Notícias

Sociedade Protetora precisa de doações de ração em Curitiba (PR)

(da Redação)

Entidade abriga cães e gatos abandonados ou doentes

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) necessita da doação de ração para os cães e gatos abrigados pela entidade. Apesar de ser uma entidade sem fins lucrativos, a SPAC não tem isenção de taxas e impostos, nem apoio governamental. Por causa da superlotação, a entidade só está recebendo animais doentes ou gravemente feridos.

A SPAC, que há mais de 30 anos luta pelas causas dos animais, é mantida com doações e com as arrecadações dos bingos realizados por voluntários. Além de ração, a SPAC necessita de medicamentos, materiais de limpeza, cobertores e doações em dinheiro para as despesas mensais com energia elétrica, telefone, água e esgoto, entre outras.

As doações podem ser entregues na sede da entidade (Rua Professora Sandalia Monzon, 113), ­no bairro Santa Cândida, em Curitiba (de segunda a sexta, das 9h às 20h; aos sábados, das 9h às 15h e aos domingos e feriados, das 9h às 12h).

Todos os animais abrigados pela entidade podem ser adotados, basta levar um comprovante de residência na sede da SPAC e assinar o Termo de Responsabilidade. Mais informações, pelo telefone (41) 9971-8818 ou 3256-8211 e no site da instituição.

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora promove bingo beneficente em Curitiba (PR)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) promove neste domingo, 26, o tradicional bingo mensal em prol dos animais que dependem da entidade para sobreviver. O evento acontece às 14h no Paraná Clube, em Curitiba. A entrada é gratuita e as cartelas são vendidas na hora por R$ 3,00. O prêmio principal é um Forno Elétrico Philco 42l.

Além de ração, a SPAC necessita de medicamentos, materiais de limpeza e cobertores. As doações podem ser entregues na sede da entidade (Rua Professora Sandalia Monzon, 113 – bairro Santa Cândida) em Curitiba.

SPAC – Entidade sem fins lucrativos, que há mais de 30 anos luta pelas causas dos animais e se mantém graças às doações e os bingos realizados mensalmente. Todos os animais abrigados pela entidade podem ser adotados, basta o interessado levar um comprovante de residência na sede da SPAC e assinar o Termo de Responsabilidade.

Mais informações, pelos telefones: (41)9971-8818, pelo e-mail bingo@spacuritiba.org.br ou no site www.spacuritiba.org.br.

Serviço:
Bingo da Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC)

Data: 26/04/2015 – Domingo
Horário: 14h
Local: Paraná Clube – Av. Presidente Kennedy 2377 – Vila Guaíra – Curitiba/PR
Informações: (41)9971-8818 ou www.spacuritiba.org.br.

Fonte: Bem Paraná

​Read More
Notícias

UFPR aponta irregularidades na atuação da Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma parceria entre o Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná e a Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) está gerando polêmica. Devido a problemas encontrados pela universidade na instituição, um relatório está sendo elaborado para o Ministério Público do Paraná, apontando irregularidades na entidade filantrópica.

Medicina Veterinária do Coletivo trabalha também com abrigos de animais
A professora Rita de Cassia Maria Garcia, responsável pela disciplina de Medicina Veterinária do Coletivo, explica a situação. Segundo ela, a parceria com a SPAC começou em outubro deste ano, com objetivo de elaborar um diagnóstico da atuação da sociedade e posteriormente um convênio para melhorar o bem estar dos animais abrigados. A professora, acompanhada por cinco residentes e três estagiários, passou um mês atuando na instituição para entender a demanda e o fluxo de animais no local. Num segundo momento, a intenção era montar um prontuário de cada animal e fazer a avaliação de saúde. Porém, a situação não permitiu esse trabalho.

“Constatamos várias irregularidades graves. A principal delas é a falta de técnica séptica para a realização de cirurgias em geral, incluindo castração, o que causa sofrimento aos animais, por negligência dos veterinários que lá atuam. Além disso, não há protocolo de prevenção de doenças para os animais abrigados, incluindo vacinas. Por isso, 100% dos filhotes que adentram a entidade morrem de doenças infecciosas”, explica. Segundo ela, a situação pode ser definida como maus tratos, o que é um crime federal. Também a prática ilegal da profissão de médico veterinário foi detectada.

Diante disso, a diretoria e a responsável técnica da SPAC foram chamadas para uma reunião com professores da UFPR, na qual foram apontados os problemas e solicitado que a entidade deixasse de realizar cirurgias até que o local fosse adequado às legislações vigentes e a conduta dos profissionais, ao código de ética dos médicos veterinários. “Em nenhum momento pedimos para que a SPAC deixe de funcionar, mas que interrompa as cirurgias e a recepção de novos animais, dando atendimento adequado aos que lá estão”, explica a professora Rita. Os professores ofereceram alternativas de instituições para atendimento dos animais, uma vez que os preços da SPAC são os mesmos praticados por algumas clínicas veterinárias particulares da região . “A UFPR não pode atuar num ambiente onde atos ilegais estão sendo cometidos”, complementa a professora.

O relatório apontando todas as irregularidades está sendo elaborado pela equipe da UFPR e será encaminhado ao Ministério Público do Paraná, que tomará as próximas providências em seu âmbito de atuação. “Continuamos abertos para atuar no SPAC e em outras entidades para melhorar a vida dos animais”, finaliza Rita.

Fonte: CBN Foz

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (PR) precisa de ração

Cães e gatos dependem de doações para comer
Cães e gatos dependem de doações para comer

Falta ração para os cães atendidos pela Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba. A entidade sem fins lucrativos depende de doações para prestar assistência aos 900 cães e gatos que aguardam alguém para adotá-los.

A situação é de urgência. Além de ração, animais precisam de medicamentos, cobertores, materiais de limpeza e doações em dinheiro para as despesas mensais com impostos, energia elétrica, telefone, água e esgoto, entre outras.

Cães e gatos dependem de doações para comer

Doações devem ser entregues de segunda a sexta-feira das 9h às 21h, sábados das 9h às 15h e domingos e feriados das 9h às 13h. Informações, pelos telefones (41) 9971-8818 ou 3256-8211 e no site da entidade.

Fonte: Catraca Livre

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba necessita de doações de ração

Imprensa SPAC (em colaboração para a ANDA)

A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) necessita com urgência da doação de ração para os milhares de cães e gatos abrigados pela entidade. Apesar de ser uma entidade sem fins lucrativos, a SPAC não tem isenção de taxas e impostos, nem apoio governamental.

A entidade, que há mais de 30 anos luta pelas causas dos animais, é mantida com doações e com as arrecadações dos bingos realizados por voluntários mensalmente. Além de ração, a SPAC necessita de medicamentos, materiais de limpeza, cobertores e doações em dinheiro para as despesas mensais com energia elétrica, telefone, água e esgoto, entre outras.

As doações podem ser entregues na sede da entidade (Rua Professora Sandalia Monzon, 113), ­no bairro Santa Cândida, em Curitiba (de segunda a sexta, das 9h às 21h; aos sábados, das 9h às 15h e aos domingos e feriados, das 9h às 13h).

Todos os animais abrigados pela entidade podem ser adotados, basta levar um comprovante de residência na sede da SPAC e assinar o Termo de Responsabilidade. Mais informações, pelo telefone (41) 9971-8818 ou 3256-8211 e no site www.spacuritiba.org.br.

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora de Curitiba denuncia torturador de animais

Foto: Reprodução / You Tube
Foto: Reprodução / You Tube

A brutalidade contra animais, cometida por gente que sente prazer em maltratá-los, virou caso de polícia ontem, em Curitiba. A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e o Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber) tentam identificar quem é o homem que postou um vídeo na rede social You Tube, em que ele (supostamente a mesma pessoa que postou o vídeo) aparece torturando um cão da raça poodle. Há algumas pistas do torturador. As imagens repercutiram na internet, mas já foram tiradas do ar.

O material chegou até a Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) através de uma pessoa próxima ao dono da conta no You Tube que publicou o vídeo. “A pessoa disse que soube da gravação, porque foi convidado a participar da tortura. Ela disse ainda que o homem do vídeo já torturou outros animais”, contou Soraya Simon, presidente da SPAC, que entregou o vídeo à DPMA e ao Nuciber.

Nas imagens é possível ver que o rapaz agride um cãozinho da raça poodle que tem, aparentemente, todas as patas fraturadas, pois não se movimenta. O torturador pressiona o corpo do cachorrinho com galochas e se ouve o choro forte do animal.

De acordo com a denúncia, o torturador já machucou outras várias espécies de animais, diversas vezes. Depois da repercussão, o vídeo foi retirado da conta no YouTube durante a madrugada de segunda. Mas antes disto, já que o torturador não escondeu o rosto no vídeo, a Sociedade fez imagens do suspeito para ajudar na identificação. “Pelo que pesquisamos na internet, ele é de São Paulo, então também enviamos a denúncia para um promotor de lá”, conta Soraya.

Investigações

O delegado Demétrius Gonzaga de Oliveira, titular do Nuciber, informou que a delegacia recebeu a denúncia e já abriu inquérito para investigar a origem do vídeo, bem como o nome verdadeiro do acusado. A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente também confirmou que recebeu a gravação e está trabalhando no caso. Demetrius comentou que a delegacia recebe em torno de 80 denúncias todos os dias envolvendo crimes na internet.

Denúncias sobre o homem que tortura o cachorro no vídeo podem ser repassadas para a Delegacia do Meio Ambiente e para o Nuciber, pelos telefones 3356-7047 e 3321-1900. O e-mail da delegacia para denúncias é cibercrimes@pc.pr.gov.br

Fonte: Paraná Online

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora dos Animais precisa de doações de ração

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) necessita com urgência da doação de ração para os milhares de cães e gatos abrigados pela entidade. Apesar de ser uma entidade sem fins lucrativos, a SPAC não tem isenção de taxas e impostos, nem apoio governamental.

A entidade, que há mais de 30 anos luta pelas causas dos animais, é mantida com doações e com as arrecadações dos bingos realizados por voluntários mensalmente. Além de ração, a SPAC necessita de medicamentos, materiais de limpeza, cobertores e doações em dinheiro para as despesas mensais com energia elétrica, telefone, água e esgoto, entre outras.

As doações podem ser entregues na sede da entidade, localizada na Rua Professora Sandalia Monzon, 113 ­no bairro Santa Cândida, em Curitiba. O recebimento de doações é feito de segunda a sexta das 9h às 21h, aos sábados das 9h às 15h e aos domingos e feriados, das 9h às 13h.

Doações em dinheiro para a compra de rações e pagamento de despesas podem ser feitas com depósitos bancários

Depósitos

Quem quiser pode fazer doações para a SPAC com depósitos no:
Banco Itaú (341)
Agência – 8616
Conta Corrente – 15283-4
Titular – Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba
CNPJ – 75.126.474/0001-83

Fonte: Paraná Online

​Read More
Você é o Repórter

Cãominhada em prol da Sociedade Protetora dos Animais é realizado em Curitiba (PR)

Agencia Fiep
imprensaspac@gmail.com

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Academia You Fitness promove neste sábado (28) a Cãominhada em Curitiba (PR). O início da caminhada será às 10h na Rua Prof. João Doetzer, 348 no Jardim da Américas. A inscrição custa R$ 10 e toda a verba arrecadada será revertida em ração para os milhares de cães e gatos abrigadas na Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC).

A SPAC é uma entidade sem fins lucrativos, que há mais de 30 anos luta pelas causas dos animais e se mantém graças a doações e bingos realizados mensalmente. Todos os animais abrigados pela entidade podem ser adotados, basta o interessado levar um comprovante de residência na sede da SPAC e assinar o Termo de Responsabilidade. Mais informações sobre SPAC no site www.spacuritiba.org.br.

Serviço: 1ª Cãominhada You Fitness
Data: 28/09 – Sábado
Horário: 9h – Encontro / 10h – Início da caminhada / 11 h – Sorteio de brindes
Local: Rua Prof. João Doetzer, 348 – Jardim da Américas – Curitiba
Inscrições/Informações: (41)3045-4968

Contato: SPAC – imprensaspac@gmail.com ou (41) 3045-4968

​Read More
Notícias

Cadela queimada e cão agredido são atendidos por ONG, em Curitiba (PR)

Zézinho. Foto: Divulgação

A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba  (Spac) recebeu dois cachorrinhos, esta semana, vítimas de maus-tratos na região de Curitiba. Nos dois casos, a entidade registrou queixa na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente para que os responsáveis sejam penalizados.

No sábado (26), um cachorro de porte pequeno foi levado à ONG com sinais de trauma na face e edema no olho esquerdo. O cão também apresentava dificuldades para respirar e secreção sanguenolenta no nariz. Segundo a pessoa que encaminhou o animal, ele estaria doente e ferido por omissão dos responsáveis, que também o teriam agredido.

Examinado pelos veterinários, o cão, que foi batizado de Zézinho, está sendo medicado. Apesar de estar melhor do que no dia em que chegou, ele ainda não passa bem.

Belinha e os filhotes. Foto: Divulgação

Já na quinta-feira (1), a ONG regatou uma cadelinha pequena e três filhotes, que estavam no terreno de uma igreja no bairro Moinho Velho, em Colombo, município da Região Metropolitana de Curitiba. A mãe, batizada de Belinha, foi queimada com água fervendo, jogada por uma moradora daquele terreno. Belinha teve que ser sedada para limpeza e curativo do ferimento. Ela está sendo medicada, mas teve que ser separada dos filhotes para que estes a não a machucassem na hora de mamar.

A Spac procura um lar urgente para os fihotes. Já Zézinho e Belinha serão colocados para adoção, assim que ficarem bem de saúde. Os dois casos serão denunciados junto à DPMA.

A queimadura no dorso de belinha. Foto: Divulgação

Fonte: Bonde

​Read More
Você é o Repórter

ONG realiza protesto contra em exposição, em Pinhais (PR)

SPAC
informativo@spacuritiba.org.br

Juntem-se a nós nesta quinta-feira dia 3 de novembro a partir das 17h30, em frente ao Expotrade em Pinhais (PR).

Estaremos vestidos de preto com faixas e cartazes contra esta prática cruel, antiética e criminosa!

Este é um movimento pacífico contra a violência e exploração dos animais.

Contato: Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba – www.spacuritiba.org.br

​Read More
Notícias

Empresa que aluga cães é novamente denunciada por maus-tratos aos animais, no PR

A Sociedade de Proteção aos Animais de Curitiba (Spac) encaminhou denúncia à Promotoria do Meio Ambiente do Ministério Público do Paraná (MP) contra a empresa Feroz Locação de Cães de Guarda, que apesar de ter sido condenada pela Justiça do Paraná, em janeiro deste ano, em Ação Civil Pública movida pelo MP a encerrar suas atividades por maus-tratos, continua a exercer suas atividades.

A denúncia foi feita com base em anúncio publicado neste final de semana pela Feroz em jornal da Capital, no qual a empresa divulga que aceita doação de cães de grande porte das raças Rottweiler, Pastor, Fila e Dobermann. “Mesmo alegando preocupação com o destino dos cães sob sua responsabilidade, caso tenha que terminar suas atividades, eles estão publicando anúncios em jornais procurando cães de grande porte para adoção”, reclama a diretorada Spac, Soraya Simon.

A Spac também alerta a população para que não doe seus animais para empresas de locação de cães, uma vez que o proprietário é “responsável” pelo animal e, sendo assim, tem que garantir que seu animal esteja em local seguro e livre de maus-tratos.

A decisão da Justiça, de 28 de janeiro deste ano, é de que a empresa está impedida de desempenhar qualquer atividade envolvendo animais e que importe em criadouro ou canil. Em caso de descumprimento, terá de pagar multa diária de R$ 10 mil. Segundo o juiz, durante o processo ficou demonstrado que a empresa não tem controle do total de cães sob sua responsabilidade, de quantos estariam locados e de onde estariam esses animais.

Segundo a Spac, as multas devidas já está acumulada em R$ 1.343.729,19, e em junho, a Promotoria do Meio Ambiente já solicitou execução da sentença em função da insistência da Feroz em continuar as atividades.

Além da condenação por crime ambiental que impede que a empresa continue locando cães, o Paraná tem legislação (Lei Estadual 16.101/09) que proíbe a atividade, e prevê multa diária para os proprietários dos cães, o proprietário do imóvel em que os animais estejam guardando ou vigiando, bem como todo aquele que contrate por escrito ou verbalmente, para se utilizar os trabalhos de cães para fins de guarda.

Fonte: Bonde

​Read More
Você é o Repórter

Cadela resgatada com ferimentos na cabeça recebe cuidados e precisa de um lar, no PR

Soraya Simon
spacuritiba@spacuritiba.org.br

Foto: Divulgação

Esta pit bull foi resgatada no Bairro Alto, em Curitiba (PR), neste domingo (18) pela manhã e levada para atendimento na Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC). Foi atendida pela Dra. Gilmara de Paula da Luz. Estava com cortes bem profundos na cabeça atingindo o crânio e no dorso.

Ela é muito dócil com os seres humanos, mesmo tão ferida estava muito amigável e não deu nenhum trabalho no atendimento, mas parece não aceitar outros animais. A SPAC se responsabilizou pelo atendimento e as pessoas que a resgataram ficaram responsáveis pelo lar provisório.

Cadela com curativos (Foto: Divulgação)

Quem puder dar um lar seguro para ela, por favor, entre em contato com Patrícia (41) 9924-6434 ou Carol (41) 9919-0862.

​Read More