Pessoal

Gaia foi encontrada por Nana Carneiro da Cunha, amiga do irmão da tutora da cadela, a arquiteta Tatiana Castello Branco, que fez uma mobilização nas redes sociais para tentar localizar a labradora. As informações são do jornal Extra.

“Eu fiquei três sem dormir e ainda estou anestesiada. Ontem fui dormir já me preparando para uma notícia ruim. E hoje esse anjo que é a Nana achou a Gaia. E agora ela está aqui, andando pela casa, só com um arranhãozinho. Estou feliz demais, demais”, disse Tatiana.

Após a cadela voltar para casa, Tatiana agradeceu a todas as pessoas que se uniram a ela para tentar encontrar Gaia. “Os Cachorreiros da Paz, o GoDog, a veterinária Carolina, os seguranças do Jockey e mais tanta gente. São pessoas assim que fazem a gente voltar a ter fé no mundo”, afirmou.

Gaia estava na casa da avó de Tatiana, no Jardim Botânico, também na Zona Sul,quando uma galeria de águas pluviais que fica sob o imóvel transbordou e arrastou a cadela, na última segunda-feira.

Desde o desaparecimento, Tatiana passou a percorrer os locais nos quais, segundo testemunhas, Gaia havia sido vista.

​Read More
A gatinha branca foi abandonada com seus filhotes na zona sul de São Paulo (SP)
Você é o Repórter

Covardia: gata é abandonada com filhotes em SP

Patricia Gonçalves de Carvalho
patriciacarvalho26@hotmail.com

Uma gata branca foi abandonada com seus três filhotes na zona sul de SP, em vingança da esposa do ex-tutor da gata. A gatinha está ferida, fraca e amedrontada devido ao abandono.

A gatinha branca foi abandonada com seus filhotes na zona sul de São Paulo (SP)
A gatinha branca foi abandonada com seus filhotes na zona sul de São Paulo (SP)

Seus três filhotes são machos, sendo 2 frajolas e 1 siamês tigrado, e foram encontrados abandonados com a mãe em local de desova.

Filhotes e mãe abandonados buscam resgate, ajuda ou adoção na zona sul de São Paulo
Filhotes e mãe abandonados buscam resgate, ajuda ou adoção na zona sul de São Paulo

Recentemente, a gata branca está pior do que nas fotos, com feridas pelo corpo e com muita fome.

Os animais buscam lar temporário, ajuda ou resgate urgentes, na região da zona Sul de São Paulo (SP). Na melhor das hipóteses, uma adoção por um lar responsável que promova muito amor aos animais.

Para ajudar de qualquer forma, entre em contato com a Patricia pelo telefone de operadora vivo (11) 96379-8899 ou telefone/WhatsApp de operadora Tim (11) 96917-5006.

​Read More
Você é o Repórter

Cadela que vive nas ruas precisa de um novo lar em São Paulo

Cia de 8 patas
ciade8patas@gmail.com

cadela poodle
Divulgação

Uma cadela que vive debaixo de uma marquise, na zona sul de São Paulo, precisa de um novo lar. Ela está recebendo cuidados de uma protetora da região, foi castrada e vacinada, e precisa de uma família que esteja disposta a lhe dar muito amor.

De porte pequeno e cerca de 1 ano, a cadelinha da raça poodle precisa usar fraldas, pois, apesar de não ter problemas nas patinhas, ainda defeca deitada. A veterinária não encontrou explicações clinicas para isso, já que a cadelinha está saudável.

Há suspeitas de que tenha sofrido maus-tratos, pois é medrosa e assutada. Ela não se dá muito bem com gatos e tem ciúmes de outros cães, por isso o ideal é que seja “filha única”e receba muito carinho.

Os interessados em adotá-la devem entrar em contato com a ONG Cia de 8 patas através do e-mail: ciade8patas@gmail.com.

​Read More
Você é o Repórter

Gatinhos em situação de abandono precisam de ajuda na zona Sul de São Paulo

Cia de 08 patas
ciade8patas@gmail.com

Uma gata que vive em situação de abandono teve filhotinhos no telhado de uma casa no Jardim Monte Azul, próximo ao Terminal João Dias, zona Sul de São Paulo. Desde então, a família de gatinhos tem sido alimentados por alguns moradores compadecidos com os animais. Os filhotinhos tem aproximadamente 50 dias e já estão se aventurando e explorando o ambiente, porém nem todas as pessoas que moram na região tolera a presença dos animais.

Os filhotes precisam de ajuda para encontrar lares responsáveis, pois correm o risco de serem envenenados. Alguns já morreram vítimas de atropelamentos ou da crueldade de pessoas más que põe veneno na comida. Uma das pessoas que teme pelo bem estar dos gatinhos se dispõe com os gastos de resgate, castração e outros cuidados que os animais precisem, mas os filhotes ainda precisam ser resgatados. Caso alguém possa ajudar os gatinhos, adotando ou auxiliando com o resgate, entre em contato.

g1a
Divulgação
g2a
Divulgação

Contato: Lilita
(11) 95114-4503

​Read More
Você é o Repórter

Cadela abandonada na zona sul de São Paulo (SP) busca o amor de uma nova família

Bete G
bernadetelggm@gmail.com

Esta bela cadelinha está desabrigada no bairro Alto da Boa Vista, zona sul de São Paulo. Além de estar bastante vulnerável, pois corre risco de atropelamento, ela está no cio.

A cadela está perto do Colégio Santa Marcelina e bastante triste. Ela recebe alimento de alguns policiais que passam pela região, mas merece a chance de ser amada e cuidada por uma nova família. Quem puder adotá-la, envie um email para a Bete.

Divulgação
Divulgação

Contato: Bete
bernadetelggm@gmail.com

​Read More
Você é o Repórter

Cachorra Andy está perdida na zona Sul de Porto Alegre (RS)

Dione Goreti
dione.gauto@yahoo.com.br

A cachorra da imagem atende pelo nome de Andy, ela está perdida há duas semanas na Zona Sul de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Andy tem 10 anos, sua família está desesperada à sua procura. A cachorra é mestiça com labrador e pit bull, muito dócil e meiga.

Ela foi vista pela última vez próxima aos bairros de Ipanema, Hípica e avenida Juca Batista. Caso alguém tenha notícias sobre o paradeiro de Andy, entre em contato.

tablet-008
Divulgação

Contato: Dione Gauto
(51) 8603-1478 (WhatsApp)
(51) 9719-6213

​Read More
Você é o Repórter

Idosa e cega, cachorra abandonada precisa de ajuda na M’Boi Mirim, em São Paulo

Evandro Lins Sampaio
evandro.l.sampaio@gmail.com

A cachorra da imagem foi encontrada na estrada M’Boi Mirim, na Zona Sul de São Paulo. A cachorra já idosa, é uma senhorinha cega que foi cruelmente abandonada no local.

Desamparada, a cachorra está confusa, sem abrigo, expostas as condições do tempo como sol, chuva e frio. Além do abandono, agora a cachorra está em condição de rua e em risco de sofrer mais alguma atrocidade. A cachorra precisa de ajuda para encontrar um abrigo, até que possa ser adotada. Caso alguém possa ajudar com o resgate da senhorinha, entre em contato.

DSC07581
Divulgação
DSC07576
Divulgação

Contato: Evandro
(11) 96764-7970
(11) 97773-4028 (Tim)

​Read More
Você é o Repórter

Gatinhos em situação de abandono aguardam por ajuda no Jardim Dom José, em São Paulo

Luana Alves
luanahh44@hotmail.com

Três gatinhos foram encontrados por uma adolescente em situação de abandono dentro de um cano de escoamento de água, no Jardim Dom José, na Zona Sul de São Paulo. A jovem não tem condições de abrigar os animais, mas os alimenta com água e ração, porém os gatinhos precisam de ajuda para sair da situação de rua e encontrar um abrigo seguro.

Os gatos passam maior parte do tempo dentro do cano e por medo, não permitem a aproximação das pessoas. A adolescente relata que os animais ainda são filhotes e teme pela vida deles, caso permaneçam desamparados no local. Ela se dispõe a ajudar caso os gatinhos precisem de remédios e até com a castração, mas antes eles precisam ser resgatados e encontrar adotantes responsáveis. Caso alguém puder ajudar, entre em contato.

6tag_130816-135558
Divulgação

Contato: Luana
(11) 99156-4930

​Read More
Você é o Repórter

Cães gravemente abusados e feridos precisam de ajuda para receber tratamento em São Paulo (SP)

Maria Ines Martos
mimmartos2014@gmail.com

Divulgação
Divulgação

Os cãezinhos da imagem foram encontrados abandonados e seriamente maltratados na zona sul de São Paulo. Eles estavam no trevo que liga à Balsa, Grajáu e Cocaia, onde vários animais são severamente abusados e negligenciados.

A cadela Julie, de seis anos, estava mancando e com o ouvido inflamado porque havia sido bastante espancada e seu companheiro Juca, de nove anos, foi atropelado.

Ele estava bem machucado e dobrava a pata traseira para conseguir caminhar. Os dois são animais muito dóceis e não avançam em ninguém.

Os animais foram resgatados no dia 1º de julho. O laudo médico constatou que Julie tem otite fúngica bilateral, luxação patelar membrana posterior esquerdo, infestação pulgas e carrapatos, erliquiose.

Já Juca, doença periodontal grau três, infestação pulgas e carrapatos, dor coluna lombar, membro posteriores deformados por lesões articulares antigas, erliquiose.

Por isso, protetoras precisam de ajuda para pagar os custos do tratamento em uma clínica veterinária e para comprar ração.
Os cães são muito dóceis e estão internados na Clinica Veterinária “Animal é Vida”, no Tucuruvi, zona norte de São Paulo. Quem puder doar qualquer valor para as protetoras, entre em contato com a Cintia pelo Facebook.

Contato: Cintia Guatelli Bersani

​Read More