Notícias

Atleta vegana levanta 350 kg e se torna a mulher mais forte do mundo

A atleta foi uma das 168.500 de pessoas que participaram do Veganuary em 2018 e desde então, não consumiu mais produtos de origem animal 


Instagram/Kim Best

Recentemente, uma mulher vegana conquistou o recorde mundial de maior peso carregado por uma atleta feminina. Kim Best, conquistou o prêmio depois de carregar 350 kg.

Segundo informações do site Plant Based News do dia 31, no ano passado, Kim competiu com a mulher mais forte da Escócia e alcançou o recorde nacional da categoria de levantamento de peso.

A categoria que a atleta concorreu é chamada de yoke walk, que é uma espécie de garfo com uma grande estrutura de metal com uma barra transversal, onde cada um dos quatro cantos do quadro pode ser empilhado com peso.

“Eu sabia que, com certeza, conseguiria 340 kg no dia do campeonato. Mas carregar 350 kg me impressionou. A adrenalina bombeava através de mim e, com o apoio dos que estavam me assistindo, a caminhada foi concluída na metade do tempo e com novo recorde”, declarou ela ao Great Vegan Athletes

A atleta foi uma das 168.500 de pessoas que participaram do Veganuary (organização global que incentiva as pessoas a experimentarem comida vegana durante  o mês de janeiro) de 2018 e desde então, não consumiu mais produtos de origem animal.

Nota da Redação: é importante esclarecer que o veganismo é um termo criado pela The Vegan Society em 1949 para descrever um estilo de vida alinhado com a defesa dos direitos animais. Para esta entidade, o veganismo é “uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade”. O veganismo, em sua raiz conceitual, não se restringe unicamente à dieta, considerada vegetariana estrita, totalmente livre de qualquer produto ou ingrediente de origem animal. No entanto, com a popularização deste estilo de vida e do surgimento de novos termos, como dietas plant basead (baseada em plantas, em tradução literal) e com o aumento considerável do uso do termo “vegano” por celebridades e influenciadores, optamos por reproduzir as mesmas informações fornecidas pelas fontes das matérias.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Veganuary atinge marca histórica de 399 mil inscrições em 2020

O número reflete a enorme escala da iniciativa midiática – que ganhou o apoio de celebridades defensoras dos animais


@veganuary

 

O Veganuary (ou Veganuário) é um evento anual e uma organização global que incentiva as pessoas a experimentarem comida vegana durante  o mês de janeiro, incentivando também, a adoção do estilo de vida vegano.

Neste ano, segundo informações do site Plant Based News desta quinta-feira (30), os  números recordes de inscrições para o evento chegaram a 399.000 até agora – e ainda falta um dia para acabar o mês.

Ainda de acordo com o site, esse número reflete a enorme escala da iniciativa midiática – que ganhou o apoio de celebridades defensoras dos animais, como o ator Joaquin Phoenix, que foi ao ar com o primeiro comercial vegano da TV no Reino Unido.

Postando sobre a quantidade de inscrições, a Veganuary escreveu em seu Instagram: “Você será a nossa 400.000ª inscrição? Você consegue acreditar o quão perto estamos de atingir esse número importante!?”.

E completou: “Vamos lá, nós podemos fazer isso. Você tem um amigo ou membro da família que está pensando em experimentar o Veganuary depois de vê-lo em sua jornada? Não é tarde demais para eles se juntarem a nós!”.

Ainda com relação aos números, o Veganuary registrou aumentos significativos nas inscrições ano após ano, desde a sua primeira apresentação em 2014. Em 2014, mais de 3 mil pessoas participaram do evento. Desde então, a participação disparou, com 12.800 inscrições em 2015, 23 mil em 2016, quase 60 mil em 2017,  168.500 em 2018 e 310 mil em 2019.

Em função da iniciativa, muitos varejistas e lanchonetes lançaram opções veganas em janeiro, em uma tentativa de capitalizar a demanda, como o hambúrguer à base de vegetais da rede de fast food, KFC.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

 


 

​Read More