Notícias

Cão é morto com golpes de facão e agressor responde em liberdade

Foto: ONG Focinhos Carentes

Um cachorro foi violentamente atacado com golpes de terçado, um gradão facão afiado, na cidade de Marabá, na região sudeste do Pará. O animal não resistiu aos maus-tratos e o responsável pelo crime cruel, identificado como Erick Wauber, foi detido, mas liberado em seguida. O assassino responderá em liberdade após ter tirado a vida de um cão indefeso de forma covarde e brutal.

Em depoimento à polícia, ele afirmou apenas que matou o cão porque o animal supostamente teria matado duas preás criadas pelo criminoso. Ele pagou uma fiança no valor de R$ 2 mil e responderá a um processo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Marabá.

A cachorro chegou a ser socorrido por voluntários da ONG Focinhos Carentes, que realização ações de proteção animal de forma solidária na cidade. Ele recebeu atendimento veterinário, mas, infelizmente, não resistiu.

Segundo Fátima Mutran, presidente da organização, a cidade lamentavelmente tem altos índices de crimes contra animais. Ela afirma que nos últimos dois anos, mais de dois mil animais vítimas de maus-tratos ou abandono passaram pelo abrigo da ONG, que sobrevive graças a ajuda de doações.

A protetora diz que a maioria dos casos fica impune, pois não há uma cultura de educação cidadã que incentive denúncias. “Às vezes, as pessoas vêm aqui conosco, relatam o fato das agressões e envenenamento, mas quando pedimos que elas nos acompanhem à delegacia para serem testemunhas dos casos, os denunciantes têm medo da reação do vizinho e desistem de prestar a queixa à polícia”, contou em entrevista ao portal G1.

 

​Read More
Notícias

Cachorro é agredido com golpes de terçado em Manaus (AM)

Um cachorro conhecido como Dom, da raça Dogo Argentino e com 6 anos, foi espancado com golpes de terçado durante a madrugada no bairro Colônia Terra Nova 2, em Manaus (AM). O animal entrou em coma e está internado em uma unidade veterinária da capital. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo (DEMA).

O cachorro teve ferimentos graves na cabeça e nas costas (Foto: Divulgação)

A tutora do cão, a arquiteta Dominique Beleza, 25, comentou que o crime aconteceu por volta das 3h. O suspeito é um vizinho. “Tudo aconteceu ontem pela madrugada. O meu cachorro conseguiu se soltar e saiu para a rua. O meu outro começou a latir e meu pai foi ver o que estava acontecendo. Nessa hora percebeu que o Dom tinha desaparecido e começou a procurá-lo”, explicou.

Logo depois, o pai de Dominique encontrou o cachorro ensanguentado e jogado na parte de frente de uma casa. “Meu pai saiu de casa na madrugada. Quando estava procurando o Dom, encontrou ele jogado na frente de uma casa todo ensanguentado. Logo foi chamar o vizinho e perguntou o que tinha acontecido. O agressor disse que não tinha mais o que fazer com o animal”, relatou.

Por conta dos golpes de terçado, Dom sofreu ferimentos graves na cabeça e nas costas. “Esse vizinho agrediu o Dom porque ele estava brigando com o cachorro dele de madrugada. Ele não gostou muito e fez isso. Mas o meu cachorro sempre foi muito dócil. Estamos chocados com toda essa crueldade. Meu pai está com medo de ficar em casa, porque se esse vizinho fez isso como um animal, pode fazer coisa pior com um ser humano”, comentou Dominique.

A arquiteta e a tutora do animal também pediu doações para ajudar no tratamento de Tom na unidade veterinária. “Até o momento não sabemos realmente o quadro dele. Não sabemos se ele vai voltar a andar ou se vai nos reconhecer. Estamos desesperados por não poder ajudar. Meu pai não tem muitas condições e por isso precisamos de ajuda”, completou.

Os interessados pode entrar em contato com Dominique por meio do número: (92) 99275-2866.

Fonte: A Crítica

​Read More
Notícias

Laudo clínico aponta que cadela pit bull esfaqueada por homem perdeu olho durante agressão

Cadela pit bull foi agredida a terçadadas (Reprodução/Facebook)
Cadela pit bull foi agredida a terçadadas (Reprodução/Facebook)

Após ser atingida com golpes de terçado, Belinha, um dos cães pit bull esfaqueados no último dia 14, teve um dos olhos removidos. A informação é do laudo clínico onde a cadela permanece internada. Ainda de acordo com o documento assinado na última sexta-feira (19), Belinha está em fase de recuperação, porém ainda apresenta risco de morte. O funcionário público Renan Agra Pereira, 53, apontado como o agressor dos animais, deve se apresentar à polícia ainda nesta semana.

Conforme o laudo, o animal chegou à unidade em estado grave, com perfurações na região da cabeça, abdômen e tórax. O documento ainda apontou que, por conta de um golpe desferido, a cadela acabou perdendo um dos olhos, sendo necessária intervenção cirúrgica e a internação no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da clínica Linameg, localizada no bairro São Jorge, Zona Oeste da capital.

No boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) no último sábado (20), a mãe da tutora do pit bull, Yara Silvia Santos Tavares, relata que os cães fugiram do quintal de sua residência sem que ninguém percebesse. Em seguida, foi avisada por Renan que retirasse o animal morto da sua casa, pois segundo ele, o mesmo teria tentado morder sua esposa.

Ela ainda contou que o pit bull macho também foi atingido pelo terçado, o que causou a perda da visão do cão. Ele, no entanto, recebeu alta médica no dia do ocorrido.

Segundo o delegado titular do 1º DIP, Eduardo Paixão, Renan Agra deve prestar depoimento até quarta-feira (24) sobre o ocorrido. Caso seja condenado por maus-tratos, o funcionário público pode ficar preso de 3 meses a 1 ano sob aumento de pena caso o animal venha a morrer. Nem Renan nem seu advogado quiseram comentar o ocorrido, alegando que não querem “dar mais publicidade ao caso”.

Laudo aponta que golpe retirou olho do animal (Foto: Divulgação)
Laudo aponta que golpe retirou olho do animal (Foto: Divulgação)

Entenda o caso

No último dia 14, um casal de cães da raça pitbull com nomes de “Marrento” e “Belinha” foram esfaqueados pelo servidor público Renan Agra Pereira. O caso ocorreu na rua Voluntários da Pátria, bairro Vila da Prata, Zona Oeste. Após ser indagado por uma ONG sobre o motivo da agressão, o homem afirmou que teria tentado proteger a esposa.

Em protesto, a mesma ONG, com nome de ‘Clube do Pitbull’, realizou uma manifestação no último sábado (20) exigindo punição ao suspeito.

Fonte: A Crítica

​Read More
Notícias

Irritado com latidos, homem agride cão com um terçado em Manaus (AM)

Um morador da Rua Jacaré, localizada no bairro João Paulo II, zona leste de Manaus, atacou um cachorro com um terçado no fim da tarde deste domingo (25).

Segundo informações da Polícia Civil, Aldemir Correia Chaves, de 42 anos, estava bêbado quando pulou o muro que dividia com a vizinha Jaqueline Santos de Andrade e atacou o cachorro.

O homem teria machucado o animal por conta de latido ininterrupto. O cachorro, segundo informações da Polícia Civil, está vivo, mas precisará passar por procedimentos veterinários.

Aldemir assinou um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO) no 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e foi liberado. Ele responderá por maus-tratos a animais e invasão de domicílio.

Fonte: d24am

​Read More