Notícias

Las Vegas ganha seu primeiro supermercado totalmente vegano

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Veg-In-Out Market é o primeiro supermercado 100% vegano a abrir em Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos.

O novo supermercado oferece uma “enorme variedade” de alimentos populares à base de vegetais, incluindo os favoritos locais e algumas “novas descobertas”.

A loja foi fundada para oferecer aos consumidores uma experiência de compra 100% livre de preocupações (origem animal) e baseada em vegetais. O Veg-In-Out oferecerá uma variedade de guloseimas e itens de cozinha nas prateleiras todos os dias. Junk food vegana, congelados e produtos refrigerados pré-embalados estão postados no Instagram oficial da empresa.

“Com o Veg-In-Out Market, esperamos trazer um senso de comunidade entre aqueles que atualmente são veganos, aqueles que estão pensando em se tornar veganos e aqueles que ainda não sabem que são veganos”, disse o co-fundador da empresa, Erik Rogers, em um comunicado.

“Queremos uma zona livre de julgamento”, explicou Rogers. “Todos nós começamos nossa jornada para nos tornarmos veganos de maneiras diferentes e por razões diferentes. A parte importante é que chegamos lá”.

O Veg In-Out Market vende produtos como a massa de biscoito de chocolate sem glúten da Sweet Loren, o café frio Chameleon, a carne vegana da Beyond Meat, o JUST Egg (ovos à base de vegetais), a quiche gigante e as tigelas de café da manhã da Gardein. Atualmente, a Veg-In-Out não planeja vender produtos frescos.

“Uma pequena parte de sua compra vai ajudar animais e aqueles que os amam na área de Las Vegas e em todo o país”, diz Veg-In-Out em seu site. “A estratégia é mudar para atender uma organização sem fins lucrativos diferente a cada mês”.

Demanda crescente por comida vegana

Nos EUA, mais e mais pessoas estão adotando comida vegana para melhorar sua saúde, ajudar o meio ambiente e boicotar a crueldade animal.

Cerca de 80% dos americanos disseram que gostariam de trocar carne por produtos à base de vegetais. O leite vegano já é uma compra básica para 48% dos consumidores americanos – independentemente de sua alimentação.

Las Vegas tem uma cena vegana crescente. Possui um açougue 100% vegetal, um carrinho de cachorro-quente vegano e vários restaurantes veganos, incluindo o American Restaurant & Bar do Big Whisky. O estabelecimento, que lançou um menu vegano no início deste ano, foi o primeiro da franquia a fazê-lo.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Poluição: microplásticos são encontrados no organismo de pinguins da Antártica

Cientistas da Universidade de Coimbra, em Portugal, encontraram microplásticos no organismo de pinguins que habitam a Antártica. O resultado do estudo provou que a alimentação desses animais já está sendo afetada pela poluição gerada pelos humanos.

Foto: Jose Xavier/Divulgação Universidade de Coimbra

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores analisaram 80 mostras de fezes de pinguins da espécie gentoo Pygocelis papua. O microplástico estava presente em 20% delas.

De acordo com o estudo, publicado nesta quarta-feira (2) na revista Scientific Reports, os microplásticos encontrados eram partículas minúsculas de diferentes tamanhos, formatos e cores, o que indica uma variedade do material no território da Antártica. As informações são do jornal Extra.

A quantidade de microplástico encontrada nas fezes dos animais impressionou os cientistas. Isso porque, embora essas partículas já tenham sido encontradas nos oceanos Antártico e Ártico, os especialistas acreditavam que a presença delas na alimentação dos animas ainda fosse bastante reduzida.

Principal autora da pesquisa, a cientista Filipa Bessa, da Universidade de Coimbra, afirmou que “é alarmante que microplásticos já tenham chegado à Antártica”. Bessa disse ainda que que “a variedade de microplásticos encontrados nos pinguins poderá indicar diferentes fontes de poluição e uma difícil solução para este problema”.

Encontrados em praticamente todos os ambientes marinhos do mundo, os microplástico são engolidos pelos animais, o que os adoece e os leva à morte precoce. O resgate de animais marinhos, vivos ou mortos, com plástico no estômago, tem sido cada vez mais comum.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Pobre variedade da comida hospitalar servida ao paciente vegano (Foto: Alexia Carvalho/Facebook)
Notícias

Paciente vegano se ofende com qualidade de comida hospitalar

No hospital Royal Adelaide, na Austrália, um paciente internado pediu por uma comida à base de plantas para se alimentar, e descobriram a péssima qualidade das refeições oferecidas no hospital. Fizeram, então, questão de expressar publicamente suas preocupações.

Pobre variedade da comida hospitalar servida ao paciente vegano (Foto: Alexia Carvalho/Facebook)
Pobre variedade da comida hospitalar servida ao paciente vegano (Foto: Alexia Carvalho/Facebook)

Bailey Thompson era o paciente, com 19 anos, que foi internado por ter quebrado as costelas. Bailey e sua visitante, Alexia Carvalho, solicitaram a opção de jantar vegana, até que receberam no quarto uma xícara de frutas, um pão e um par de pequenas batatas cozinhas. O descontentamento foi tanto que Alexia divulgou a reclamação em uma nota via Facebook.

“É bom saber que vocês se preocupam com seus pacientes que possuem necessidades específicas de dietas”, lamentou Alexia em questão à pouca variedade e descaso da comida servida pelo hospital ao seu amigo. Alexia escreveu, também, um bilhete reclamando do ocorrido para o hospital.

Segundo o The Daily Mail, Thompson, que é vegano, está no hospital depois que quebrou as costelas e teve complicações em seus pulmões, e disse que o paciente já havia perdido 5 quilos em apenas oito dias depois de ser internado.

O bilhete que Alexia deixou ao hospital por não fornecer uma comida à base de plantas de qualidade (Foto: Alexia Carvalho/Facebook)
O bilhete que Alexia deixou ao hospital por não fornecer uma comida à base de plantas de qualidade (Foto: Alexia Carvalho/Facebook)

Thompson diz que refeições menos do que ideais eram servidas comumente durante a sua estada no hospital, descrevendo a comida que haviam lhe servido como desleixada ou mal preparada. Os alimentos em questão foram fornecidas pela empresa de refeições do hospital, a The Spotless Group.

Um representante da Rede de Saúde Local da Central Adelaide se pronunciou ao The Daily Mail: “No momento, estamos investigando o assunto e continuaremos a ouvir o feedback dos pacientes, e trabalhar para garantir que todas as refeições atendam aos padrões esperados pela comunidade.

​Read More