Notícias

Quase 700 animais esperam novo lar no Porto, em Portugal

Reprodução/Em tempo
Reprodução/Em tempo

Quase 700 animais estão à procura de novas famílias na cidade do Porto, em Portugal. São cães e gatos resgatados pela Sociedade Protetora dos Animais, que lamenta as más condições do atual edifício do abrigo.

A instituição está há mais de 12 anos à espera de autorização para construir um novo abrigo em Gondomar. Para já, vale a ajuda dos muitos voluntários e a generosidade de quem decide adotar.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: RTP Notícias

​Read More
Notícias

Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (PR) precisa de ração

A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) necessita com urgência da doação de ração para 900 cães e gatos abrigados pela entidade. Apesar de ser uma entidade sem fins lucrativos, a SPAC não tem isenção de taxas e impostos, nem apoio governamental. Por causa da superlotação, a entidade só está recebendo animais doentes ou gravemente feridos.

A SPAC, que há mais de 30 anos luta pelas causas dos animais, é mantida com doações e com as arrecadações dos bingos realizados por voluntários. Além de ração, a SPAC necessita de medicamentos, materiais de limpeza, cobertores e doações em dinheiro para as despesas mensais com energia elétrica, telefone, água e esgoto, entre outras.

As doações podem ser entregues na sede da entidade (Rua Professora Sandalia Monzon, 113), ­no bairro Santa Cândida, em Curitiba (de segunda a sexta, das 9h às 21h; aos sábados, das 9h às 15h e aos domingos e feriados, das 9h às 13h).

Todos os animais abrigados pela entidade podem ser adotados: basta levar um comprovante de residência na sede da SPAC e assinar o Termo de Responsabilidade. Mais informações no site www.spacuritiba.org.br.

Fonte: Bonde

​Read More
Notícias

Bombeiros são acionados para resgatar rottweiler das ruas de Uberaba (MG)

Fêmea estava dócil (Foto: Reprodução TV Integração)

O Corpo de Bombeiros de Uberaba (MG) foi acionado na manhã desta terça-feira (02) para capturar um cão abandonado na região do Mercado Municipal, que estava aberto neste feriado. Os comerciantes ficaram com medo da fêmea da raça rottweiler, que na verdade perambulava apenas assustada e inofensiva.

“O animal não estava bravo, mas devido à raça que é considerada perigosa achamos melhor acionar os bombeiros. Vai que o cachorro estranha alguém aqui e avança na gente?!”, argumentou o comerciante Luis Carlos Silva, retratando o preconceito que acomete ainda muitas pessoas acerca da raça.

A fêmea estava com coleira e quando os bombeiros chegaram ela fugiu, só vindo a ser capturada na garagem de uma residência próxima minutos depois. Segundo os bombeiros, o animal não tinha nenhuma identificação em relação ao tutor e foi encaminhado à Sociedade Protetora dos Animais (Supra).

Animal foi encaminhado para Supra (Foto: Reprodução TV Integração)

Com informações do G1 

​Read More
Notícias

Natal registra recorde de animais abandonados

ONG britânica revelou que recebeu um chamado por minuto para resgatar animais abandonados durante a véspera de Natal

Filhotes de Staffordshire Bull Terrier foram abandonados na rua, em uma temperatura abaixo de zero (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

O abandono de animais de estimação é um problema que atinge diversos países, inclusive, os desenvolvidos, como a Inglaterra. Nesta quinta-feira, 6 de janeiro, a Sociedade Protetora dos Animais britânica (RSPCA) revelou um triste dado: o número de cães e gatos abandonados no país saltou para mais de dois mil em dezembro. Apenas entre os dias 24 a 27, foram registrados mais de 300 casos.

De acordo com o jornal Daily Mail a entidade chegou a receber um chamado por minuto para resgatar animais abandonados na véspera do Natal. Vale lembrar que a Europa passa por um inverno muito rigoroso, o que torna o abandono ainda mais cruel, principalmente, para filhotes como Eve.

A cadela da raça pastor alemão tem três meses e foi encontrada dentro de uma caixa de papelão, em um beco, na véspera de Natal. A temperatura no local estava abaixo de zero. Em situação semelhante foi encontrada Ivy, uma gatinha de sete semanas. A pequena foi encontrada errante na neve, no dia 16 de dezembro.
Ivy, de sete semanas, foi encontrada em meio a neve, e foi levada para um abrigo de animais

Ivy, de sete semanas, foi encontrada em meio a neve, e foi levada para um abrigo de animais (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

O caso mais surpreendente foi o abandono de nada menos que seis filhotes de staffordshire bull terrier, no dia 23 de dezembro, deixados ao relento. Com apenas seis semanas de vida os pequenos não deveriam ser afastados da mãe.

Todos os incidentes estão sendo investigados pela RSPCA, afim de identificar os tutores que abandonaram seus animais. Em entrevista à publicação, Tony Woodley, um dos responsáveis pelas investigações, disse que é desanimador ver centenas de casos de abandono diante de tantos incentivos à guarda responsável. “Não há desculpas para um comportamento tão desumano e cruel”.

Em 2009 foram registrados no mês de dezembro 1,923 animais abandonados, enquanto em 2008, foram 1,535.

Fonte: Pet Mag

​Read More
Notícias

Vigilância Sanitária retira 40 cães de residência em Uberaba, mas sociedade protetora consegue devolução

Uma ação realizada nesta sexta-feira, dia 17, pela Vigilância Sanitária em Uberaba (MG), retirou mais de 40 cães de uma casa na rua Francisco Borges de Araújo, no bairro Estados Unidos. No entanto, a Sociedade Protetora dos Animais (Supra) conseguiu que os animais fossem devolvidos para a tutora.

Os cães foram retirados da tutora e encaminhados ao Centro de Controle de Zoonoses no início da tarde desta sexta-feira, atendendo a reclamações da vizinhança.

A Vigilância vai ainda acompanhar a situação para ver se foram tomadas todas as medidas necessárias quanto à higienização e limpeza da área notificada.

De acordo com a presidenta da Supra, Denise Max, um acordo entre a Zoonoses, Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância Sanitária e a tutora dos animais permitiu que eles voltassem para a residência. “No entanto, a tutora entendeu o problema com os vizinhos e vai castrar todos os animais e doar parte deles”, completa. Denise ainda ressaltou que a Supra só não assumiu os cães por ainda estar em fase de transição. “Não temos mais espaço, aqui estamos superlotados, só mesmo quando estivermos na nova sede, que ainda não está com localização definida”, concluiu.

Com informações de JM Online

​Read More
Notícias

Inscrições para castração de cães e gatos encerram nesta quinta-feira em Vinhedo (SP)

Encerram nesta quinta-feira, dia 30, as inscrições para a Campanha de Castração de Cães e Gatos voltada à população de baixa renda. A Prefeitura tem parceria com a Sopravi – Sociedade Protetora dos Animais.

Os interessados podem se inscrever no Setor de Zoonoses – Rua Monteiro de Barros, 530, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h – munidos de cópias do RG, comprovante de endereço e a carteirinha de vacinação do animal.

A campanha consiste na realização de cirurgias de castração de animais e é voltada à população de baixa renda que possui animais de estimação. Terminado este período, os inscritos receberão a visita dos membros voluntários da Sopravi, para que sejam selecionados os animais aptos a participar da Campanha. Serão consideradas a idade do animal, potencial reprodutivo e renda dos proprietários.

A castração será realizada a preço reduzido durante os meses de outubro e novembro, com valores que variam de R$ 40,00 a R$ 90,00. Os valores pré-estabelecidos para o procedimento cirúrgico levará em consideração a espécie e o porte do animal. Também caberá à Sociedade Protetora dos Animais o agendamento da cirurgia junto a uma das clínicas veterinárias participantes da Campanha. Informações podem ser obtidas no Setor de Zoonoses no telefone 3826-7487.

Fonte: Jornal de Vinhedo

​Read More
Notícias

Cavalo morre de calor e sede em terreno português

Morreu ontem um dos cinco cavalos abandonados há duas semanas em terrenos que circundam o ex-Centro de Saúde Mental, em S. Bernardo, Aveiro, Portugal. Funcionários do CAT – Centro de Atendimento de Toxicodependentes – que lá funciona, suspeitavam que os animais estavam à mercê da sorte e não recebiam água nem alimentos.

Na última quinta-feira confirmaram as suspeitas da pior forma possível: com a morte de um dos animais, por volta do meio-dia, de fome e de sede. “Com o calor que fez, o cavalo morreu de sede”, sentencia um dos funcionários.

Os funcionários da instituição estão revoltados e garantem que há muito vinham alertando para a situação “ultrajante e cruel” em que vivem os cavalos, tanto à Junta de Freguesia de São Bernardo, quanto à outras entidades, como a Sociedade Protetora dos Animais, mas não obtiveram resultados.

Fonte: Diário de Aveiro

Nota da Redação: Em um caso como este, já que estavam revoltados e mesmo que não tenham obtido resultados, as pessoas que presenciaram esta situação criminosa, poderiam, ao menos,  ter dado água e comida aos cavalos ao invés de esperar a atuação de terceiros e presenciar a morte cruel de um dos animais.


​Read More
Notícias

Menina de seis anos faz apelo para evitar sacrifício de pônei deformado

Uma garota de seis anos está fazendo uma campanha para arrecadar recursos para uma operação que pode salvar a vida de seu pônei, que nasceu com o rosto deformado.

Foto: Reprodução/Daily Mail

Diego, o filhote de cinco meses, nasceu com o focinho e a mandíbula deformados. Ele tem dificuldades de respirar e, no futuro, poderia ter a sua capacidade de se alimentar de grama comprometida.

Outros tutores de animais recomendaram à família Biddlecombe, de Southampton, no sul da Inglaterra, sacrificar o animal. Mas Diego caiu nas graças da filha de seis anos da tutora, Maddison.

“Ele tem o rosto feio e me ama”, disse Maddison ao jornal local Echo News, quando questionada por que se afeiçoou ao pônei de maneira especial. “Ele me beija e faz carinho.”

A operação para consertar o defeito de nascença, que faz com que a parte inferior e superior da mandíbula cresçam para o lado, custa quatro mil libras esterlinas (cerca de R$ 11 mil).

A mãe de Maddison, Janey, conta que no início procurou outros tutores de animais para discutir o problema e ficou assustada com a solução de sacrificar Diego, repetida por vários tutores.

“Algumas pessoas nos dizem para dar uma chance a Diego mas outras nos recomendam sacrificá-lo unicamente por causa de sua aparência”, afirmou Janey ao jornal.

“Não há a menor possibilidade de sacrificá-lo, a não ser que ele esteja sofrendo.”

Fonte: Estadão

​Read More
Notícias

Grupo busca ‘lar’ para mais de cem equinos resgatados de maus-tratos

A Sociedade Protetora dos Animais da Grã-Bretanha (RSPCA, na sigla em inglês) está fazendo um apelo para encontrar possíveis tutores para uma centena de equinos resgatados de uma fazenda há quase dois anos e meio.

Os cavalos, pôneis e burros foram encontrados abaixo do peso, desidratados, famintos e doentes em uma fazenda em Amersham, a 40 quilômetros de Londres, em janeiro de 2008.

Em um caso que, à época, despertou atenções pela escala do crime, o dono da propriedade, James Gray, foi condenado a mais de seis meses de prisão.

Depois a pena foi elevada em dois meses porque, durante o processo, ele fugiu da Justiça e foi recapturado.

A responsável da RSPCA por encontrar novos lares para os animais, Sally Learoyd, disse que a instituição gastou cerca de 2,3 milhões de libras esterlinas (mais de R$ 6 milhões) em cuidados veterinários e despesas legais relativas aos animais.

Ela informou que 17 de 36 cavalos resgatados já foram reabilitados pela RSPCA e estão prontos para encontrarem um novo lar. Os outros estarão prontos para serem adotados em breve.

Sofrimento

“Estes cavalos tiveram de passar por um sofrimento terrível”, afirmou Learoyd. “Estamos procurando tutores pacientes e experientes, que tenham a infraestrutura, o tempo, o conhecimento e o dinheiro necessários para cuidar dos cavalos pelo resto de sua vida.”

Muitos dos equinos são pôneis. Diversos são animais jovens, que tinham cerca de um ano de idade quando foram resgatados.

A esposa do dono da fazenda onde os animais foram apreendidos e os três filhos do casal também foram considerados culpados pela Justiça britânica.

Julie Gray, 42, e suas filhas Jodie, 27, e Cordelia, 21, foram consideradas culpadas por duas ofensas criminais cada uma.

Já o filho adolescente do casal, James Gray Jr, 17, foi considerado culpado de 11 ofensas previstas na legislação de proteção dos animais de 2006. Ele foi absolvido de quatro das acusações.

O pai foi proibido pela Justiça de possuir cavalos, pôneis e burros pelo resto da vida. O resto da família enfrentará a mesma sanção por dez anos.

Fonte: Estadão



​Read More
Notícias

Gaivota tem cabeça perfurada por dardo na Grã-Bretanha

Um fotógrafo britânico conseguiu capturar a imagem de uma gaivota que sobreviveu à perfuração de sua cabeça por um dardo. A gaivota, que voava normalmente e não aparentava nenhum outro dano aparente, foi avistada na cidade de Scarborough, na costa leste da Grã-Bretanha, ainda com o dardo atravessado no meio de sua cabeça, pouco acima da linha dos olhos.

O fotógrafo Graham Rhodes acredita que o dardo foi lançado por uma besta (um espécie de arco e flecha de origem medieval) e disse estar preocupado que outros pássaros e até pessoas possam acabar feridos. “É impressionante que o pássaro ainda esteja voando com um dardo em sua cabeça, porque o peso do objeto deveria restringir seus movimentos.”

Geoff Edmond, inspetor da Sociedade Protetora dos Animais da Grã-Bretanha para a área de Scarborough, disse ser “horrível” e “totalmente ilegal” atirar em pássaros.

Fonte: O Globo


​Read More
Notícias

Projeto que limita quantidade de animais por tutor é engavetado

Depois de sofrer pressão popular, a vereadora Julieta Reis (DEM) anunciou, na última quinta-feira, que retirou de pauta seu projeto que “regulamenta” a guarda de animais de estimação em Curitiba. ONGs ligadas a direitos dos animais protestaram contra a iniciativa da vereadora. Julieta Reis garante que sua proposta foi “mal interpretada”, mas diz que, devido ao rumo que o debate tomou, não havia mais condições de manter o projeto em pauta.

O projeto de Julieta Reis se propunha a criar padrões para guarda de animais em condomínios. No entanto, as regras ainda não constavam da proposta inicial, e surgiriam de discussões sobre o assunto. A vereadora citava a permanência de um rotweiller em um apartamento pequeno como exemplo de algo que poderia ser proibido.

A ideia que causou mais polêmica, porém, era a de que o número de cães por pessoa pudesse ser regulamentado. “A divulgação da Limitação de Animais, que não constava no projeto, destruiu qualquer possibilidade de discussão”, afirmou a vereadora em um e-mail enviado ontem avisando sobre a retirada do projeto de pauta.

O projeto teve repercussão negativa entre entidades de proteção aos animais. A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba, por exemplo, ouvida pela Gazeta do Povo, afirmou que a limitação de animais seria inconstitucional, e se mostrou preocupada com o destino dos bichos que fossem encontrados em situação irregular.

“O intuito sempre foi defender os animais, mas como existe, mesmo que remota, a possibilidade de ser prejudicial aos animais de estimação, o arquivamento do projeto se fez necessário”, afirmou a vereadora em seu site.

Julieta Reis afirmou, no entanto, que poderá retomar as discussões no futuro. “Estamos fazendo um levantamento dos projetos que estão em estudo e em fase de implementação por parte do executivo municipal, para que então possamos fazer uma nova discussão em conjunto, e elaborarmos um projeto mais abrangente, que complete todas as necessidades, inclusive da ‘Guarda Responsável de Animais Domésticos'”, disse a vereadora.

Fonte: Gazeta do Povo

Nota da Redação: Ainda que estivesse muito bem intencionada, a rotina da vereadora não permitiu que ela conhecesse a triste realidade dos animais abandonados no Brasil. Mal sabe ela que, para cuidar de animais feridos ou salvá-los da morte e dos maus-tratos, protetores independentes e ONGs sem abrigo próprio precisam abrigar vários cães e gatos dentro das próprias casas. Seria muito mais nobre, por parte da vereadora, se a preocupação com os animais refletisse um projeto preventivo e educativo – aí talvez fosse possível completar todas as necessidades.
​Read More
Você é o Repórter

Mulher presencia abandono e não obtém ajuda da Sociedade Protetora dos Animais de BH

Cristiane Aparecida de Carvalho

cristianeacarvalho2008@hotmail.com

Outro dia, pela manhã, quando sai de casa para trabalhar, me deparei com uma cena de extrema crueldade e descaso: vi uma caixa do lado de fora de uma casa e ouvi um choro que parecia de filhotinhos de cachorro.

Fiquei completamente perturbada com o que ouvi, tentei ligar para Sociedade Protetora dos Animais (na rua Jaguariba, 76, em Guarani, BH), mas foi sem sucesso. Quando se consegue falar, a entidade nunca pode fazer nada.

Gostaria de saber se há algum lugar para onde eu possa ligar em casos como estes?

Temos que ligar mesmo, denunciar essas pessoas para que elas sejam punidas. Se o Estado, junto com a Prefeirura, adotar medidas enérgicas e começar a punir – cobrar multa ou proibir a pessoa de ter qualquer outro animal – acredito que estes monstros pensarão duas vezes antes de maltratar um animal.

Por favor, preciso de um telefone para denúncias!

Obrigada,

Cristiane

​Read More