Destaques, Notícias

Cachorra é salva de ser torturada e morta em laboratório de universidade

Por Giovanna Chinellato (da Redação)

Foto: Reprodução/The PETA Files

Sim, papai Noel existe – ao menos para Sheena, uma mestiça adorável que estava prestes a virar objeto de estudo na Universidade de Utah, mas está a salvo agora em um lar de apoio.

A ex-tutora de Sheena, Gayle, relutantemente doou-a para o North Utah Valley Animal Shelter (NUVAS) com esperança de encontrar um novo lar para ela, já que outro cão da casa não a aceitava e Gayle não tinha condições financeiras de manter três cães grandes. Sem o consentimento de Gayle, que visitou o abrigo diversas vezes para ver Sheena, o lugar vendeu-a para laboratórios que fazem experimentos em animais. Um dia, Gayle ligou para o NUVAS para verificar como ia Sheena e descobriu que, sem aviso, a cachorra estava na Universidade de Utah. Quando Gayle perguntou aos funcionários do abrigo o que aconteceria a ela, eles lhe disseram que estavam proibidos de falar sobre isso.

Depois de contatar a universidade para conferir que Sheena ainda estava viva, Gayle imediatamente ligou à PETA e descobriu que cachorros comprados da NUVAS para a Universidade de Utah normalmente acabam mutilados e mortos. Gayle exigiu que o laboratório devolvesse Sheena e, com ajuda da PETA, encontrou um lar de apoio, onde a cachorra irá esperar por um adotante definitivo.

Sheena terá um feliz Natal depois de tudo. Mas muitos, muitos outros não têm essa sorte. A PETA está exigindo que a NUVAS siga o exemplo de todos os outros abrigos no estado e pare de vender animais para experimentos.

As informações são do site da PETA.

​Read More