Notícias

Tucano morre degolado após se ferir com linha de cerol usada em pipa

Foto: Aparecido Brandão/Arquivo Pessoal

Um tucano morreu degolado no bairro Cristo Redentor II, na cidade de Corumbá, na região do Pantanal, no Mato Grosso do Sul. O corpo foi encontrado no último sábado (15).

A ave estava morta dentro de uma serralheria. Ela foi atingida por uma linha de cerol utilizada em uma pipa. O material cortante fere e tira a vida de muitos animais.

Aparecido Brandão, proprietário do estabelecimento, relevou ao G1 que o tucano foi encontrado já sem vida por um funcionário. A ave estava no topo de um pé de laranja, enrolada em uma linha de cerol e com uma ferida no pescoço.

Brandão considera que o acidente com o animal silvestre esteja relacionado ao aumento no número de crianças e jovens soltando pipa na região durante a quarentena. O uso de cerol, no entanto, é proibido por lei.

A Polícia Militar Ambiental (PMA) informou que neste ano duas araras morreram e um periquito ficou ferido após terem contato com linhas de cerol.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Tucano entra em quarto de casa e vídeos sobre a visita inesperada viralizam

Reprodução/Facebook/Beatryz de Sá Costa

Um tucano fez a alegria de uma família ao entrar no quarto de uma casa em Itaipu, Região Oceânica de Niterói, no Rio de Janeiro. A visita inesperada foi registrada em vídeos (veja abaixo) que viralizaram nas redes sociais.

Até o momento, os dois vídeos somados alcançaram 5,6 mil curtidas no Facebook de Beatryz de Sá Costa, de 19 anos. Ela está grávida de José, o dono do quarto no qual o animal silvestre entrou.

A ave havia sido vista na redondeza da casa de Beatryz dias antes. “A gente já tinha visto ele uns 2, 3 dias antes. Depois apareceu ele e mais um, um casal. Eles ficavam na mangueira da vizinha”, afirmou a jovem, em entrevista concedida ao G1.

O animal entrou no cômodo na última semana, por volta das 12h30. Beatryz suspeitou que ele estivesse com fome e tentou alimentá-lo, mas não deu certo. Cerca de 15 minutos depois de entrar no quarto, a ave foi embora.

“Foi surreal. Ele vinha procurando, olhando. Eu falava com ele, ele virava a cabeça como se estivesse entendendo. Foi muito lindo. Pelo o que parecia, ele devia estar com fome”, contou.

Outros animais, como maritacas, araras e um mico-leão, já apareceram nas proximidades da casa da jovem. No entanto, segundo ela, nenhum chegou tão perto quanto o tucano.

A aparição de animais silvestres aumentou em vários pontos do estado do Rio de Janeiro desde que o isolamento social de combate ao coronavírus foi iniciado. Com um menor fluxo de pessoas na rua e, consequentemente, menos ruído, esses animais se sentem mais confortáveis para aparecer em regiões urbanizadas.

Confira os vídeos do tucano:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

‘Bastante abatido’, diz bombeiro sobre tucano resgatado em MS

Foto: Rodrigo Rodrigues/Arquivo Pessoal

Um tucano foi resgatado em uma casa em Nova Alvorada do Sul, cidade localizada a 115 quilômetros de distância de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

O resgate foi realizado no último sábado (10) pelo Corpo de Bombeiros. O animal silvestre deve ficar sob a responsabilidade do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), para receber os cuidados necessários.

Os bombeiros foram acionados através do 193 por uma moradora, que pediu ajuda para o tucano. De acordo com o soldado Thiago Alcântara, que participou do resgate, o animal aparentava estar bastante abatido. Apesar disso, ele não tinha ferimentos pelo corpo.

“Nós fomos acionados e encontramos o animal dentro da residência, aparentemente cansado e bastante abatido. Ele não aparentava nenhum ferimento, mas, ficou ali parado. Nós o colocamos em uma gaiola e o trouxemos para o quartel. Em seguida, ligamos para a polícia ambiental”, afirmou ao G1.

Resgates de animais são recorrentes aos finais de semana, segundo o tenente-coronel Ednilson Queiroz, da Polícia Militar Ambiental (PMA). Cerca de 10 chamados são registrados em Campo Grande para o resgate da fauna silvestre.

No interior do estado, ainda de acordo com o tenente-coronel, resgates também são realizados. Os animais costumam ser encontrados em regiões urbanas das cidades interioranas principalmente por conta das áreas verdes e dos parques lineares.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Tucano encontrado com bico mutilado é resgatado no Tocantins

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Um tucano ferido foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros na quarta-feira (22) em Colinas do Tocantins, na região norte do estado.

O animal silvestre estava com parte do bico mutilada quando foi encontrado. A ave foi retirada de cima de uma árvore localizada no perímetro urbano da cidade.

Visto no início da noite de quarta-feira por moradores, o animal foi salvo após a corporação ser acionada. Segundo informações do G1, o animal estava na Avenida Pedro Ludovico, no Setor Araguaína II.

Durante o resgate, o animal, que estava assustado, tentou voar e pousou no chão. Para salvá-lo, os militares usaram uma rede.

Por volta das 18h, a ave foi imobilizada e transportada até a sede do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), onde será submetido a tratamento veterinário.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Tucano ferido é resgatado por moradores em Três Lagoas (MS)

Um tucano foi resgatado no domingo (12) por moradores de Três Lagoas, cidade situada a 313 quilômetros de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O animal silvestre foi encontrado ferido pelos moradores, que se comoveram com o caso e decidiram ajudar, levando-o até o quartel do Corpo de Bombeiros.

Após chegar ao quartel, a ave foi encaminhada para a Polícia Militar Ambiental (PMA). De acordo com informações do G1, o tucano apresentava um ferimento em uma das asas.

O animal receberá os cuidados médicos necessários. Não foi repassada nenhuma informação acerca da soltura, posterior ao tratamento de saúde, da ave na natureza.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Tucano com prótese 3D no bico se torna símbolo da luta pelos animais na Costa Rica

A repercussão da história da ave levou à aprovação de uma lei que protege a vida selvagem no país


Um tucano resgatado na Costa Rica em 2015, após ter seu bico esmagado, se tornou símbolo da luta pela proteção dos animais no país. A história inspiradora  comoveu a população e, graças à repercussão alcançada, inspirou manifestações e levou à aprovação de uma lei que hoje protege a vida selvagem na Costa Rica.

BBC

A ave, que recebeu o nome de Grecia, teve que ser submetida a uma cirurgia de amputação do bico devido à gravidade do ferimento. As informações são da BBC.

O animal teve uma nova chance na vida graças ao especialista em resgate de animais Ronald Sibaja, que estava determinado a salvá-lo e, para isso, contou com a ajuda de empresas de impressão em 3D.

A ave recebeu, então, um bico feito através de uma prótese 3D e retomou sua qualidade de vida, tendo até encontrado uma companheira


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Homem é multado em R$ 260 mil por aprisionar animais ameaçados de extinção

Um homem foi preso e multado em R$ 260 mil por maltratar animais ameaçados de extinção, aprisioná-los em cativeiro e por introduzir e reintroduzir espécies sem autorização. O caso aconteceu em Itanhaém (SP).

Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

O infrator mantinha 70 animais presos de 63 espécies diferentes. No local, a Polícia Ambiental encontrou araras, tucanos, agapornis, calopsitas, periquitos australianos, red humpeds, papagaios, pintagols e outros animais. As informações são do G1.

Além dos animais, os policiais encontraram no local uma pistola com carregador e onze munições. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Itanhaém.

Apesar do crime, os animais permaneceram sob a guarda provisória do infrator por conta da falta de logística apropriada para resgatá-los e abrigá-los em local adequado, segundo informações da polícia.

tucano-cativeiro
Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Mais de dois milhões de animais morrem atropelados todos os anos no Brasil

Por Rafaela Damasceno

Mais de dois milhões de animais – grandes ou médios – morrem atropelados todos os anos no Brasil. Os dados foram feitos para uma pesquisa de pós-doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais.

Um tucano na estrada, morto
Foto: Agro News Brasil

A pesquisa ocorreu entre agosto de 2018 e junho de 2019 e investigou estradas, rodovias e ferrovias em quase cem parques nacionais e outras áreas de conservação estaduais, municipais e federais.

“O objetivo foi realizar um diagnóstico nacional do efeito de rodovias e ferrovias nas Unidades de Conservação. Além de coletar dados sobre atropelamentos de fauna selvagem, avaliar medidas de mitigação e coletar amostras de tecido de animais afetados por atropelamentos, realizamos ações de educação ambiental e promovemos cursos e palestras“, disse o professor da Universidade Federal de Lavras (UFLA) e pesquisador responsável pela Expedição Alex Bager.

Um tamanduá morto na estrada após ter sido atropelado
Foto: Agro News Brasil

Segundo o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas, da UFLA, cerca de 2.163.720 animais médios e grandes são atropelados no país, por ano, até mesmo dentro das áreas protegidas. Se os animais pequenos forem somados ao total, assim como aqueles atropelados fora de unidades de conservação, o número chega a 450 milhões.

Estudos serão feitos para descobrir como os atropelamentos podem afetar as espécies a curto e longo prazo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Hospital veterinário de universidade registra aumento de animais baleados no DF

O Hospital Veterinário da Universidade de Brasília (UnB) registrou um aumento no número de animais baleados no Distrito Federal e no seu entorno. Cinco aves e um macaco foram resgatados nos últimos 30 dias após serem atingidos por projéteis de chumbo. Deles, apenas um tucano e um carcará sobreviveu.

Todos os animais, encontrados em áreas urbanas de Taguatinga, Cidade Ocidental (GO) e Valparaíso (GO), estavam com membros fraturados. “Foram dois carcarás, um papagaio-galego, um falcão quiriquiri, um tucano e um sagui-de-tufos-pretos”, explicou a médica veterinária Júlia Vieira Herter, residente em clínica e cirurgia de animais silvestres.

Foto: Arquivo Pessoal

No caso do tucano, que sobreviveu, um projétil de chumbo ficou alojado em sua cabeça. Outro sobrevivente, o carcará aguarda cirurgia para remoção de parte da asa, alvejada por um tiro. As informações são do portal Metrópoles.

“É possível encontrar esses animais em propriedades particulares, na área urbana. Não acho que alguém cace os animais para comer, então só consigo imaginar que o pretexto é diversão”, lamentou Júlia. Ela disse ainda que outros casos com indícios de caça chegaram ao hospital, mas que a instituição ainda não compilou os dados.

Em junho, moradores de Águas Claras denunciaram um caso em que patos e gansos do parque ecológico da região administrativa foram mortos. Na época, a superintendente de Unidade de Conservação do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Rejane Pieratti, levantou a hipótese de que pessoas mataram os animais após pular o muro do local. Segundo ela, o caso foi pontual e seria investigado pela polícia ambiental.

A caça e a manutenção de animais silvestres em cativeiro é proibida por uma lei de 2007. Caçadores podem ser punidos com multas e processo judicial por maus-tratos.

O Hospital Veterinário da UnB pede que a população denuncie a caça de animais silvestres através da ouvidoria do governo, no número 162, ou pelo número 197, da Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (Dema).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Homem é denunciado por matar e decapitar um tucano no interior de SP

Moradores da cidade de São João da Boa Vista, no interior do estado de São Paulo, denunciaram um vendedor de artesanato, de 40 anos, por matar e decapitar um tucano na segunda-feira (18).

À Polícia Militar, os moradores afirmaram que o homem cometeu o crime ambiental na Praça Central. O corpo e a cabeça do tucano foram encontrados pelos policiais em um espaço com vegetação do local. As informações são do portal G1.

Diante da situação, a Polícia Ambiental também foi acionada e, ao chegar na praça, autuou o vendedor pelo crime de maus-tratos a animais seguido de morte. O homem foi encaminhado para o Plantão Policial e, após prestar depoimento, foi liberado. Ele responderá pelo crime em liberdade.

De acordo com a Lei de Crimes Ambientais, nº 9.605/98, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos pode resultar em prisão de 3 meses a um ano e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço em caso de morte do animal.

No entanto, por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo, o agressor não é preso e a pena costuma ser substituída por outras punições, como prestação de serviços à comunidade.

Em dezembro de 2018, o Senado aprovou um projeto de lei que aumenta a pena para maus-tratos a animais para até quatro anos, com possibilidade de aumento de até um terço – o que corresponde a mais de um ano – se o animal morrer. A proposta tramita na Câmara dos Deputados atualmente.

​Read More
Notícias

Tucano é resgatado ao ser encontrado sem alimento em gaiola

Tucano foi encontrado em gaiola sem alimento em propriedade na Serra do Mar — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Um tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus) foi resgatado por policiais militares ambientais em Peruíbe, no litoral de São Paulo, após constatado maus-tratos. A ave foi encontrada em uma gaiola, sem espaço suficiente e sem alimento, em uma propriedade no Parque Estadual da Serra do Mar.

O flagrante ocorreu durante patrulhamento de rotina e resultou em multa de R$ 6 mil ao responsável pela captura e por manter a ave silvestre em cativeiro. Ele também deverá responder criminalmente por maus-tratos, uma vez que o animal estava desidratado em condições precárias em uma pequena gaiola exposta ao sol.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, o tucano recebeu os primeiros cuidados dos agentes. Em seguida, a ave foi transportada até o Centro de Pesquisa e Triagem de Animais Selvagens (Ceptas) em Cubatão (SP), onde deverá se recuperar e médicos-veterinários vão avaliar a possibilidade de devolução à natureza.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Casal é multado em R$ 14 mil por transportar macaco e tucano

Um casal foi multado em R$ 14 mil ao ser flagrado transportando um filhote de tucano e outro de macaco em Bauru, no interior de São Paulo. O flagrante foi feito na última quinta-feira (13) durante fiscalização de combate ao tráfico de drogas feita pela Polícia Rodoviária no quilômetro 342 da Rodovia Marechal Rondon. O casal estava num ônibus que ia de Foz do Iguaçu para Ribeirão Preto.

Foto: Polícia Rodoviária / Divulgação

O tucano estava dentro de uma bolsa e o macaco estava enrolado em um cobertor. Eles ficarão sob a responsabilidade do Centro de Medicina e Pesquisas em Animais Selvagens (Cempas) de Botucatu (SP). As informações são do portal G1.

A Polícia Ambiental foi informada sobre o crime e multou cada infrator em R$ 6 mil por maus-tratos a animais e em R$ 1 mil por transporte de animais silvestres.

Foto: Polícia Rodoviária / Divulgação
​Read More