Notícias

Cresce o número de vegetarianos nos Estados Unidos

Por Raquel Soldera (da Redação)

Cada vez mais restaurantes nos Estados Unidos oferecem opções sem carne em seus cardápios, como sopas e sanduíches vegetarianos, além de leite de soja, tofu e sobremesas vegan.

A maioria dos americanos conhece alguém que é vegetariano, mas os vegetarianos nos Estados Unidos representam apenas 3,2% da população, de acordo com um estudo de 2008 publicado pela Vegetarian Times. No entanto, segundo pesquisa encomendada pela Vegetarian Resource Group, apenas 1% da população americana era vegetariana em 1994. O crescimento do vegetarianismo não pode ser atribuída a uma única causa.

Um estudo mostrou que 15% dos americanos escolheram uma dieta vegetariana para a promoção dos direitos dos animais; 4% são vegetarianos para beneficiar o meio ambiente; e cerca de 46% dos americanos alegaram a saúde como a principal razão para uma dieta sem carne.

Um número crescente de estudos científicos sugere que o vegetarianismo pode trazer muitos benefícios para a saúde. Os vegetarianos consomem um terço a menos de gordura saturada e cerca de metade do colesterol, segundo relatório da Associação Dietética Americana.

A saúde foi o motivo de Jessica Worrell ter escolhido o vegetarianismo há dois anos. Jessica disse que está mais em sintonia com o seu corpo agora. “Isso me obriga a comer alimentos mais saudáveis, e eu estou muito mais consciente das minhas necessidades”, disse Jessica.

No entanto, a saúde não é a única preocupação de Jessica. A poluição causada pelo consumo de carne, visto que a agricultura contribui para o aumento dos gases com efeito de estufa, foi outro ponto levado em consideração na hora de optar pelo vegetarianismo.

“A preservação do meio ambiente é uma das razões que me fizeram ser vegetariana”, disse Jessica.

Com informações de College Publisher

​Read More