Notícias

Resort mexicano de luxo adiciona tratamentos veganos as opções oferecidas em seu spa

Foto: Grand Velas Riviera Maya SPA
Foto: Grand Velas Riviera Maya SPA

O resort mexicano de luxo Grand Velas Riviera Maya adicionou recentemente tratamentos de spa veganos ao seu menu no “SE Spa”. Os novos tratamentos foram criados para atender à crescente clientela vegana do resort e giram em torno do princípio de que escolhas compassivas de estilo de vida se estendem além dos alimentos e se transformam em produtos para o corpo e outras áreas de bem-estar.

Os novos tratamentos “Vegan Soul” (Alma Vegana) do spa usam apenas produtos veganos e livres de crueldade, além de produtos orgânicos e sem parabenos (agentes alérgenos). Os tratamentos Bio + Facial e Bio Body usam a linha BIO by Vagheggi para criar um tratamento hidratante feito com a ajuda de óleos de oliva e linhaça, enquanto o Salt Lake Experience inclui esfoliação com sal e açúcar, máscara de argila para pele e uma infusão de sal banheira de hidromassagem, seguida de uma massagem revigorante.

O resort também oferece um Sais da Terra Mani & Pedi (manicure e pedicure) que usa esmaltes da marca vegana London Town. “Todos procuramos uma vida mais saudável. O uso de produtos frescos, certificados e limpos fará a diferença em nossa pele”, disse à Forbes, Leticia Fernandez, diretora do spa do Grand Velas Riviera Maya.

“Os produtos veganos proporcionam tranquilidade, o que é bem-estar mental”. Em 2017, outro resort do grupo Grand Velas (Riviera Nayarit em Puerto Vallarta) fez parceria com o chef local Miguel Batista para criar uma variedade de opções veganas durante todo o dia em seus restaurantes mexicano, francês, e restaurantes italianos. As informações são do VegNews.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Cavalo morre de inanição e prefeitura investiga maus-tratos a animais em Itatiba (SP)

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Uma denúncia de maus-tratos a animais está sendo investigada pela Prefeitura de Itatiba (SP) em um spa que chegou a ser considerado o mais caro do estado. O local foi vistoriado nesta quarta-feira (24) por uma equipe formada por representantes da Zoonoses, Guarda Ambiental e Vigilância Sanitária.

Um cavalo morreu de inanição no estabelecimento onde também foram registradas outras irregularidades. O proprietário do spa não foi localizado para comentar o assunto.

A multa diária em caso de descumprimento é de R$ 3 mil por animal. De acordo com a notificação, o responsável deve providenciar alimentação, água e limpeza do recinto. Além do cavalo que morreu, há outros seis no spa, oito araras, quatro papagaios e três emas.

“Os animais estão mal nutridos. A nutrição que eles têm não é a ideal e, por isso, eles têm o escore corporal baixo. O local está bem sujo e a água que está sendo servida é bem suja. Está em condições precárias de alimentação”, explica a veterinária Priscila Martin Docal.

O spa,  que está com a energia elétrica cortada, funciona em uma área de preservação permanente de Mata Atlântica de seis hectares. A denúncia de maus-tratos foi feita por uma jovem que pertence à família proprietária da área onde estão os animais. Há um ano e meio o local foi arrendado.

“Sempre foram muito bem cuidados enquanto a gente esteve aí. E estamos preocupados com a situação porque a gente precisa retirar os animais para que eles voltem ao estado normal, tenham saúde e possam viver bem”, finaliza a arquiteta Maria Lucia Falcão.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Cão 'foge de casa' para visitar companheiros em spa canino

18
Divulgação

Um cão da raça golden retriever ‘fugiu’ no último fim de semana de sua casa em Belmont, no estado da Carolina do Norte, Estados Unidos, e foi visitar seus companheiros em um pet shop e spa canino.

O cão chamado Riley, de cinco anos de idade, caminhou mais de 1,5 quilômetro para chegar até o “Happy Dog Cafe”. A tutora de Riley, identificada apenas Tonia, disse que tinha passado no pet shop horas antes do cão fugir.

Depois de chegar em casa, Tonia deixou Riley sozinho no quintal. Foi quando o golden retriever aproveitou para fugir e retornou até o local.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Sociedades protetoras de animais poderão ter dívidas perdoadas em breve

Reprodução
Reprodução

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha informou, em São Paulo, que vai acelerar a tramitação da proposta (PL 7947/14) que concede anistia fiscal a sociedades protetoras de animais.

O anúncio foi feito durante visita à sede da União Internacional Protetora de Animais (Uipa). Cunha argumentou que entidades como a Uipa cumprem deveres atribuídos ao Poder Público, promovendo ações preventivas, acolhendo e reabilitando para adoção animais vítimas de abandono e maus-tratos e prestando serviços veterinários a preços populares.

A visita integra o programa Câmara Itinerante, cujo objetivo é conhecer as demandas da sociedade de perto para integrá-las à agenda de prioridades do Congresso.

O 2º secretário da Câmara, deputado Felipe Bornier (PSD-RJ), lembrou que, além da prioridade para o projeto de anistia fiscal, os deputados também poderão ajudar entidades como a Uipa, que tem representações em várias cidades, por meio de emendas parlamentares.

O PL 7947/14 concede à Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa) e à sede paulista da Uipa o perdão de todas as dívidas acumuladas com o fisco federal. De acordo com o autor da proposta, deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), a anistia dos débitos com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e com a Secretaria de Receita Federal do Brasil evitaria o encerramento das atividades de duas das mais antigas associações protetivas brasileiras. A Suipa foi criada em 1943; e a Uipa, em 1895.

Fonte: Cenário MT

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora dos Animais em Juiz de Fora (MG) realiza mutirão solidário

Sociedade Protetora dos Animais precisa de ajuda de voluntários dispostos a doar carinho aos animais (Foto: Reprodução/TV Integração)
Sociedade Protetora dos Animais precisa de ajuda de voluntários dispostos a doar carinho aos animais (Foto: Reprodução/TV Integração)

A Sociedade Protetora dos Animais realiza mutirão para melhorar a estrutura da sede na BR-040, em Juiz de Fora. No local há 450 cães e gatos, sendo que a maioria foi vítima de maus-tratos antes de irem para a sede ou foram abandonados pelos tutores. O mutirão será neste domingo (31), das 10h às 16h.

A entidade precisa de ajuda de voluntários dispostos a doar carinho e ajudar na limpeza e em reparos na sede. “O mutirão ‘Mão nas Patas’ é para que a pessoa possa vir lavar azulejo, pintar parede, dar banho em cachorro ou simplesmente curtir, conhecer e dar carinho aos animais”, contou a presidente da Sociedade Maria Elisa de Souza.

Os voluntários podem doar material de limpeza e alimentação para cães e gatos. As doações podem ser entregues no abrigo, que fica no Km 787 na BR-040, em Juiz de Fora, próximo à entrada para o Bairro Humaitá. Podem ser entregues ainda em clínicas veterinárias na Rua Oswaldo Aranha, nº 163, no Bairro São Mateus; Rua Mariano Procópio, nº 478, no Bairro Mariano Procópio ou na Rua Espírito Santo, nº 1505, no Bairro Paineiras.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora dos Animais recebe doação de 234 quilos de ração

Campanha realizada pelo Facebook fez a Associação ganhar mais de 200 quilos de ração para cães e gatos. (Foto: Divulgação)
Campanha realizada pelo Facebook fez a Associação ganhar mais de 200 quilos de ração para cães e gatos. (Foto: Divulgação)

O Supermercado Bandeiras realizou, nesta quarta-feira (20), a doação de 234 quilos de ração para cães e gatos que são assistidos pela Sociedade Protetora dos Animais de Osvaldo Cruz. A doação fez parte de uma campanha promovida pelo estabelecimento através do Facebook.

“Seu melhor amigo merece um presentão”

A campanha “Seu melhor amigo merece um presentão” incentivou tutores de cães e gatos a enviar pelo Facebook uma foto sua com o animal doméstico.

A foto mais “curtida” ganharia quatro banhos num pet shop da preferência do ganhador em Osvaldo Cruz e mais 20 quilos de ração. Para a Sociedade Protetora dos Animais, cada foto postada seria convertida em quilos de ração. Cada quilo de ração doado corresponderia a uma foto.

Durante os 15 dias da promoção foram enviadas 78 fotos de tutores com seus animais. O participante que teve o maior número de adesões foi Maicon Cesar, que enviou uma foto com a “Pequena”, uma cachorra, que obteve 637 “curtidas”.

No final, em reconhecimento ao trabalho realizado pela Sociedade Protetora dos Animais de Osvaldo Cruz, o Supermercado Bandeiras conseguiu, junto com seus fornecedores triplicar a quantidade de ração doada.

Assim, em vez dos 78 quilos iniciais, foram doados 234kg de ração destinados a ajudar na manutenção da alimentação dos animais atendidos.

“O que nós fizemos foi apenas uma forma de reconhecer o trabalho das pessoas que cuidam dos animais abandonados em nossa cidade. Sabemos que, apesar de muitas pessoas ajudarem mensalmente, muitas vezes os membros da entidade tiram dinheiro do próprio bolso para custear o tratamentos e coisas do tipo”, enfatizou Edivaldo Marconato, sócio proprietário do Supermercado Bandeiras.

Na entrega da doação, integrantes da Sociedade Protetora dos Animais reconheceram a importância de iniciativas como esta através do senhor Anésio Cova (1º secretário) e Lucy Cleuza Lima Cova (2ª tesoureira). Por parte do Supermercado Bandeiras estiverem presentes Eduardo Marconato e Fernanda Marconato.

“O nosso trabalho é cuidar dos animais indefesos de nossa cidade. Em muitas vezes eles são abandonados, em outras nascem na rua mesmo e nós temos a obrigação de oferecer uma vida digna a eles também. Mas tudo isso tem um custo. Ração, vacinas, tratamentos veterinários. Tudo isso tem um preço e nós contamos com a ajuda de voluntários, de doações e essa ação que o Supermercado Bandeiras fez para nós foi como um presente de natal. Só temos a agradecer”, declarou Lucy Cleuza Lima Cova.

“Nós do Supermercado Bandeiras gostaríamos de parabenizar a entidade pelo belo serviço prestado à população de Osvaldo Cruz e região e esperamos poder contribuir com ações que façam de Osvaldo Cruz e região um lugar melhor”, finalizou Marconato.

Doações

Quem quiser colaborar com a entidade que cuida dos animais abandonados de Osvaldo Cruz pode fazer doações em dinheiro pela conta:

BANCO SANTANDER

AG:0177

PP:60806878-2

SPAOC – Sociedade Protetora dos Animais de Osvaldo Cruz

Fonte: Ocnet

​Read More
Notícias

ONG propõe reflexão sobre abandono de animais em Volta Redonda (RJ)

(da Redação)

ação
Foto: Divulgação

A SPA (Sociedade Protetora dos Animais de Volta Redonda), surpreendeu os moradores de Volta Redonda na última sexta-feira (11) quando estes saiam do trabalho e se preparavam para curtir o feriado.

Em pontos estratégicos da cidade, como a Vila Santa Cecília, Aterrado, Retiro e Av. Amaral Peixoto, foram instalados vários mockups nas lixeiras e em canteiros com o rosto de uma das cadelas da ONG, junto com a frase “Se você me abandonar, é no lixo que eu posso acabar”. A ação propõe uma reflexão sobre o abandono de animais, estimulando a guarda responsável, a castração e a adoção.

A intervenção urbana provocou reações diversas na população. Algumas crianças logo sorriam quando percebiam o rosto sorridente da cadela Andora. Nos pontos de ônibus a curiosidade também foi grande. Muitas pessoas abordaram a equipe de voluntários da SPA no momento da instalação, apoiando a iniciativa.

Várias “Andoras” foram retiradas das lixeiras, o que era exatamente o objetivo da intervenção, que faz parte das ações pelo Dia Mundial dos Animais, comemorado no último dia quatro.

​Read More
Notícias

Animais estão há 4 anos em situação deplorável aguardando decisão judicial

Sociedade Protetora dos Animais adquiriu terrenos em Gondomar e espera  licença há quatro anos. Recorreu para o tribunal

A Sociedade Protetora dos Animais (SPA) do Porto (Portugal)  há vários anos luta por novas instalações. Foi praticamente obrigada a abandonar a zona das Antas, mas acabou beneficiada num processo indenizatório. Comprou 81 mil metros quadrados em Baguim do Monte, Gondomar, mas está há quatro anos à espera de licença de construção. Enquanto o caso se arrasta pelos tribunais, 750 animais estão em deploráveis instalações provisórias no antigo matadouro no Porto.

As antigas instalações foram desativadas há cerca de dez anos, no âmbito do polêmico Plano de Pormenor das Antas. De acordo com o protocolo assinado em novembro de 2001 com a câmara, a SPA receberia dois terrenos como pagamento pelo espaço que ocupava na zona das Antas, mais um terceiro terreno como indenização pela mudança, tendo ainda a autarquia assumido o compromisso de construir 300 canis na nova casa da SPA, além das instalações hospitalares para os animais.

A venda dos terrenos cedidos pela Câmara do Porto, com uma capacidade construtiva de onze mil metros quadrados, serviria para a aquisição do novo espaço. A SPA ainda pensou na Quinta Fonte da Vinha, em Gaia, mas a autarquia rejeitou a proposta. O local ideal acabou por ser encontrado em Baguim do Monte, concelho de Gondomar, tendo inicialmente o projeto sido aplaudido pela autarquia local. “Apenas faltou vontade política, e o processo está há espera de execução há quatro anos”, explica Ermelinda Martins, presidente da SPA. A Assembleia Municipal de Gondomar chegou a votar favoravelmente a construção do canil, mas o protesto de alguns dos moradores fez a autarquia recuar. “As decisões políticas são tomadas em função dos votos”, diz a presidente da SPA.

A protetora tem três milhões de euros para investir numa nova casa para quase dois mil animais abandonados, mas terá de aguardar por uma decisão do tribunal para que recorreu, em agosto, numa ação judicial contra a Câmara de Gondomar.

Fonte: DN Portugal

​Read More
Notícias

Peixes são confinados em tanques minúsculos para fazer esfoliação em pés humanos

(da Redação)

Peixes da espécie garra rufa, originários da Turquia, estão sendo confinados em aquários minúsculos a serviço de mais uma aberração humana. Um spa londrino chamado Aqua Sheko, fundado por To Chan, um chinês de 25 anos, oferece a seus clientes uma massagem nos pés, os quais ficam mergulhados em pequenos tanques onde os animais são mantidos presos para fazerem o papel de retirar a pele morta por sucção.

Foto: Reprodução/Revista PEGN

Esse tipo de peixe já é explorado há muito tempo no oriente para tratar a pele. No Japão, alguns spas oferecem uma imersão de corpo inteiro junto com esses peixes, para limpar toda a pele do corpo. Recentemente a ideia absurda tem atingido o Reino Unido e os Estados Unidos. O Aqua Sheko é o segundo empreendimento da Inglaterra que utiliza e confina os peixes para o dito tratamento.

Nos Estados Unidos, contudo, a novidade tem sido criticada como anti-higiênica, e a terapia foi banida em 14 estados norte-americanos. Defensores dos spas argumentam que os empresários tomam precauções para tornar o processo limpo.

Com informações da Revista PEGN

Nota da Redação: Retirar os peixes de seus habitats e confiná-los em minúsculos tanques é uma violência inadmissível. Assim como nós humanos não gostaríamos de ter nossa vidas reduzida a sermos enjaulados para ficar fazendo cócegas, ou massagem, ou qualquer coisa do gênero em outros seres, os animais não merecem tamanha atrocidade. Se o ser humano quer ganhar dinheiro, que trabalhe dignamente, sem enriquecer materialmente às custas do sofrimento de outros seres vivos. É vergonhoso, pavoroso, que esse tipo de coisa seja permitida e ainda, para muitos, vista como algo “diferenciado”. Isso é maldade pura, é covarde, é repugnante.

​Read More
Notícias

Hotéis recebem animais de estimação durante viagem dos tutores

Chegou a hora de arrumar as malas, preparar o carro e cair na estrada. Mas, para quem tem animal de estimação, a situação fica mais complicada. Nem todo tutor pretende levá-lo à viagem de férias, principalmente se o percurso for longo. Para quem busca uma saída, os hotéis e spas para cães e gatos são opções.

Janete Ataíde é  veterinária e dona do Tosa e Banho, salão e hotel para cães. Segundo ela, há pessoas que fazem reserva para o Natal desde o início do ano e os “hóspedes” passam por uma triagem. “Sou  rigorosa na seleção dos animais que ficam aqui. Eles passam por um protocolo de vacinação e vermifugação”, explica ela.

O hotel oferece 12 casas individuais  para os animais, e Janete garante que das 7h às 18h os bichinhos ficam soltos para correr e brincar nos três pátios do local: “Eles não podem ficar presos para não deprimir. Só no começo da noite eles voltam para as casas”. O custo da hospedagem depende do porte do animal e, se a alimentação for por conta da casa, o valor aumenta. “Varia de R$ 35 a R$ 60”, pontua.

Luciano Bittencourt,  sócio do Dog’s Resort, afirma que  as vagas para o mês de dezembro já foram preenchidas: “Fechamos com 30 dias de antecedência”. O ambiente conta com 32 canis individuais. Segundo ele, os animais fazem dois passeios diários para se exercitar. Quanto ao custo da hospedagem, “fica R$ 32, com o alimento do dono, e R$ 36, com alimentação fornecida pelo hotel. O porte do animal não altera o valor”.

A administradora Laura Guimarães tem um cachorro da raça Pug e, sempre que viaja, prefere deixá-lo hospedado em um hotel. Segundo ela, a maior preocupação é com a segurança e bem-estar do bicho. “É muito mais tranquilo para ele e para mim”, conta.

O fato de ele conviver com outros animais também tem importância para Laura, uma vez que o animal não tem esse contato diariamente. “Meu cachorro sempre volta alegre e mais educado, até pelo fato de ser cuidado por um adestrador”, diz a administradora.

Laura não reclama do valor que gasta com o hotel quando precisa viajar. Ela considera o serviço bem pago, uma vez que se trata da saúde e da segurança do animal. “O cuidado e o tratamento que ele recebe é uma forma de recompensa para mim. Por isso, acho o valor justo”, conclui.

Serviço
Hotéis: Tosa e Banho: Rua Valdemar Falcão, 449 – Brotas / 3356-0353; Dog’s Resort: Rua André Silva, Qd. 8, Lt. 6 – Lauro de Freitas / 3369-0719

Fonte: A Tarde

​Read More
Notícias

ONG de proteção animal faz apelo contra a venda de animais na Europa

Por Juliana Marques (da Redação)

A Sociedade Protetora dos Animais (SPA) está realizando uma campanha em toda Europa contra o crescente comércio de animais de estimação. “Os anúncios gratuitos em jornais elevaram o comércio de animais e a Internet fez aumentar ainda mais”, argumenta Virginie Pocq Saint-Jean, presidente nacional da SPA, que administra 57 abrigos na França.

Ela estima que 1 milhão de cães e gatos são vendidos a cada ano no país e que registram-se em torno de 100 mil abandonos. A presidente da SPA não poupa suas palavras: “Não se compra um animal por impulso, muito menos se adquire um cão para fazer a reprodução em casa. Visto o número de abandonos, os abrigos estão lotados. Neste momento, em torno de 4 mil animais estão para adoção”.

E completa: “Somos favoráveis à aplicação da lei existente. O abandono de um animal em via pública é passível de uma multa de €30.000. A comercialização de animais foi intensificada com a queda do muro de Berlim. Em certos países do Leste Europeu as condições de criação são terríveis. E tudo começa nas lojas de animais.”

Brigitte Piquet-Pellorce, responsável pelo núcleo anticomercialização de animais, com base em Vichy enfatiza que “cada vez mais o abandono de animais está ligado a problemas de comportamento. O animal é posto no mercado, sem alimento, vítima de condições de transporte duvidosas e doenças. É uma mercadoria, como uma caixa de sabão”, lamenta Brigitte Piquet.

“Em março, em  Lézignan-Corbières, na Aude, um canil clandestino foi descoberto. Mais de 80 cães se encontravam em estado deplorável. A justiça foi feita”, diz ela. E conclui: “Na França, temos leis excelentes de proteção animal, mas elas não são aplicadas.”

*com informações de Midi Libre

​Read More