Notícias

Homem usa crânio de cão da raça pug para expor crueldade do comércio de animais

Um usuário do Imgur, identificado como NoNienNietNon, usou imagens de crânios de cachorros para expor a crueldade do comércio de animais. O objetivo do homem era convencer um amigo a não comprar um cão da raça pug, animal que sofre bastante devido a características próprias da raça.

Crânio de pug – Foto: NoNienNietNon/Imgur

“Esse é o crânio de um terrier (mais ou menos do mesmo tamanho que um pug)”, escreveu o rapaz ao publicar a foto do crânio. “Estes são crânios de pugs. ISSO É CRUELDADE ANIMAL”, completou, usando imagens de crânios de cães da raça. As informações são do Hypeness.

“Meu amigo realmente ama cães com cara achatada e estava falando sobre comprar um puro-sangue de um criador“, escreveu no Imgur ao justificar o motivo que o levou a publicar as fotos.

“Esse é o crânio de um terrier (mais ou menos do mesmo tamanho que um pug)” – Foto: NoNienNietNon/Imgur

As imagens mostram que os crânios dos pugs não têm um formato normal. A raça costuma apresentar múltiplos problemas de saúde e, segundo reportagem do The Guardian, esses animais podem morrer até quatro anos antes quando comparados a cães de outras raças.

A tentativa do homem, no entanto, não funcionou. O amigo dele insistiu na compra de um pug. A publicação, porém, pode comover outros internautas, levando-os a entender que comprar um cachorro não é uma prática correta, especialmente quando ele está condenado a sofrer por ser como é.

Crânio de pug – Foto: NoNienNietNon/Imgur

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Você é o Repórter

Staffordshire bull terrier aguarda por adoção em São Paulo (SP)

danielacosme30@hotmail.com

unnamed unnamed (1)

Este cão de raça, chamado Thor, foi encontrado na rua mas seu tutor não foi localizado. Assim, ele está para adoção, porém, como estava ferido, provavelmente atropelado, e precisava ser castrado, o valor gasto pelos procedimentos deverá ser reembolsado a suas protetoras que não têm condições de pagar, já que cuidam de muitos animais.

Thor tem aproximadamente um ano e meio, é super dócil e se dá bem com outros animais.

Contato: 11 986188343 – Daniela ou 11-2038-1552- Francinete/e-mail: danielacosme30@hotmail.com

​Read More
Você é o Repórter

Simpático cachorrinho espera por adoção em São Paulo

Selma
selmaegrei@gmail.com

Foto: Divulgação

Billy tem apenas 9 meses, é um mestiço de terrier e tem 4 quilos. É um cão dócil e tranquilo, que está à espera de um lar. Seria Billy seu futuro amigo?

Ajude a divulgá-lo, por favor. Interessados, favor entrar em contato.

Contatos: Selma – E-mail: selmaegrei@gmail.com ou Elenice – E-mail: elenicepaes@yahoo.com.br

​Read More
Você é o Repórter

Procura-se mestiça de terrier que foi pega em porta de supermercado no bairro de Pirituba em SP

Marcia Fernandes
marciafernandes.29@hotmail.com

Procura-se, Capitu, mestiça de terrier. Ela foi resgatada por um rapaz em um peugeot prata, em Pirituba, na porta do supermercado Takara, na avenida Mutinga, 2.300, no dia 06 de maio, por volta das 19h.

Há 4 anos ela foi resgatada prenha das ruas e desde então mora na casa com suas filhas. Ela deve estar muito triste e suas filhas sentem muito a falta dela. Ela tem muito medo de fogos.

Contato: (11) 8965-7405 / 2387-6297

​Read More
Notícias

Bombeiros são chamados para resgatar cão dentro da geladeira


Resgatar animais em situação complicada é uma atividade corriqueira na vida de bombeiros. Mas os profissionais de Yuma (Arizona, EUA) receberam um chamado inusitado: resgatar um cachorro de dentro de uma geladeira!

Os bombeiros encontraram o terrier ao fundo de uma das prateleiras do refrigerador. Ele se recusava a sair, o que impedia que os moradores fechassem a porta. Os residentes contaram que o cão, que não faz parte da família, entrou na casa pela porta da frente e se aproveitou de um descuido para se entrincheirar na geladeira. Eles contaram que tentaram retirar o cachorro, mas sempre que se aproximavam ele rosnava e reagia.

O cachorro também enfrentou os bombeiros, mas eles, usando roupa especial, conseguiram retirar o terrier do local.

Os bombeiros foram informados pela Humane Society que o cão combinava com a descrição de um cachorro desaparecido na mesma região. Com base nas informações passadas pela Humane Society, os bombeiros foram ao apartamento do provável tutor para tentar devolver o cachorro, mas ninguém atendeu a porta.

No dia seguinte, o cão finalmente voltou para a segurança de sua casa e tutor.

Fonte: Yuma Sun

​Read More
Você é o Repórter

Mestiço de poodle com terrier aguarda adoção em São Paulo (SP)

Sonia Regina Souza Dintof
soniadintof@yahoo.com.br

Eu sou o Tob. Sou alegre, companheiro e comportado. Cheguei para fazer parte da sua família.

Estou com 7 meses, aproximadamente. Sou mestiço de poodle com terrier, tenho pelo liso e macio e ficarei de porte médio.

Serei doado com termo de responsabilidade onde constará a obrigatoriedade de vacinação e castração.

Se tiver interesse, por favor, entre em contato com minha tutora Beth.

Contato:

Beth
(11) 6555-7749 / 3969-0566 (a noite)

Sonia
(11) 9645-2920

​Read More
Você é o Repórter

Terrier de 8 meses precisa de um novo lar em SP

Fabiana
ghatyh@yahoo.com.br

Eu sou o Bruce – um verdadeiro cavalheiro.

Tenho 8 meses, sou castrado, vacinado e vermifugado. Tenho porte pequeno/médio.

Sou alegre, brincalhão, carinhoso, dócil e lindo.

Já passei maus pedaços neste espaço curto de vida que tenho.

Quero viver intensamente uma vida feliz ao seu lado.

Deixe o espírito de natal invadir seu coração! Adote um animal de estimação.

Contatos
Sonia
(11) 2911-0271
(11) 9645-2920

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

Mulher atira cão de uma picape nos Estados Unidos

Por Raquel Soldera (da Redação)

Uma jovem de 21 anos é acusada de crueldade animal depois de supostamente ter atirado um cachorro de um veículo no sábado (19), de acordo com uma testemunha e relatórios policiais.

Robert Rylance disse que estava olhando pela janela do segundo andar da sua casa quando viu uma picape parar e uma mulher jogar um terrier do veículo. Ele disse que gritou para sua esposa e desceu as escadas. “No momento em que eu cheguei lá embaixo, ele foi atropelado”, disse Rylance. O incidente ocorreu por volta das 10h30 da manhã. “Eu estava tremendo feito louco”, disse Rylance.

John Koski, um detetive da Polícia de Ashtabula, em Ohio, Estados Unidos, disse que Rylance forneceu uma excelente descrição do veículo e da pessoa. Os policiais foram ao local e tiraram fotos dos restos mortais do cachorro.

A polícia conversou com uma jovem suspeita que combinava com a descrição, mas a pessoa negou qualquer envolvimento.

“Não há nenhuma acusação formal ainda, mas eu imagino que a suspeita vai ser indiciada por crueldade animal. É revoltante o que aconteceu com esse cachorrinho”, disse ele.

Com informações de Star Beacon

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

Homem joga dois cães em um lago na Flórida para se vingar de sua mãe

Por Karina Ramos (da Redação)

Um homem da Flórida, que estava bravo com sua mãe, tentou afogar seus dois cachorros em um lago próximo, em Pompano Beach, nos EUA, arremessando-os na água, confinados em seus caixotes.

Um funcionário do Controle Animal conseguiu salvar um dos cães, um mestiço de terrier. O segundo animal, uma miniatura de pinscher que estava grávida, afundou e morreu afogada.

“Esta é uma atitude desprezível”, disse a porta-voz da cidade, Sandra King. Ela disse que uma testemunha chamou as autoridades após ter visto um homem levar os caixotes para o lago e arremessá-los. Ela disse que um funcionário do Controle Animal, que também é mergulhador, retirou os cães de 4,5 metros de profundidade.

Xerifes prenderam Deangelo Veus, 29 anos, que foi preso sob duas acusações de crueldade contra animais. De acordo com o Departamento de Correções da Flórida, Deangelo já havia passado 19 meses na prisão por assalto, porte ilegal de arma de fogo e por dirigir com a carteira de habilitação suspensa.

Deangelo Veus, o assassino
Deangelo Veus, o assassino

Fonte: Ohmidog!

​Read More
Notícias

Casal de americanos é acusado de maus-tratos contra cão de estimação

Por Karina Ramos (da Redação)

Um casal de Bellingham (Estados Unidos) foi acusado por crueldade animal após o incidente que uma veterinária classificou como um dos piores que ela já presenciou. O idoso cão chamado Ralf, mestiço de terrier e Lhasa Apso, foi retirado da casa de seus tutores em julho, após uma denúncia. Ele morreu no dia 24 de novembro.

Funcionários do Controle Animal encontraram o cão com o pelo totalmente emaranhado com urina e fezes, segundo Laura Clark, diretora-executiva da Humane Society de Whatcom. O cão estava desidratado e desnutrido. Vermes vivos e insetos foram encontrados rastejando em seu pelo, orelhas e ao redor de um de seus olhos.

O animal foi levado para o Hospital Animal Maplewood, onde a veterinária Christine Monroe e sua equipe trabalharam durante três horas para raspar cerca de 2,5 kg de pelo emaranhado, sujo com urina e fezes. O cão estava extremamente magro.

“Este foi o pior caso de crueldade e negligência que já vi”, declarou Christine, que pratica medicina veterinária desde 1993. Ela também trabalhou de 1999 a 2006 na Humane Society de Whatcom.

Aysa e Karin Saadat foram acusados de crueldade animal de segundo grau, uma contravenção mais grave. Uma audiência foi marcada para o dia 19 de janeiro e o julgamento para o dia 2 de fevereiro.

O advogado do casal, Jeffrey Lustick, disse que o casal achou que o cão de 16 anos de idade estivesse morrendo naturalmente e que não concordam com a eutanásia.

“O Sr. e a Sra. Saadat e suas família são pessoas gentis e caridosas. A família resgatou Ralf de um abrigo de animais há catorze anos e meio. Ele nasceu cego e teve muitos problemas de saúde durante sua vida”, disse Jeffrey.

O advogado também disse que o casal nunca faria mal ao cão intencionalmente. “Ele era o cão da família e cresceu com os filhos do casal. Todos na família estão muito tristes com o que aconteceu.”

Ralf foi eutanasiado cerca de um mês após passar por uma cirurgia de amputação do olho, da qual nunca se recuperou completamente. Ele precisou fazer a cirurgia devido a um problema ocular crônico que fez com que seus olhos não produzissem uma quantidade suficiente de lágrimas. Os olhos também foram prejudicados por causa de uma infecção que não foi tratada e pelos vermes encontrados nas pálpebras inferiores e superiores.

Fonte: Animal Concerns

​Read More
Destaques, Notícias

Homem liberta cão de ‘corredor da morte’ e se entrega às autoridades

Um australiano que libertou seu cão para impedir que ele fosse sacrificado e fugiu com o animal foi localizado pela polícia nesta sexta-feira, informou a rede de TV australiana ABC News.

Cão havia sido condenado por ferir cachorros e ovelhas (Foto: AP)
Cão havia sido condenado por ferir cachorros e ovelhas (Foto: AP)

O cachorro do australiano Ron Gilbertson, Max, um Staffordshire Terrier, havia sido “condenado” à morte por autoridades do Estado da Austrália do Sul por ter causado ferimentos em outros cães e ovelhas.

Na semana passada, no entanto, Gilbertson, sob o pretexto de fazer “uma última visita” ao cachorro, foi até a clínica onde ele aguardava para ser sacrificado e o libertou da jaula, usando um alicate.

Gilbertson então fugiu com o animal, deixando sua mulher e dois filhos para trás.

Nesta sexta-feira, a polícia localizou o homem, que teria expressado o desejo de se render para as autoridades.

“Ele basicamente decidiu se render, então eu sugiro que ele faça a coisa certa e traga o cachorro para que a situação seja resolvida”, disse Andy Stott, da polícia da cidade de Mount Gambier.

Segundo as autoridades, Gilbertson pode ser processado por danificar propriedade e libertar um cachorro que estava preso.

Fonte: BBC Brasil

Nota da Redação: Torcemos para que o cão não seja sacrificado e que o tutor, que demonstrou seu amor pelo seu cachorro, não seja punido.

​Read More
Destaques, Notícias

Cadela jogada do sexto andar sobrevive milagrosamente em NY

Por Marcela Couto (da Redação)

Um jovem  morador do Brooklyn jogou sua cadela da janela do apartamento – mas o animal surpreendentemente sobreviveu à queda de seis andares, declararam os oficiais.

A cadelinha Oreo se recuperando
Foto: NY Daily News

Fabian Henderson, 19, foi detido na sexta-feira  pelo crime cruel contra a cachorrinha Oreo, que acabou com pernas quebradas, pulmões feridos e uma séria hemorragia interna.

“É fantástico que ela tenha sobrevivido à queda,” declarou Joseph Pentagelo da ASPCA sobre o cão misto terrier de um ano de idade.

O ato bárbaro ocorreu no dia 18 de Junho no condomínio Red Hook e deixou os vizinhos de Henderson perplexos. “O caso me deixou arrepiada,” disse uma vizinha.

A ASPCA primeiramente recebeu uma denúncia de que um animal estava apanhando no sexto andar do prédio, onde Henderson mora com sua família. Alguns minutos depois a ASPCA recebeu mais duas ligações de pessoas denunciando que um cão havia sido jogado de uma sacada.

Os oficiais da ASPCA levaram Oreo a uma clínica veterinária próxima, onde ela foi estabilizada. A cadela foi então transferida para um hospital da ASPCA onde veterinários realizaram uma cirurgia para reconstruir suas pernas dianteiras utilizando placas e pinos.

Oreo está se recuperando sob os cuidados da ASPCA, que agora possui a tutela oficial da cadela.  A mãe de Henderson, Samantha Henderson, 31, disse ao Daily News na Sexta-Feira que nunca havia visto a cadela antes e que não acredita que seu filho fez isso.

“Fiquei surpresa que ele tenha sido preso por isso,” ela disse, frisando que a família tutela um pitbull chamado Diamond. “Ele é basicamente uma pessoa quieta e bom com os animais”.

Diversas testemunhas viram Henderson jogando Oreo da sacada. Depois de ser preso, ele admitiu que cometeu o crime mas recusou-se a explicar o porquê. Depois o acusado mudou seu depoimento e alegou que o animal pulou.

Henderson, que é desempregado, foi acusado por crueldade animal grave e pode passar até dois anos na prisão.

Com informações de NY Daily News

 

​Read More