Notícias

Porshe lança modelo de carro elétrico com interior de couro vegano

Novo Porsche elétrico pode ser encomendado com um interior de couro vegano | Foto: Livekindly
Novo Porsche elétrico pode ser encomendado com um interior de couro vegano | Foto: Livekindly

O novo carro elétrico da Porsche, o Taycan, tem opção de interior em couro vegano.

A fabricante de automóveis alemã anunciou que seu próximo modelo Taycan terá duas opções: o curtido Club Leather e uma versão vegana com microfibra Race-Tex, um tecido parcialmente feito de fibras recicladas de poliéster.

O couro sem crueldade gera 80% menos CO2 para ser produzido do que seu equivalente de origem animal, de acordo com a Porsche.

O piso do Taycan contará com fibra reciclada Econyl, que é feita a partir de redes de pesca recicladas. Um número crescente de empresas está tomando medidas para reduzir itens plásticos de uso único, como canudos e sacolas plásticas, no entanto, quase metade dos resíduos plásticos encontrados no mar são redes de pesca abandonadas.

Carros veganos chegam ao mercado

O novo carro elétrico livre de couro animal da Porsche mostra que a empresa automobilística vem se preparando para competir com a Tesla, que trabalha há anos para oferecer opções veganas aos compradores de carros.

A Tesla introduziu uma opção de assentos de couro vegano no mercado em 2015 e, no ano seguinte, a empresa removeu completamente os assentos de couro de seus carros. O fabricante de carros elétricos ainda usa couro de origem animal para seus volantes, no entanto, foi divulgado em junho que os carros elétricos Modelo Y e Modelo 3 serão totalmente veganos até 2020.

O novo carro Taycan que tem uma opção de interior de couro vegano | Foto: Porsche
O novo modelo, Taycan, que tem uma opção de interior de couro vegano | Foto: Porsche

A Tesla e a Porsche não são as únicas empresas que avançaram no mercado de carros livres de couro. O próximo carro elétrico de cinco portas da Volvo, o Polestar 2, terá um interior totalmente vegano, e a Nissan revelou um novo design em potencial para um carro elétrico que vem completo já com couro vegano de fábrica.

O próximo modelo Subaru 2020 Outback estará disponível com assentos veganos impermeabilizados que são ainda mais fortes do que couro, e a fabricante de carros de luxo Bentley introduziu recentemente um conceito de carro elétrico que apresenta materiais sustentáveis como o couro vegano. O couro sem animais é fabricado na Itália a partir de restos de uvas de fabricantes de vinho.

O novo carro elétrico da Volkswagen, o ID. Roomzz, inclui assentos vegan feitos a partir de resíduos de suco de maçã.

Elon Musk, CEO da Tesla, não vê essas empresas como concorrentes. Em vez disso, ele permanece focado na missão maior em jogo: criar veículos ecológicos para as massas. Em um Tweet de 2014, Musk disse: “Nossa verdadeira concorrência não é o pequeno fluxo de carros elétricos que são da Tesla sendo produzidos, mas sim a enorme inundação de carros a gasolina saindo das fábricas do mundo todos os dias.”

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Tesla cria ‘modo cachorro’ para cuidar de animal quando tutor sair do carro

A empresa automotiva Tesla criou um sistema chamado “modo cachorro” por meio do qual animais poderão ser deixados sozinhos dentro de automóveis sem que corram risco de morte. Apesar do nome, o sistema também servirá para gatos. A ideia é uma solução para casos em que vidros dos carros são quebrados por pessoas preocupadas com o bem-estar de animais deixados no interior dos veículos.

(Foto: Reprodução / YouTube)

Através do sistema, é possível definir uma temperatura personalizada para que o animal fique confortável e adicionar uma mensagem para avisar às pessoas que o tutor voltará em breve. As informações são da Época Negócios.

O “modo cachorro” está disponível nos veículos Model 3 vendidos nos Estados Unidos, de acordo com o site Fast Company. Os veículos Model S e Model X fabricados depois de agosto de 2017 também devem receber a atualização para que os motoristas possam desfrutar do novo sistema.

Cadela é salva à beira da asfixia

A ausência de dispositivos como o criado pela Tesla, para manter os animais em segurança dentro de veículos, somada à irresponsabilidade de alguns tutores, coloca a vida dos animais em risco. Na Espanha, uma cadela da raça pit bull deixava sozinha em um automóvel fechado foi resgatada à beira da asfixia. O resgate foi feito pela Guarda Civil.

A cadela apresentava sinais de fraqueza e desidratação. As autoridades fizeram chamadas através de um megafone, na esperança de que o proprietário do veículo estivesse perto da área. No entanto, como não viram os resultados, decidiram agir.

Os oficiais quebraram uma das janelas de vidro do carro para resgatar a pit bull em sofrimento. Em seguida, deram um pouco de água a ela e a levaram para a Sociedad Protectora de Animales de Vinalopó.

 

​Read More
Notícias

Fabricante de automóveis deve lançar ‘modo cão’ para manter animais seguros

Todos os anos são registrados casos de pessoas que deixam um cão dentro do carro quando vão às compras ou a outro lugar “rapidinho”. Com o calor, os animais são expostos a terríveis momentos de desidratação, muitos não suportam e morrem. A Tesla quer também ter aqui uma solução para oferecer.

Depois de um dono do Model 3 ter dado uma sugestão no Twitter, o CEO da Tesla, Elon Musk, concordou que a empresa deveria lançar um “modo de cão” para manter os animais seguros e refrigerados dentro dos veículos da Tesla.

(Foto: Divulgação / Imagem Ilustrativa)

A empresa de Elon Musk está sempre atenta ao que os seus utilizadores sugerem. Já no passado, a Tesla atualizou o seu software para ajudar na segurança de crianças ou animais com o recurso Cabine Overheat Protection (Proteção do superaquecimento do habitáculo), lançado em 2016.

Quando foi lançado este recurso, a fabricante dos carros elétricos descreveu-o no seu software v8 como: “numa medida de segurança do setor, também estamos introduzindo o Cabine Overheat Protection, focado na segurança infantil (e animal). Este recurso mantém o carro numa temperatura segura durante horas, mesmo quando o carro está desligado. Este recurso só é possível graças a um veículo elétrico com baterias de grande tamanho exclusivo da Tesla”.

Agora parece que a Tesla vai desenvolver este recurso para criar um recurso ‘modo cão’ por sugestão do utilizador do Twitter Josh Atchley:

Atualmente, os Tesla trazem um sistema que já permite manter dentro do carro pessoas ou animais em segurança, evitando que estas sejam sujeitas a condições extremas de calor. Contudo, o fato de ter um cão dentro de um carro fechado poderá levar a que os transeuntes possam entender haver problemas e, como tem sido hábito, possam partir os vidros ou chamar as autoridades para “salvar” os animais (ou até crianças).

Para combater este possível excesso de zelo, até porque o cão pode estar dentro do carro e com uma temperatura fresca, o utilizador no Twitter sugeriu que fosse adicionada uma mensagem no ecrã central, que é muito visível no Modelo 3, para que as pessoas saibam que o cachorro está bem.

Outro usuário do Twitter também se juntou ao diálogo e sugeriu tornar visível a temperatura interna para tranquilizar os transeuntes. Musk concordou:

Como é natural, ainda não há cronograma sobre o lançamento deste recurso. Musk tem recebido muitos pedidos de recursos dos proprietários nos últimos meses, como um “modo de desvanecimento” no painel central e o CEO disse que serão lançados em versões futuras do software v9, que começou a ser lançado no início deste mês.

Fonte: Pplware

​Read More
Notícias

Companhia de automóveis inova ao lançar modelo vegano

Redação ANDA – Agência de Notícias dos Direitos Animais

Reprodução/NBCNews
Reprodução/NBCNews

O protótipo Model X, da Tesla Motors, parece algo do futuro e pode ser mesmo. A primeira SUV quatro por quatro totalmente elétrica pode atingir 60 milhas por hora em 3.2 segundos e uma velocidade máxima de 155 milhas por hora. E agora é possível adquirir o veículo com seus sete assentos revestidos de couro sintético.

Muitos carros de luxo possuem bancos de couro, mas mesmo que uma pessoa tenha condições de comprá-los, talvez ela não queira que o veículo seja forrado com pele animal. Essa é uma questão importante para veganos.

Durante décadas, as opções livres de couro na indústria automobilística foram limitadas. De um modo geral, os compradores que tentavam evitar o uso de produtos animais nos seus carros tinham que se contentar com modelos básicos com assentos de pano e volantes de plástico. Com a chegada de novas opções como motores melhores, bancos aquecidos ou atualizações no painel, os consumidores são cada vez mais induzidos a escolher assentos de couro.

Por isso a Tesla Motors inovou oferecendo seu novo modelo X SUV em uma versão totalmente vegana, incluindo assentos de couro sintético, volante e câmbio.

A empresa lançou a novidade depois de receber críticas por parte de potenciais clientes, que acreditam que a postura ecologicamente correta da marca não fazia sentido se os carros incluíam produtos de origem animal.

De acordo com a Organização para Alimentação e Agricultura das Nações Unidas, a pecuária é responsável por cerca de 14,5% de todas as emissões de gases de efeito estufa causadas por seres humanos. Os críticos argumentaram que o uso contínuo de couro pela Tesla iria perpetuar a necessidade de mais gado, o que iria agravar a liberação de gás.

Outra informação surpreendente é que o grupo PETA é acionista da Tesla Motors. No encontro anual da companhia, em junho do ano passado, a própria PETA solicitou que a Tesla oferecesse couro vegano no revestimento dos veículos.

“Ao oferecer um carro 100% livre de couro, a Tesla está impulsionando seu negócio ecologicamente correto ainda mais “, disse em comunicado o vice-presidente executivo da PETA Tracy Reiman. “A PETA pode agora promover a Tesla como uma marca de veículos de alta qualidade, cujos assentos livres de crueldade são tão gentis com o meio ambiente quanto seus motores.”

​Read More