Notícias

Leões no Sudão estão desnutridos em jaulas enferrujadas e sujas

Uma leoa não resistiu às condições e morreu nesta segunda-feira (20)


Getty Images

Neste sábado (18), imagens e vídeos de leões vivendo em condições horríveis em um zoológico no Sudão, começaram a circular na internet. As imagens são do zoológico Al-Qureshi Park e mostra leões famintos em jaulas sujas e enferrujadas, além disso, os ossos dos felinos podem ser vistos através da pele.

Como resultado dessas condições desumanas, uma leoa não resistiu às condições e morreu nesta segunda-feira (20). O animal recebeu fluidos intravenosos por vários dias, segundo Essamelddine Hajjar, gerente do parque.

Segundo informações divulgadas pelo Dailymail (22), os leões sofrem há semanas sem alimentos e remédios, após o aumento do preço dos alimentos, uma vez que o país enfrenta problemas com a desvalorização de sua moeda.

Essamelddine Hajjar, declarou: “Os grandes felinos receberam comida no domingo, depois que os funcionários do parque a compraram com seu próprio dinheiro”, embora as más condições sejam evidentes.

Getty Images

O parque é mantido por investimentos públicos e doações, e recentemente uma campanha chamada #SudanAnimalRescue (Resgate Animal no Sudão) pediu que os leões desnutridos e doentes fossem retirados do parque.

O ativista Osman Salih, um dos precursores da campanha, declarou no Facebook após lançamento do projeto: “Fiquei abalado quando vi esses leões no parque… seus ossos estão saindo pela pele”.  Ele ainda completa: “Peço às pessoas e instituições interessadas que as ajudem.”

Ainda segundo informações do site, no domingo (19), cidadãos, voluntários e jornalistas foram ao parque para ver o estado dos leões, tornando a situação ainda mais insustentável nas mídias sociais. Carne podre com moscas podiam ser vistas espalhadas pelas jaulas.

Salih, o gerente do parque, salienta que muitas pessoas estão tentando ajudar por meio de sites crowdfunding, no entanto, sanções dos EUA estão impedindo o local de receber fundos. “Apesar de tudo isso, a maratona de recuperação, cura e reconstrução … continua”, declarou o ativista no Facebook.

Na quarta-feira, ele compartilhou uma fotografia da leoa restante depois que os voluntários trouxeram comida, dizendo que ela estava “fazendo um belo progresso” e dizendo que muitas organizações (felizmente) estão dispostas a ajudar.

Confira aqui o vídeo dos maus-tratos dos leões do zoológico do Sudão:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More