Notícias

O grupo vegano que mais cresce é o de afro-americanos

Em pesquisa de 2016, a estimativa é de que apenas 3% da população americana adota dietas veganas. Esse mesmo relatório aponta que 8% dos afro-americanos são veganos


 

Beyoncé e Jay-Z/Getty Images

Cada vez mais americanos se inscrevem para desafios como ‘um mês sem carne’, tornando-se adeptos ao veganismo. Ainda assim, apesar do aumento de produtos à base de vegetais, hambúrgueres alternativos, leite não lácteo e sem o destaque para a carne em todos os lugares, existe um número relativamente pequeno de veganos nos Estados Unidos.

De acordo com o The Pew Center, em pesquisa de 2016, a estimativa é de que apenas 3% da população americana adota dietas veganas. Esse mesmo relatório aponta que 8% dos afro-americanos são veganos. Já em pesquisa realizada pela Gallup, e que foi divulgada pelo Washington Post nesta segunda-feira (27), mudanças significativas no consumo de carne foram registradas em 2019. As pessoas brancas comeram 10% menos carne nos últimos doze meses, enquanto pessoas negras comeram 31% menos.

Ainda de acordo com dados desta pesquisa, o segmento que mais cresce na população vegana é o afro-americano. Para Laura Reiley, do Washington Post, este comportamento pode ser resultado da influência de rappers e músicos sobre a comunidade negra, como conta aqui.

Músicos e a dieta vegana

Para explicar a conexão entre o veganismo e a influência de artistas afro-americanos, Reiley conversou com muitas pessoas e o que descobriu foi uma forte ligação: JAY-Z e Beyoncé ofereceram ingressos para seus shows aos fãs que se declararam veganos. Jaden Smith – filho de Will Smith e Jada Pinkett-Smith – frequentemente distribui comida vegana para os sem-tetos em Los Angeles. O rapper A$AP Rocky incluiu letra vegana em sua música mais famosa, ‘Babushka Boi’. O The Beet escreveu cerca de sete rappers sobre o assunto e entrevistou Jermain Dupris, no mês passado, sobre sua longa relação com o veganismo.

Jaden Simith/Getty Images

Enquanto isso, oito dos dez artistas que compõem o grupo Wu-Tang Clan se identificam como veganos ou vegetarianos. A rapper Cardi B lançou sua própria linha de moda vegana. Novamente, JAY-Z e Beyoncé lançaram o ‘22 Days Nutrition’, um programa de planejamento de refeições veganas sofisticado, em parceria com Marco Borges. O site do projeto oferece a opção de comprar os ingredientes e gera receita anual entre 2,5 e 3 milhões de dólares, de acordo com dados obtidos pelo Washington Post.

O veículo também informa que a empresa de capital de risco de JAY-Z, Marcy Venture Partners, investiu um milhão de dólares na Partake Foods, startup de propriedade negra que produz biscoitos veganos sem alérgenos. Ele também investiu na Impossible Foods (que tem hamburgueres de plantas), juntamente com uma série de outras celebridades.

Clima e dieta

Apresentador de uma rádio de Seattle, Keith Tucker fundou o Hip Hop is Green. O grupo divulga o perigo das mudanças climáticas como uma causa para envolver artistas e seus fãs, além disso, Tucker trabalhou com estrelas como Public Enemy e Russell Simmons, vegano desde 1997.

Para ele, KRS-One, membro vocalista do grupo de hip-hop Boogie Down Productions, foi uma inspiração. “Sua música ‘Beef‘, de 1990, influenciou muita gente no hip-hop a pensar sobre o veganismo, na dieta escrava da carne, nos produtos químicos que estavam começando a ser colocados nos alimentos e na ascensão de alimentos altamente processados”, explica.

KRS-One já afirmava, muito antes da internet disponibilizar informações a respeito, que a carne bovina era venenosa. “O homem tem remédios para fazer a vaca engodar mais rapidamente e, assim, ela fica mais doente”, acredita. Ele chama a carne de “a droga número um da rua” e já dizia aos ouvintes, mesmo em 1990, para ler ‘Como comer para viver’, de Elisha Muhammed.

Ainda de acordo com informações colhidas pelo Post, em 2009 Tucker organizou seu primeiro jantar Hip Hop Is Green, reunindo artistas e educadores de hip-hop, com o “objetivo de levar saúde e bem-estar a jovens e famílias em todo o país através de refeições em grupo, com participação de artistas e estrelas”. Em 2015, Tucker produziu o primeiro evento de hip-hop baseado na deita vegana na Casa Branca.

Em pesquisa mais recente, da Nielson, em 2017, foi apontado que 39% dos americanos estão tentando comer mais alimentos à base de vegetais e legumes. Jermaine Dupri, que mora em Atlanta, Geórgia, e publica com frequência sobre o estilo de vida vegano, explica que sua educação teve grande influência em seu estilo de vida saudável. Dupri, por sua vez, influenciou outras pessoas em seu círculo de convivência a comer alimentos veganos. Ele foi a primeira pessoa a entrar na fila para provar o frango à base de vegetais KFC, quando foi inaugurado em Atlanta, sua cidade natal.

Nota da Redação: é importante esclarecer que o veganismo é um termo criado pela The Vegan Society em 1949 para descrever um estilo de vida alinhado com a defesa dos direitos animais. Para esta entidade, o veganismo é “uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade”. O veganismo, em sua raiz conceitual, não se restringe unicamente à dieta, considerada vegetariana estrita, totalmente livre de qualquer produto ou ingrediente de origem animal. No entanto, com a popularização deste estilo de vida e do surgimento de novos termos, como dietas plant basead (baseada em plantas, em tradução literal) e com o aumento considerável do uso do termo “vegano” por celebridades e influenciadores, optamos por reproduzir as mesmas informações fornecidas pelas fontes das matérias.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More