Notícias

Cão abandonado dentro de uma sacola, com dois sacos amarrados na cabeça, se recupera

Depois de muito sofrimento e quatro meses de tratamento, o cão Garoto está pronto para adoção

Garoto está pronto para ganhar uma família depois de quatro meses de tratamento. Foto CBEA Ribeirão Preto

Esse é um caso bárbaro de maus-tratos que só não resultou na morte do cãozinho porque moradores do bairro Ipiranga, na zona norte de Ribeirão Preto (Interior de SP), perceberam movimento dentro de uma sacola abandonada debaixo de um carro, em dezembro de 2019. Dentro da sacola estava o cão, posteriormente batizado de Garoto, com as patas imobilizadas, partes do corpo queimadas e dois sacos amarrados na cabeça dificultando sua respiração.

“O estado dele era grave. Estava com muita dor e muito medo. Mesmo nessas condições, sabíamos que com o tratamento correto ele se recuperaria”, relembra o caso a veterinária, Carolina Vilela, da Coordenadoria de Bem-estar Animal (CBEA), ao portal Revide.

Agora, após quatro meses de tratamento, Garoto está pronto para ser adotado. “Mesmo com todo sofrimento, ele é muito carinhoso, brincalhão e dócil. Está aguardando uma nova família”, diz a veterinária.

Garoto foi abandonado dentro uma sacola e com sacos amarrados na cabeça, mas se recuperou totalmente. Foto CBEA Ribeirão preto

Na ocasião do crime, não foi possível fazer o boletim de ocorrência porque não havia suspeitos. Para facilitar a identificação dos responsáveis pelos animais adotados na CBEA, a coordenadoria microchipa todos os cães e gatos que atende. “Caso encontremos algum animal vítima de abandono ou de maus-tratos, com o microchip conseguimos identificar quem são os responsáveis”, explica.

A Coordenadoria de Bem-estar Animal fica na avenida Eduardo Andrea Matarazzo, 4.255 (Via Norte).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More