Notícias

Prefeitura de Torrinha (SP) encerra presépio com animais vivos e pede desculpas

Após uma forte repercussão negativa, a Prefeitura de Torrinha (SP) voltou atrás e encerrou um presépio que exibia animais vivos em uma praça pública da cidade.

Além dos maus-tratos intrínsecos à exposição de animais para fins decorativos, os animais – cinco ovelhas, uma vaca, um bezerro e um jumento – eram mantidos sob sol forte por horas, segundo denúncias de moradores.

Fotos mostram animais sob o sol | Divulgação

A ANDA publicou uma matéria nesta terça (12) e fez um apelo ao prefeito da cidade, pedindo o fim da exploração dos animais e uma atitude consciente que demonstrasse compaixão e repeito por estes seres indefesos.

Felizmente fomos surpreendidos positivamente com um rápido posicionamento da prefeitura em nome do prefeito Ronaldo Gasparelo (PV).

Confira abaixo a nota na íntegra:

“Erramos.

Os animais foram retirados no domingo à tarde (houve um atraso sim, e este foi um erro);

Os animais seriam utilizados apenas para a encenação teatral/natal, mas este também foi um erro, pois animal não deve ser considerado enfeite;

Somos contrários aos maus-tratos contra os animais, entendemos a sensibilização de todos, que embora não soubessem como estavam sendo cuidados estes animais (e aqui já dissemos que estavam alimentados, hidratados, próximos de seus donos), não queremos e não apoiamos maus tratos.

E é inconcebível a presença dos mesmos no sol, seja qual for a circunstância.
Embora a responsabilidade desse fato não seja diretamente minha, Ronaldo Gasparelo, aqui em nome da Prefeitura Municipal, e de todos funcionários que não só honram seu ofício, mas também trabalham arduamente para construir uma cidade melhor, reitero meu PEDIDO DE DESCULPAS a todos.

Função principal de um homem público e gestor municipal é sem dúvida cuidar e zelar bem pelo seu município, suas pessoas, os seres vívidos e o meio ambiente. E assim fazemos. Reconhecer nossos erros, valorizar nossos acertos, aprendemos.

Este é dom que Deus nos conceder, evoluir sempre.

Forte abraço a todos, seguimos em frente.

Prefeito Ronaldo Gasparelo”.

Nota da Redação: consideramos louvável a atitude do prefeito em reconhecer que expor animais ao sol e tratá-los como coisas ao reduzi-los a condição de decoração é uma prática exploratória que se caracteriza como maus-tratos. Esperamos ainda que a sensibilidade dele em relação aos animais não se limite a esse caso em específico, para que assim ele possa utilizar seu cargo em prol da causa animal ao trabalhar pela criação de políticas públicas que garantam direitos aos animais. Torcemos também para que a atitude do prefeito seja vista como exemplo para que outras cidades possam também reconhecer seus erros com os animais e passem a tratá-los daqui para frente como sujeitos de direito.

​Read More