Notícias

Prefeito institui Semana da Consciência Vegana em cidade canadense

Foto: Livekindly/Reprodução
Foto: Livekindly/Reprodução

Lienhard, Plcolin Basran, o prefeito de Kelowna, na Colúmbia Britânica (Canadá), proclamou primeira Semana da Consciência Vegana atendendo um pedido dos organizadores do Kelowna VegFest (festival anual vegano).

Os organizadores encorajaram o prefeito a fazer o anúncio como parte de seu boicote ao Ribfest Weekend (Festival da Costela), que foi anunciado em setembro último.

A Global News informou que o evento acontece na semana de 19 a 26 de maio na preparação para o segundo VegFest da cidade que aconteceu em 26 de maio.

Empresas locais criaram uma variedade de ofertas diferentes para comemorar a inauguração da primeira Vegan Awareness Week. Variando de pizzas veganas grátis a brindes oferecidos junto com as compras, a cidade está entusiasticamente envolvida na promoção da Semana da Consciencia Vegana.

Kelowna está se tornando conhecida por ser uma opção aos veganos. Muitas empresas locais aumentaram suas opções veganas, e o restaurante vegano, Naked Cafe, geralmente tem filas de espera para conseguir uma mesa davido a grande procura.

Os proprietários Olivia e Teghan Gordey dizem que isso é em parte porque “agora é moda ser vegano”. Eles acrescentaram que “as pessoas se tornam veganas por diferentes razões, como saúde ou especificamente pelos animais”.

O site do restaurante fala sobre o orgulho que p estabelecimento sente em poder estar envolvido com a comunidade local. A publicação diz: “Nossa equipe está profundamente comovida ao ver uma comunidade vegana se unindo diante de seus olhos, desde que a Naked se tornou realidade em 2015”.

De acordo com o site do VegFest, cerca de 70 fornecedores estarão presentes no festival deste ano. Além da enorme variedade de barracas disponíveis, haverá palestras e outros eventos. Os visitantes podem participar de aulas de ioga, ouvir concertos com os músicos locais ou participar de uma demonstração ensinando como fazer queijo vegano.

Os apresentadores também falarão sobre assuntos com os temas: “Tornar-se um empreendedor vegano”, “Nutrição no esporte” e “Jornada rumo ao desperdício zero”.

Festivais Veganos

O Canadá tem muitas versões do VegFest acontecendo a cada ano. FairSquare descreve como os ontarienses são “presenteados pela escolha” quando se trata de encontrar eventos e festivais veganos.

Bem como grandes cidades como Toronto, Ottawa e Vancouver também hospedam vários eventos, muitas províncias estão criando seus próprios VegFests. Diversos eventos veganos ocorrem no país da Colúmbia Britânica até Quebec e em diversas outras cidades.

Os EUA também estão se tornando conhecidos por seus festivais veganos. A Eat Drink Vegan celebra seu aniversário de 10 anos este ano, e o SoCal VegFest acontece em dois dias em outubro deste ano.

Os organizadores do segundo Kelowna VegFest doarão todo o dinheiro arrecadado aos santuários de animais.

​Read More
Notícias

Maior evento vegetariano do Brasil é realizado em SP em outubro

Uma parte dos participantes do Vegfest Brasil 2017, em Campos do Jordão | Foto: Jayro Lemos

Chegando à sua sétima edição em outubro de 2018, o Vegfest Brasil é “uma experiência que não pode ser contada; apenas vivida”, garantem os organizadores. Servindo como local de encontro e celebração desse movimento que já conta com 30 milhões de vegetarianos e outras dezenas de milhões de simpatizantes no Brasil, segundo o IBOPE, o Vegfest já foi palco de palestras de ícones mundiais da causa, transições de muita gente para o vegetarianismo, conexões de negócios e de ativismo – e até começos de amizades, namoros e casamentos.

“O Vegfest é a celebração desse movimento que cresce de forma inimaginável há alguns anos”, compartilhou Ricardo Laurino, presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), que promove o evento desde 2006. “Participar desse evento é constatar pessoalmente o fato de que o vegetarianismo é muito mais do que uma simples moda”.

Em cada uma das edições anteriores (em 2017 foi em Campos do Jordão), o Vegfest recebeu participantes de mais de 100 cidades diferentes do Brasil e de fora, compartilhando um ideal – ou apenas uma simpatia – por essa escolha de alimentação que tem componentes de saúde, sabor, sustentabilidade e respeito aos animais.

Esse ano, com uma programação com cerca de 130 palestras, demonstrações culinárias e outras atividades (veja aqui quem já confirmou presença), o festival será no Novotel Center Norte, em São Paulo. Além da programação e da feira vegana com mais de uma centena de expositores e food trucks, o evento terá a preparação da maior pizza vegana do mundo (com 20 metros de comprimento), shows (incluindo a “Balada Vegfest” em uma das noites), uma parede de escalada e ainda performances de atletas e fisiculturistas veganos.

Entre as presenças confirmadas, o Vegfest terá o privilégio de receber Jacy Reese (EUA), Alana Rox, Aris Latham, Eduardo Jorge, Ellen Jabour, Flavia Melissa, Guto Galamba, Lucas Bernardini, Luisa Mell, Luna Azevedo, Marly Winckler, Nina Rosa, Thalitta Flor, Rodrigo Dorado e Nátaly Nery – e muitos outros grandes nomes inspiradores. Silvana Andrade, a fundadora e presidente da ANDA, também dará uma palestra sobre os 10 anos da imprensa animalista no Brasil

As inscrições para o congresso (palestras e demonstrações culinárias do Vegfest) podem ser feitas pelo site do evento, onde também é possível adquirir o convite para o jantar de abertura. Já o acesso à parte externa do evento (Feira Vegana) será gratuito e não requer credenciamento prévio.

Nos dois dias anteriores ao Vegfest (9 e 10 de outubro), no mesmo local, será realizada também a Plant-Based Conference Brasil, um congresso científico sobre nutrição vegetariana para médicos, nutricionistas e outros profissionais de saúde. A conferência contará com a presença da autora e nutricionista pioneira Brenda Davis (Canadá) e referências nacionais como o nutrólogo Eric Slywitch e a nutricionista Alessandra Luglio, entre outros. Inscrições e outras informações no site.

Serviço

Vegfest Brasil 2018
Novotel Center Norte (São Paulo/SP)
10 a 14 de outubro de 2018
Congresso: inscrições a partir de R$250 para os 4 dias de evento
Feira Vegana: acesso gratuito
Mais informações no site

​Read More
Você é o Repórter

Vegfest Brasil 2017 receberá participantes de 120 cidades

Uma pequena parte dos mais de 1.500 participantes do Vegfest Brasil 2015, em Recife/PE (Foto: Sobrado 423)

O maior evento vegetariano da América Latina terá sua sexta edição no final de agosto deste ano. Realizado pela Sociedade Vegetariana Brasileira, o Vegfest Brasil (anteriormente denominado Congresso Vegetariano Brasileiro) teve sua primeira edição em 2006 e já passou por São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Recife.

Desta vez, a anfitriã será a aconchegante cidade serrana de Campos do Jordão, que acolherá milhares de vegetarianos, veganos, simpatizantes e interessados entre os dias 30 de agosto e 3 de setembro. A expectativa é receber mais de 1.500 participantes de mais de 120 cidades diferentes.

“O Vegfest Brasil é uma experiência única e transformadora, de grande conexão com o vegetarianismo e veganismo, networking com pessoas incríveis que vivem e se interessam por essa causa, senso de propósito coletivo e alinhamento com os seus próprios princípios e valores”, explica Ricardo Laurino, presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB).

O festival ocorrerá inteiramente dentro das dependências do Hotel Serra da Estrela, um hotel de alto padrão localizado no bairro do Capivari (centro turístico da cidade) cujo cardápio das refeições vem passando por uma transição e já é quase inteiramente vegano. Durante o evento, todo o cardápio será 100% vegano. Os quartos se esgotaram rapidamente, mas outros hotéis próximos também oferecerão um cardápio vegan-friendly durante os dias do evento.

Programação nacional e internacional

Na programação do evento, estão confirmados alguns dos maiores líderes mundiais do ativismo vegetariano e dos direitos animais, incluindo diretores das organizações internacionais PETA, Mercy for Animals, Humane Society International e Animal Equality. O time de palestrantes brasileiros também não deixa a desejar, incluindo referências como Marly Winckler, Nina Rosa, Fabio Chaves, Alessandra Luglio, Luisa Mell e Eric Slywitch.

“Já somos cerca de 5 milhões de veganos e 16 milhões de vegetarianos, e uma grande parte da sociedade está passando por um despertar para uma alimentação mais consciente — uma que seja ética, saudável, sustentável e socialmente justa. Não existe alimentação verdadeiramente consciente que não passe pelo vegetarianismo e veganismo”, argumenta Guilherme Carvalho, secretário-executivo da SVB, que conta que o Vegfest Brasil vem crescendo significativamente a cada edição.

Além das palestras, um espaço intitulado “Cozinha Show” com capacidade para 200 pessoas sentadas receberá os principais chefs que dominam a culinária vegana, que apresentarão tortas, bolos, patês, queijos, pratos plant-based, preparações crudívoras e sem glúten, e até hambúrgueres e bifes vegetais. “Independentemente da abordagem – mais natural, mais fast food, etc. – os chefs convidados preconizarão receitas capazes de deslumbrar qualquer pessoa, incluindo quem come carne”, explica Ricardo Laurino.

Feira vegana, trabalhos acadêmicos, atrações artísticas e atividades infantis

Na área externa do hotel, aberta ao público, o Vegfest terá uma feira vegana com mais de 40 expositores de comidas, cosméticos, produtos de higiene, organizações sem fins lucrativos, food trucks e outros atrativos. A feira vegana poderá ser frequentada por qualquer pessoa, independente de sua inscrição no evento.

Pesquisadores e estudantes de pós-graduação e graduação também terão um espaço para apresentar os seus trabalhos. Um dos objetivos do congresso é fomentar o desenvolvimento de uma ciência moderna que forneça elementos necessários para a consolidação de uma economia mais ética, saudável e sustentável, livre do uso de animais. Para isso, serão acolhidos para apresentação no Vegfest trabalhos científicos em sete eixos temáticos.

Atrações artísticas, sessões matinais de yoga e atividades recreativas para crianças se somarão à programação de conteúdo, tornando o Vegfest um evento adequado não apenas para ativistas e pessoas ligadas à causa vegetariana, mas também para curiosos, turistas e famílias inteiras.

Serviço
Vegfest Brasil 2017 (6º Congresso Vegetariano Brasileiro)
De 30/agosto a 3/setembro
Hotel Serra da Estrela – Campos do Jordão/SP
Investimento: R$400 (valores reduzidos para filiados à SVB, estudantes e idosos)
Informações e inscrições no site.

​Read More
Notícias

Recife (PE) sofre com a escassez de estabelecimentos veganos

Pesquisa realizada em 2012 pelo IBGE mostrou que 11% dos recifenses são vegetarianos. Foto: Iano Andrade/CB/D.A Press
Pesquisa realizada em 2012 pelo IBGE mostrou que 11% dos recifenses são vegetarianos. Foto: Iano Andrade/CB/D.A Press

Maior encontro vegetariano da América Latina, o VegFest chegou ao Recife na quarta-feira. Mas, mesmo sendo um dos grandes polos gastronômicos do país, a capital pernambucana ainda sofre com a escassez de restaurantes especializados em comida vegana, o que acaba sendo mais um motivo para difundir essa cultura no estado.

Pesquisa realizada em 2012 pelo IBGE mostrou que 11% dos recifenses fazem parte desse movimento, que é tanto alimentar quanto ético. Até existem casas com uma ou duas opções vegetarianas no cardápio, mas mesmo com número tão elevado, só há um restaurante declaradamente sem proteínas animais em toda a capital, O Vegetariano, no bairro da Boa Vista, de perfil self-service.

“Muita gente acha que vegetariano só come salada, mas não sabe que salada é apenas uma das coisas que comemos”, explica Bárbara Bastos, coordenadora do Grupo Recife da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) e coordenadora desta edição do evento. Ela conta que a maioria das pessoas quando começa a ser adepto do vegetarianismo sente a necessidade de pratos que imitem os feitos com proteína animal, que estamos acostumados, até para facilitar a transição. “A gente tem substitutos de carne – como a carne de jaca -, queijos e muitos outros. Só de leites vegetais, eu conheço mais de oito, como o de amendoim, o de castanha, o de coco”.

Além disso, também há opções naturais e saudáveis para garantir a manutenção dos nutrientes perdidos com a mudança da dieta. Entre eles, o feijão que garante as proteínas presentes na carne. Folhas escuras, como brócolis, e gergelim garantem o cálcio presente nos laticínios. Bárbara reforça que entre os pilares da mudança de hábito estão as questões éticas, de saúde e que envolvem o meio ambiente.

Para Fabrisa Silva, chef especializada em comida vegetariana, o evento é uma forma de gerar interesse para restaurantes e hotéis incluírem alternativas veganas nos cardápios. “A procura por comida vegana está crescendo muito. Não só por pessoas adeptas do movimento, mas também por gente que procura uma opção diferenciada na alimentação”, comenta a chef, que dá consultoria a restaurantes que querem incluir pratos vegetarianos no menu.

De acordo com ela, entre as casas que resolveram aderir uma maior quantidade de pratos no cardápio estão a Moo Hamburgueria Gourmet e as pizzarias Vesuvio e Deli pizza, todas em Boa Viagem. Bárbara também destaca os cardápios do Papaya Verde, Snaubar, Bercy e Escalante’s.

Festival

O VegFest será realizado de 23 a 26 de setembro no campus da UFPE, com mais de 100 palestrantes nacionais e internacionais, como os norte-americanos Carol J. Adams e Aris Latham, a chilena Ignacia Uribe e a paulista defensora dos animais Luisa Mell. Haverá ainda aulas-shows e feira de produtos veganos.

Fonte: Diário de Pernambuco

​Read More
Notícias

Recife (PE) recebe maior congresso vegetariano da América Latina

Por Isadora Rupp (em colaboração para a ANDA)

Reprodução
Reprodução

Entre os dias 23 e 26 de setembro, acontece, no Recife (PE), a quinta edição brasileira e nona edição latino-americana do VegFest, o maior evento vegetariano da América Latina, promovido pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). O Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) será a sede do encontro, que trará mais de 100 palestrantes nacionais e internacionais, oficinas de demonstração culinária, cursos de capacitação em nutrição vegetariana e feiras de produtos veganos. As inscrições online serão encerradas hoje e ainda podem ser feitas pelo site.

O evento traz ao Brasil nomes como Gene Baur, presidente do FarmSanctuary, instituição com abrigos em Nova York e na Califórnia. Fundado pelo ativista em 1986, o santuário faz o resgate e encaminha para adoção centenas de animais ditos “de produção”. Outra palestrante estrangeira é a autora Carol J. Adams. Ativista há 40 anos, é autora do livro “Política Sexual da Carne” (que, neste ano, ganhará edição comemorativa de 25 anos), além de obras como “Never Late To Go Vegan”.

O neurocientista computacional Philip Low é outro destaque – é dele a autoria da Declaração de Cambridge sobre a Consciência, que reconheceu extraordinárias similaridades neurobiológicas entre os humanos e os animais.

Entre os brasileiros, estão nomes como a nutricionista Alessandra Luglio, que se dedica a promoção de atitudes saudáveis, sustentáveis e funcionais, a apresentadora Luisa Mell, uma das ativistas pró-animais mais conhecidas do país, que tem sido protagonista em conquistas recentes do movimento de direitos animais, e o médico sanitarista, ex-deputado federal e candidato à presidência da república em 2014, Eduardo Jorge.

Experimentação animal, movimentos sociais, meio ambiente, proteção animal e empreendedorismo vegetariano são outros temas que serão abordados ao longo do congresso.

Segundo Bárbara Bastos, do Grupo Recife da SVB e coordenadora desta edição do VegFest, a grade de palestras foi dividida para atender diversos públicos: de quarta-feira (23) a sexta-feira (25), os debates são exclusivos para inscritos. No sábado (26), as palestras são gratuitas e abertas ao público. “Nossa ideia é reunir acadêmicos, curiosos e simpatizantes”, afirma.

A presidente da SVB, Marly Winckler, acredita que o evento deva atrair cerca de 2 mil participantes. “O VegFest já passou por São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba, sempre gerando bastante interesse e repercussão. Temos certeza que nesta edição não será diferente, vamos conseguir atingir nosso principal objetivo, que é divulgar da melhor forma possível o vegetarianismo e suas diferentes vertentes”.

O VegFest promoverá, ainda, oficinas de demonstração culinária. “Queremos mostrar que o vegetarianismo não convence apenas pelos argumentos, como também seduz pelo paladar”, acredita Bárbara Bastos. Na área de alimentação, haverá também cursos em nutrição vegetariana voltados para profissionais e estudantes da área da saúde, coordenados pelo Dr. Eric Slywitch, além de feira vegana, com venda de comidas doces e salgadas, cosméticos desenvolvidos sem testes ou ingredientes animais, e espaço de ONG´s e empresas que apresentarão seu trabalho de ativismo. A feira será aberta ao público em todos os dias do evento.

Hospedagem

Para incentivar a participação de visitantes de outros estados, o VegFest organiza um grupo de hospedagem solidária no Facebook (Hospedagem solidária VEGFEST 2015) para que pessoas possam trocar informações e ajuda sobre alojamento na cidade.

Inscrições

As inscrições para o VegFest podem ser feitas pelo site www.vegfest.com.br. Para o congresso, o valor é de R$ 380 (inteira) R$ 190 (meia-entrada ou idoso) e R$ 170 (para filiados à SVB). Para o curso de nutrição, o investimento é de R$ 270 (inteira), R$ 125 (meia-entrada ou idoso) e R$ 110 (filiado à SVB).

Sobre a SVB

Fundada em 2003, a Sociedade Vegetariana Brasileira promove o vegetarianismo como uma opção alimentar ética, saudável e sustentável. Por meio de campanhas, convênios, eventos, pesquisa e ativismo político, a SVB realiza a conscientização sobre os benefícios do vegetarianismo, e trabalha para aumentar o acesso da população a produtos e serviços vegetarianos. No ano de sua fundação, sediou o 36º Congresso Vegetariano Mundial e, nesses anos, foi responsável por eventos como o Congresso Vegetariano Brasileiro, 12º Festival Vegano Internacional, Parada Veg, Mostra Internacional de Cinema Pelos Animais, entre outros.

Serviço:

Vegfest – V Congresso Vegetariano Brasileiro e IX VegFest Latino-Americano

Data: De 23 a 26 de setembro

Local: Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFPE (Av. Prof. Morais Rego, 1235 – Recife, PE).

*No dia 26, as palestras são abertas ao público em geral. Nos outros dias, somente para inscritos

Informações e inscrições: www.vegfest.com.br e contato@vegfest.com.br.

​Read More
Notícias

Terceira cidade do Brasil com maior população vegetariana, Recife (PE) sedia o VegFest

 Igo Bione/Acervo JC Imagem
Igo Bione/Acervo JC Imagem

Entre os dias 23 e 26 de setembro, o Recife sedia a 5ª edição brasileira e nona edição latino-americana do VegFest, o maior congresso vegetariano da América Latina que realizado pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). O objetivo do encontro é levar ao público em geral informações sobre o universo da prática alimentar e, muitas vezes, da filosofia de vida, baseada no consumo de alimentos de origem vegetal: o vegetarianismo.

De acordo com os promotores do evento, Pernambuco é um dos estados mais fortes do Brasil nesse segmento. O Recife é a terceira cidade do País com mais vegetarianos, 10% da população, ao lado do Rio de Janeiro e de Brasília, segundo pesquisa do Ibope. Em Fortaleza, no Ceará, 14% da população afirmam ser vegetariana, maior percentual entres as capitais e regiões metropolitanas pesquisadas. O segundo lugar é de Curitiba, no Paraná, com 11% de seus moradores adeptos ao vegetarianismo.

O congresso, que será realizado no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife, contará com mais de 100 palestrantes nacionais e internacionais, oficinas de demonstração culinária, cursos e feiras de produtos veganos.

“Esta é a primeira vez que o Nordeste recebe um congresso vegetariano desse porte”, explica a professora de Administração da UFPE Bárbara Bastos, coordenadora do Grupo Recife da SVB e coordenadora desta edição do evento. “O principal motivo de levar o evento para a UFPE é facilitar o acesso aos estudantes e professores da casa, principalmente de hotelaria e nutrição”, explica.

Entre os palestrantes, está o neurocientista computacional Philip Low, inventor de inúmeras inovações na área da neurologia, biomedicina e computação. Ele foi responsável, inclusive, pelo desenvolvimento do iBrain, uma plataforma de monitoramento e análise neural para pessoas com Alzheimer, epilepsia e Parkinson. É dele também a autoria da revolucionária Declaração de Cambridge sobre a Consciência, que reconheceu extraordinárias similaridades neurobiológicas entre os humanos e os animais.

Também estarão no evento: a nutricionista Alessandra Luglio, que se dedica à promoção de atitudes saudáveis, sustentáveis e funcionais; Lisa Kemmerer, filósofa, professora e ativista dos direitos animais, meio ambiente e populações menos favorecidas; e o americano Gene Baur, ativista e presidente da Farm Sanctuary, uma organização de resgate de animais.

Fazem parte da programação temas como maratonas de nutrição, ativismo, experimentação animal, movimentos sociais, meio ambiente, proteção animal e empreendedorismo vegetariano. Ainda haverá oficinas de demonstração culinária. “Vamos ter dezenas de receitas deliciosas, pois queremos mostrar que o vegetarianismo não convence apenas pelos argumentos, como também seduz pelo paladar. Queremos muito que alunos de gastronomia e hotelaria participem”, diz Bárbara Bastos.

Ainda na área alimentar, o congresso traz cursos de capacitação em nutrição vegetariana e feira vegana. Para incentivar a participação de pessoas de outros Estados, o VegFest organiza um grupo de hospedagem solidária no Facebook para que pessoas possam trocar informações e ajuda no quesito hospedagem.

As inscrições para o evento já estão abertas e podem ser feitas através do site. Ao todo, serão 90 horas de programação com mais de 750 participantes oriundos de mais de 120 cidades brasileiras. Mais informações: contato@vegfest.com.br e 11 3104-5282.

Fonte: UOL

​Read More
Notícias

União Internacional Vegetariana realiza Vegfest em Buenos Aires

Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

Foto: HOY
Foto: HOY

A nona Vegfest organizada pela  IVU (União Internacional Vegetariana), está prestes a começar com o Congresso Vegano, que será na sexta-feira (1) até o domingo (3) em Buenos Aires, na Argentina.

O evento será realizado com entrada gratuita, a fim de difundir os benefícios do veganismo, tanto para o planeta e os animais, como para a saúde humana. As informações são de Diario Hoy.

O Vegfest oferecem aulas e palestras por especialistas nacionais e internacionais da região. Haverá apresentações, lançamentos, degustações e expressões artísticas, assim como uma “Expoveg” que apresentará produtos e serviços adequados para a comunidade vegetariana.

A Argentina e toda a região está testemunhando um choque explosão do vegetarianismo em todas as suas variantes, o que inspirou o trabalho diário no evento, na transmissão de conhecimento sobre o estilo de vida mais conveniente atualmente à humanidade para enfrentar o aquecimento global, para acabar com a fome no mundo, para ajudar os animais e para propor ações além da saúde.

O movimento vegetariano na Argentina começou no ano de 2000, com a fundação da União Vegetariana Argentina (UVA), sendo esta a primeira organização exclusivamente vegetariana nascida no país e uma das pioneiras na América Latina. A iniciativa teve três objetivos principais: os direitos animais, proteção do planeta e cuidados de saúde. No dia 2 de novembro de 2002 foi realizado o primeiro evento de VegFest no pais.

As atividades durante os três dias serão realizadas nas salas do “Hotel Bauen” da cidade de Buenos Aires.

​Read More
Vegetariando por aí

Vegetariando e festejando no VegFest em Curitiba

Estamos de volta para mais um destino do Vegetariando Por Aí e dessa vez não foi só turismo! No fim de setembro nós voltamos a Curitiba para o maior congresso vegetariano da América Latina, o VegFest. A Dani, que também é coordenadora da União Libertária Animal (ULA), tinha uma missão: honrar o convite de ser uma das palestrantes e compartilhar informações de qualidade sobre Direitos Animais para crianças com quem dedicasse seu tempo a ouvi-la. Olha a responsa! Mas correu tudo super bem, sala cheia de pessoas incríveis e nossa gratidão por estarem lá compartilhando esse momento.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A ansiedade disso se mesclava com a de encontrar pessoas que motivam, inspiram e orientam. Isso incluía as pessoas por trás de projetos como Instituto Nina Rosa, ANDA – Agência de Notícias, Vista-se, alguns escritores e muitos outros. A programação estava ótima. Demos preferência a dois assuntos que estão em ascensão e que nos interessam, o empreendedorismo social, a educação humanitária e vegetarianismo para crianças. Mas ainda tinham conteúdos sobre ativismo, nutrição e arte. Para se ter uma ideia, fomos brindados com uma apresentação intimista do músico Osmar Barutti, integrante do Sexteto do Jô Soares e vegetariano.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Os três primeiros dias de VegFest ocorreram no campus agrárias da UFPR, e nesse período foi oferecido alimentação vegana no restaurante universitário. Ao que parece, diante do diálogo e da prática bem sucedida, essa opção vegana continuará. O que é um grande avanço tanto para a oferta de alimentação inclusiva, ética e saudável, quanto para o objetivo de tornar esta alimentação habitual.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

No local também tinha uma feira com diversos estandes! A maioria de lanches para saciar a voracidade vegana. Lá encontramos muita gente legal, com projetos incríveis. De cupcakes veganos doces e salgados da Waleskups de Santa Maria (RS), aos hambúrgueres, pingos (versão melhorada da tal coxinha. Esse é vegano e assado, apesar de parecer frito!) e a melhor pizza vegana da Terra, preparados com muito amor pelo Andrey e Ana Luiza. Esses últimos nem conseguimos tirar foto antes de comer, mas podem ser encontrados na Quitanda do Geraldo em Curitiba.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

À noite, passamos no Barba Hamburgueria, um espaço cheio, com decoração alternativa, rock e opção de hambúrgueres veganos com queijo vegetal (nesse caso é necessário dizer que é vegano e solicitar a troca). Além do tradicional de soja, um dos sabores é de beterraba com feijão, que é mais cremoso e muito delicioso. A Dani adora essas misturas inusitadas, então a pedida foi certa!

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na segunda noite continuamos no estilo fast-food e comemos cachorro quente vegano da barraquinha Superdog, que fica em frente a cantina italiana Originalle, da qual falamos no nosso primeiro post sobre Curitiba, pois ela tem uma seleção vegana no menu. Esse cachorro quente tem várias versões a escolher e costuma ter, além da salsicha vegetal, palmito, pure, vegarella, etc. É muito bom e esse também não deu tempo para a foto!

No dia seguinte visitamos o recém lançado Veg Veg, que é um empório vegetariano. A loja tem uma decoração charmosa, rica em detalhes e com muitos produtos veganos, como os sorvetes e queijos da Tofutti, salsichas, pastinhas… tudo 100% vegetal! Na mesma galeria tem uma creperia que incorporou sabores veganos graças a investida do pessoal do Veg Veg! Por isso sempre sugerimos que insista para que os estabelecimentos tenham opções veganas e mostrem possibilidades. Essa é uma boa maneira de mostrar que há procura e quem sabe teremos ainda mais estabelecimentos com cardápio vegano! Lá provamos um muito gostoso, de Mandiokejo, tomate e palmito!

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

No penúltimo dia almoçamos no Ohana, restaurante a quilo na praça de alimentação de orgânicos do Mercado Municipal. Ele não é vegetariano, mas tem ótima oferta de alimentos e sem o péssimo hábito de misturar coisas de origem animal nos legumes. Depois, um cafezinho no Les Caffés Especiais, também no Mercado Municipal. Lá tem cappucino vegano e outros cafés elaborados.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Já no último dia o almoço foi no Bouquet Garni, que é ovolactovegetariano, mas tem a feijoada vegana mais deliciosa dentre as tantas gostosas que já comemos. O prato da foto é da Dani, com as misturas de sempre. Esse restaurante é um dos maiores que conhecemos. Tem dois andares, mini market, sofás… No domingo estava com buffet livre. Bem legal!

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Gostaríamos de ter conhecido o Semente de Girassol, mas não deu tempo. O lugar parece ser muito interessante. E quem quiser mais dicas veganas de Curitiba, incluindo passeios dos quais não conseguimos fazer dessa vez, poder ver aqui como foi nossa viagem ano passado. Curitiba é a cidade com mais opções veganas que encontramos, incluindo opções para a noite que é mais difícil de ter.
Essas experiências foram incríveis! Mas é engraçado como no fim o que mais nos tocou foi o menos planejado e mais simples: reencontrar/conhecer, criar laços e passar ótimos momentos de forma tão natural com pessoas maravilhosas que encontramos pelo ativismo de direitos animais. E claro, faltaram algumas pessoas especiais que gostaríamos que estivessem lá conosco também!

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Nosso agradecimento a quem nos presenteou com sua companhia, a Sociedade Vegetariana Brasileira – SVB pelo convite e por terem realizado esse maravilhoso evento com grandes oportunidades de conhecimento, encontros, trocas e inspirações. Saímos muito mais motivados e capacitados para continuarmos na defesa animal. Em 2015 será em Recife! Guardem nosso lugar aí! Tem mais dicas? Comenta e compartilha aqui com a gente! Um mundo vegano de paz e respeito é possível e mais feliz!

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.” Antoine de Saint-Exupéry

Nosso agradecimento especial ao ativista e amigo Paulo Guilherme Pinguim do Divers for Sharks, que está para o que der e vier, do Rio a Curitiba, do protesto a comemoração! Esse espaço final, sempre dedicado a indicação de projetos pelos animais dentro do contexto do post, vai especialmente para esse trabalho incrível e incansável em prol dos tubarões, tão perseguidos e dizimados em seu próprio habitat. E em Recife, onde será o próximo VegFest, o trabalho é mais pesado em relação a isso. Se preparem então para 2015! Acesse: http://www.diversforsharks.com.br/

Ah, e agora estamos com uma página no Facebook! Curte lá para estar sempre conosco!

SERVIÇO:

Bouquet Garni: Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 271 Centro. (41) 3223-8490 www.restaurantebouquetgarni.com

Les Caffés Especial: Avenida Sete de Setembro, 1865 – boxe 311, Mercado Municipal.

O Barba Hamburgueria: Rua Vicente Machado, 578/642 Centro. (41) 3018-0825

Quitanda do Geraldo – Espaço Vegano: Av. Anita Garibaldi, 2140. Bairro Ahu. (41) 8861-5486

SuperDog: Rua Manoel Pedro, esquina com Rua Munhoz da Rocha, Bairro Cabral. (41) 9929-7172

Veg Veg Empório Vegetariano: Galeria General Osório, Praça Osório, 333- Loja 13. Centro. (41) 3023-8015

Semente de Girassol – Loja ativista vegana: Rua Treze de Maio, 512 São Francisco.

​Read More
Notícias

Vegfest reuniu mais de 1,5 mil pessoas em Curitiba (PR)

4º Congresso Vegetariano Brasileiro, realizado entre os dias 25 e 29 de setembro de 2013, em Curitiba (PR), promovido pela Sociedade Vegetariana Brasileira reuniu mais de 1.500 pessoas entre inscritos, palestrantes e visitantes. Sendo o maior evento sobre o universo vegetariano da América Latina, o Vegfest contou com participação de pessoas de diversos países vizinhos.

“O evento foi um sucesso em todos os aspectos. É fundamental debatermos perante a sociedade temas tão relevantes quanto questões ambientais, saúde, alimentação ética que respeita os animais, sob a ótica do vegetarianismo”, comenta Ricardo Laurino, coordenador da SVB Grupo Curitiba e organizador do congresso.

O evento contou com a feira vegana, em que foram expostos cosméticos, alimentos, itens de vestuário, além de produtos informativos da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). A presidente e fundadora da ANDA, a jornalista Silvana Andrade, realizou uma palestra na sexta-feira (27), sobre a influência do jornalismo animalista da ANDA na imprensa tradicional.

O próximo Congresso Vegetariano Brasileiro está previsto para acontecer em 2015 em Recife.

Fonte: Paranashop

​Read More
Notícias

Começa em Curitiba (PR) o 4° Vegfest com participação da ANDA

(da Redação)

Vegfest - Curitiba
Vegfest – Curitiba

O 4º Congresso Vegetariano Brasileiro, realizado entre os dias 25 e 29 de setembro de 2013, em Curitiba (PR), contará com a participação da presidente e fundadora da ANDA, a jornalista Silvana Andrade, que realiza uma palestra nesta sexta-feira (27), às 15h no auditório principal da UFPR, sobre a influência do jornalismo animalista da ANDA na imprensa tradicional.

Há 5 anos, Silvana Andrade apresentou o projeto de criação da Agência de Notícias de Direitos Animais no Congresso Vegetariano em Belo Horizonte (MG). Hoje, a ANDA tem mais de 1, 2 milhão de visitas por mês e é o maior portal de notícias sobre animais do mundo, acessado em mais de 160 países.

O evento

A Vegfest é mais que um congresso. Com cinco dias de atividades artísticas e culturais, o evento apresenta 80 palestrantes convidados, especialistas em ética e direito animal, ativistas, profissionais da área da saúde e chefs de cozinha. Serão mais de 75 horas de programação – com mais de 100 sessões.

O evento também contará com a feira vegana, em que serão expostos cosméticos, alimentos, itens de vestuário, além de produtos informativos da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). Os três primeiros dias serão realizados na UFPR – Setor de Agrárias e, nos dois últimos dias, o evento encerra a programação no Mercado Municipal – Setor de Orgânicos, com aulas show de culinária vegana, apresentações culturais, além das palestras com especialistas veganos de todo o país.

A presença de todo público em prol da causa animal será bem vinda. Aproveite esta chance de encontrar o máximo de informação possível sobre a causa animal e sobre veganismo!

Acompanhe aqui a programação.

​Read More
Notícias

Vegfest será realizado de 25 a 29 de setembro, em Curitiba (PR)

(da Redação)

Foto: Divulgação/VegFest
Foto: Divulgação/VegFest

O 4º Congresso Vegetariano Brasileiro será realizado entre os dias 25 e 29 de setembro de 2013, em Curitiba (PR). O evento terá como temática central a formação desta massa crítica de vegetarianos que, segundo pesquisas do IBOPE, já constituem cerca de 16 milhões de brasileiros.

Realizada no ano em que a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) completa 10 anos de atuação, o Vegfest não será apenas um Congresso, mas sim um grande festival com atividades multiculturais distribuídas entre alguns locais diferentes de Curitiba — em especial o Mercado Municipal de Curitiba e a Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Ao todo, serão mais de 70 palestrantes e uma série de atividades culturais e artísticas, entre os maiores nomes da comunidade vegetariana do país.

A UFPR cederá espaço no Campus de Ciências Agrárias, no central bairro de Cabral, para o evento durante os dias 25, 26 e 27 de setembro (quarta a sexta). Já para os dois últimos dias do evento (28 e 29), o Vegfest se realiza no Mercado Municipal de Curitiba, um dos mais bonitos e ativos mercados públicos do país — que conta com um grande setor apenas para produtos orgânicos.

Serviço:

 Vegfest / 4º Congresso Vegetariano Brasileiro
De 25 a 27 de setembro de 2013 (quarta a sexta): UFPR – Setor Agrárias (entrada restrita aos inscritos)
Rua dos Funcionários, 1540 – Curitiba/PR
28 e 29 de setembro de 2013 (sábado e domingo): Mercado Municipal de Curitiba – Setor de Orgânicos (gratuito e aberto ao público)
[Av. Sete de Setembro, 1865 – Curitiba/PR]
Taxa de inscrição do evento (valor inteiro): R$200 (até 31/ago); R$240 (após 31/ago)
Taxa de inscrição específica do Curso de Capacitação Técnica em Nutrição Vegetariana (valor inteiro): R$150 (até 31/ago); R$180 (após 31/ago)
Mais informações: www.vegfest.com.br ou vegfest@svb.org.br  

Com informações de Vegfest

​Read More
Notícias

Palestra sobre empreendedorismo vegano na Vegfest em Curitiba (PR)

Os segmentos vegetariano e vegano estão expandindo e, de uma forma mais simplista, é só observar a gama de produtos veggies que havia há 10 anos e o que há agora. Hoje temos leite condensado, creme de leite, enlatados, embutidos, congelados, queijos e tantos outros produtos sem nenhum componente de origem animal. Para conhecer um pouco mais sobre as novidades e tendências nestes segmentos, conversamos com Ricardo Laurino, coordenador da Sociedade Vegetariana Brasileira – Grupo Curitiba e organizador do Vegfest – IV Congresso Vegetariano Brasileiro que acontece em Curitiba, de 25 a 29 de setembro.

Quais são as possíveis áreas de atuação quando se trata de vegetarianismo? E veganismo?
A exploração animal acontece em vários setores, por isso o leque de atuação é bem variado: produtos de higiene/limpeza, cosméticos, remédios, suplementos, móveis/ decoração, moda, pesquisa, tapeçaria e, claro, alimentação. É importante esclarecer que o vegetarianismo se trata da dieta – alimentação sem origem animal – enquanto o veganismo aborda todo o estilo de vida: não utilizar produtos de origem animal ou que ofereçam algum tipo de exploração desde seu desenvolvimento. No Brasil, 8% da população se declara vegetariana (IBOPE) e 28% quer reduzir o consumo de carne (Ipsos). Ao contrário dos produtos “não vegetarianos”, o mercado veggie tem praticamente 100% da população como cliente em potencial, pois ele é inclusivo. Prova disso é que o mercado de alimentos saudáveis (não necessariamente 100% veggie) cresceu 80% ao ano entre 2004 e 2009. Em 2011, movimentou R$ 40 bilhões e estima-se que em 2015 será de R$ 55 bi.

Você pode citar algumas das empresas de maior sucesso nesse setor?
Na área de cosméticos, a Surya Brasil vem se destacando aqui e no exterior. No setor de confecção a Stella McCartney é um ótimo exemplo, mas no Brasil temos a King55. A Melissa é “vegana”, apesar de não terem a filosofia como estratégia de negócio. Mas é um ótimo exemplo que um produto pode ser lucrativo, bonito e sem exploração animal embutida. E também há a Picadilly, que não usava couro por razões que desconheço, no entanto, viram o potencial desse nicho de mercado e agora utiliza essa característica como diferencial positivo para empresa.

O tema empreendedorismo será abordado no Vegfest – IV Congresso Vegetariano Brasileiro. Qual é o objetivo?
O Vegfest – IV Congresso Vegetariano Brasileiro é o maior evento vegetariano do Brasil e este ano acontece, pela primeira vez, em Curitiba. A expectativa é reunir cerca de duas mil pessoas de todo o país e também América Latina. O evento acontece dos dias 25 a 29 de setembro e, no primeiro dia, teremos a Maratona de Empreendedorismo, com diversas palestras para incentivar o público a tirar seus sonhos e projetos do papel e colocar em prática suas ideias empreendedoras.

Quais serão os temas abordados nas palestras?
A primeira palestra será do SEBRAE. Mais teórica, mostrará a importância do planejamento, pois “não basta ser vegano, tem que ter qualidade”. E depois serão apresentados cases de empresas, mostrando a realidade, dificuldades e conquistas. Duas outras palestras merecem destaque: a do alemão Sebastian Zosch, presidente da Sociedade Vegetariana Alemã, que com planejamento fez a ONG crescer consideravelmente e desenvolver produtos que o público carecia. A segunda sessão bastante relevante é a palestra “De ativista a empreendedor”, que visa encorajar as pessoas a colocarem em prática seu sonho de negócio na área vegetariana.
Mais Informações: www.vegfest.com.br

Fonte: Bem Paraná

 

​Read More