Notícias

Cachorro perde 30 kg e morre após ser maltratado por adotante

Um cachorro morreu após ser vítima de maus-tratos por seu novo tutor, que o adotou através da ONG Toca Segura, em Brasília. Grandão, que foi entregue ao adotante pesando 49 kg, perdeu 30 kg em três meses. Debilitado, ele foi resgatado pela entidade, mas não sobreviveu.

Reprodução/Instagram

Após a adoção, os voluntários da ONG fazem visitas periódicas ao animal. O tutor de Grandão, no entanto, negou-se a receber a visita dos voluntários, que passavam a pedir para o homem devolver o cachorro. Sem sucesso, os membros da ONG acionaram a Justiça, que concedeu a guarda do animal.

De acordo com a coordenadora de relações públicas da ONG, Danielle Mansur, o cão foi resgatado com anemia severa e doença do carrapato. “Tivemos de encomendar bolsas e fazer uma transfusão”, disse Danielle, em entrevista ao portal Metrópoles. “Não houve um dia sequer que não nos oferecêssemos para pegar o Grandão de volta”, completou.

O cachorro estava saudável quando foi doado. Após ser retirado do tutor, não conseguia sequer ficar em pé.

Reprodução/Instagram

Nesta quinta-feira (28), a Toca Segura fez uma publicação em rede social para anunciar a morte do cachorro, que sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

“É com o coração sangrando que viemos contar que o Grandão acabou de falecer, virou uma estrelinha. Estamos devastados”, escreveu a entidade. “Com relação ao caso em si, tudo está sendo conduzido pelos advogados, seguindo os trâmites legais”, completou.

Reprodução/Instagram

“Nosso maior desejo agora é que o caso do Grandão sirva de alerta e exemplo, para que nenhum outro animal tenha destino similar. Animais não são objetos: têm sentimentos, sofrem, são sensíveis, merecem ser cuidados e amados, e, acima de tudo, merecem respeito”, disse.

Apesar do cachorro não ter sobrevivido, a entidade gastou mais de R$ 3 mil para tentar salvá-lo e agora arrecada fundos para quitar a dívida. Interessados em colaborar devem entrar em contato com os voluntários pelo Instagram da ONG.

Reprodução/Instagram

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More