Notícias

Caminhão tomba e 20 bois são assassinados em Piracicaba (SP)

Um caminhão que transportava cerca de 20 bois tombou na segunda-feira (30) na rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), em Piracicaba. O motorista nada sofreu, mas pelo menos 20 bois foram assassinados após o acidente.

Gado, segundo a polícia, foi morto porque havia risco de escapar e invadir a rodovia. (Foto: Christiano Diehl Neto)
Segundo a polícia, bois foram mortos porque havia risco de escaparem e invadirem a rodovia – (Foto: Christiano Diehl Neto)

O caminhão trafegava pela pista, sentido Santa Bárbara D’Oeste – Piracicaba, foi atingido na lateral por outro caminhão e tombou no acostamento. O motorista que causou o acidente não parou.

Cinco animais escaparam ilesos, mas foram resgatados. Os outros, que permaneceram dentro da carroceria para o transporte, foram mortos junto com eles.

Segundo alegou o delegado Ruy Luiz Ramires, se  os bois, que já seguiam para o matadouro, não fosse mortos, ao desvirar o caminhão eles ficariam agitados e poderiam quebrar a grade correndo para o meio da pista.

Segundo a polícia, funcionários de um frigorífico vieram até Piracicaba para matar os animais. Após o registro da ocorrência, o motorista foi liberado. O causador do acidente não foi encontrado. Também não se sabe se alguém anotou a placa.

Sequestro
Guardas civis da Patrulha Rural de Piracicaba recuperaram, na estrada Piracicaba – Anhembi, 17 vacas que foram sequestradas de uma fazenda de Botucatu no dia 15 de agosto. No dia 19 do mesmo mês, outras cinco vacas foram levadas de sua propriedade.

Ao passar pelo sítio em Piracicaba, o fazendeiro reconheceu quatro vacas, todas paridas e com bezerros. O sitiante disse que apenas emprestou o local para um desconhecido. Inclusive, em outra ocasião, o desconhecido deixou mais 30 animais lá. O caso será esclarecido pela polícia.

Fonte: IG

Nota da Redação: Como se não bastasse o fato de os animais serem explorados pela cruel indústria da carne, condenados a uma vida de angustia e sofrimento, eles ainda são obrigados a fazerem viagens, sempre confinados, correndo diversos riscos nas mãos de irresponsáveis e cruéis transportadores, que não carregam vidas, mas sim cargas. A vida desses seres inocentes poderia ter sido interrompida por um acidente fatal, mas, após se salvarem de uma morte acidental, foram assassinados para “evitar problemas”. Tudo isso poderia ser evitado se as pessoas que consomem carne simplesmente tivessem a consciência do quanto os animais são torturados pela indústria que mata milhões, todos os anos, para alimentar um gosto cruel e ignorante. 

​Read More