Notícias

Cães abandonados são assassinados em massa no Chile

Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

Foto: Maria Tapiac
Foto: Maria Tapiac

Cerca de 70 cães e 2 gatos foram assassinados nas últimas semanas na cidade de Taltal, região norte do Chile. As autoridades confirmaram que ainda não têm informação sobre os culpados, entretanto investigações sob o veneno mortal que causou as mortes estão sendo feitas. As informações são de Publimetro.

A ativista da associação Pro Animal GAAT Antofagasta, Veronica Rivera, disse que até agora o chamado “veneno assassino” (um produto que é vendido no mercado negro da área) é suspeito como a causa possível das mortes dos animais, e afirmou que ele provavelmente tem procedência  peruana: “Seria um veneno para ratas que é ilegal por sua toxicidade. Mesmo que esse veneno tem instruções para matar cães e gatos no rótulo, e também é muito prejudicial se ele entra em contato com as pessoas”, declarou.

A emergência é tal que pessoal de Antofagasta, cidade próxima, vai viajar com um perito veterinário em química a Taltal para a perícia nos corpos dos cães e gatos mortos, e ajudar a os membros das organizações animais na cidade com a atenção aos animais que sobreviveram ao envenenamento: “A equipe viajou na sexta-feira (08) de Antofagasta. Partiram com o objetivo de ajudar a os animais que sobreviveram e conversar e com as pessoas e com as autoridades”.

Responsável ainda não foi encontrado

A questão adquiriu grande relevância nos debates de direitos animais do Chile, e o pessoal da Brigada de Meio Ambiente da PDI se dirigiu ao local para investigar, após muitas reclamações.

No entanto, foi realizado na praça da localidade, Arturo Prat, um velório em homenagem aos animais falecidos.

Foto: E. Morales
Foto: E. Morales
​Read More