Notícias

Atriz Tiffany Haddish provoca reação da PETA após revelar que planeja usar pele animal diariamente

A atriz, de 39 anos, recebeu um colete de pele como presente de uma fã e fez um vídeo com ele no Instagram revelando que iria usá-lo para fazer uma declaração.

“Estou prestes a começar a protestar. Vou usar peles todos os dias até que parem de matar pessoas negras”, disse Tiffany Haddish .

Quando a polícia parar de matar pessoas negras, vou parar de usar peles. Desculpe, PETA. Não fique com raiva de mim, fique brava com a polícia.

Foto: Reprodução | Instagram

 

A PETA criticou a ideia, respondendo nos comentários: “Nós amamos você, Tiffany, e como uma organização de defesa dos direitos animais, defendemos e acreditamos na gentileza para com todos, incluindo animais.

“Esperamos que você opte por protestar de uma maneira diferente, que não prejudique nenhum ser humano ou animal, e que seja gentil com todos <3”.

A crueldade das peles

Polêmicas sobre a indústria de peles já tomaram conta do mundo e a conscientização dessa barbárie, aos poucos, também.

As fazendas produtoras de peles são verdadeiras fábricas de tortura e sofrimento. Milhares de animais são mortos todos os anos “vítimas da moda”.

Raposas, martas, chinchilas, coelhos, guaxinins, furões, entre tantos outros animais são condenados a uma morte brutal para que as suas peles e pelos sejam usados em casacos, coletes, relógios, sapatos, malas, brincos e em várias outras peças de roupa e acessórios.

Recentemente, grifes famosas anunciaram que deixaram de usar peles animais em suas coleções como Chanel, Gucci, Versace e Michael Kors.

Opções sustentáveis e sem sofrimento animais também surgem como saída para abandonar esta prática abominável. Couros feitos a partir do linóleo – mais suaves que os verdadeiros, peles sintéticas e lãs à base de fibras de coco são algumas delas.

​Read More