Notícias

Zoológicos em shoppings passam a ser proibidos na Rússia

A nova lei, que proibiu os zoológicos, foi aprovada por ativistas pelos direitos animais


A Rússia proibiu, através de uma lei, que zoológicos aprisionem animais em shoppings do país. Com isso, um crocodilo, um lagarto, tartarugas e cobras foram resgatados e levados para um abrigo na Sibéria.

Pixabay/lonewolf6738/Imagem Ilustrativa

“Foi uma operação de resgate de verdade porque o dono desse zoológico não conseguiu renovar o contrato de aluguel. Para onde ele levaria os animais? Dinheiro era necessário para o transporte, alimentação, manutenção. É inverno agora. Os répteis são criaturas de sangue frio mas precisam ser mantidos em alta temperatura e umidade”, diz Yevgeniya Ryzhova, voluntário do abrigo que recebeu os animais.

A expectativa de ativistas do país é de que a legislação garanta bem-estar aos animais.

“Há vários pequenos zoológicos privados. Há pequenas exposições de animais em shoppings, em locais alugados. Eles têm na maioria animais exóticos. Seria bom se os donos tentassem abrigá-los, pois alguém pode vendê-los e eles podem acabar na casa de alguém ilegalmente”, disse o voluntário.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Estabelecimentos que aceitam animais se espalham pelo Rio

Foto: Divulgação

Quem tutela cães e gatos em casa sabe o sofrimento que bate na hora de deixá-lo sozinho, com aquela cara de abandono. Alguns pais até abrem mão de sair por causa do filho de quatro patas. Mas, para a tranquilidade dos tutores e a alegria dos animais, o número de estabelecimentos com opções para animais não para de crescer no Rio. Antes praticamente exclusivos na Zona Sul, esses espaços têm se proliferado por diversas regiões.

Coordenadora de marketing, Emily França levou sua cadelinha, Amora, a um dos mais novos locais amigo dos animais, no Shopping São Gonçalo. Por lá, há pequenas camas, potinhos descartáveis, água e material para limpá-los numa sala exclusiva para cães e gatos.

“Hoje em dia o cachorro é mais que um animal doméstico, é um membro da família. Deixo de viajar e ir a determinados lugares se não puder levá-la. Então, procuramos um lugar que o aceite, porque se ele não for bem-vindo, também não me sinto bem-vinda”, diz Emily, que concorda que deve haver limites em alguns casos: “Entendo que haja proibição em determinados espaços, como a área de alimentação, até por uma questão de higiene, mas acho legal ter um lugarzinho como este”.

De acordo com o representante do shopping Leonardo Marquez, o fluxo de clientes com animais domésticos aumentou bastante desde abril, quando o estabelecimento aderiu ao conceito “amigo dos animais”.

“A aceitação tem sido boa, sem problema de limpeza. Algumas lojas, inclusive, permitem a entrada de animais. Como ficamos às margens da rodovia, notamos que as pessoas que viajam com seus cães têm feito uma parada aqui”, explica ele.

Fonte: Extra

​Read More
Notícias

Shopping de Ribeirão Preto (SP) libera entrada de cães de pequeno porte

O Santa Úrsula, o primeiro shopping de Ribeirão Preto (SP) a liberar a entrada de cães de pequeno porte com até 10 quilos, promove a Semana Pet de 16 a 22 de setembro, com diversas atividades em parceria com a Ourofino Saúde Animal.

Para facilitar a rotina daqueles que querem a companhia de seus cães durante as compras e lazer, o Shopping Santa Úrsula irá liberar, a partir do dia 16 de setembro, a entrada de cães de pequeno porte com até 10 quilos no empreendimento. Os cães poderão transitar dentro do shopping utilizando coleira com guia curta e plaqueta de identificação. Desde 2011, o Santa Úrsula permite a entrada de cães no colo de seus tutores.

A medida, inédita na cidade, será celebrada com a Semana Pet, evento que acontece de 16 a 22 de setembro, com diversas atividades voltadas para os cães, seus tutores e para quem gosta do melhor amigo do homem. O evento tem a parceria da Ourofino Saúde Animal.

A Semana Pet contará com exposição de fotos de cães para adoção, Bem-Estar Pet e Cãominhada, que será realizada no dia 22 de setembro, em parceria com o CNA Campos Salles, Boulevard e Dom Pedro. Além disso, os clientes poderão tirar foto com seus cães, em um cenário especial, para levar como brinde para casa.

Circulação de cães pelo shopping
Para a circulação de cães dentro do Shopping Santa Úrsula vale destacar que os tutores são responsáveis em zelar pela limpeza e destinação adequada dos dejetos de seus cães. O empreendimento irá disponibilizar, nas entradas do empreendimento, kits higiênicos, caso haja necessidade.

Apenas cães de pequeno porte poderão transitar dentro do shopping e nas áreas permitidas, que serão todas sinalizadas. As restrições de circulação envolvem as áreas e lojas destinadas à alimentação (restaurantes, cafés e lanchonetes), elevadores sociais, fraldário, ambulatório e banheiros. Já nas escadas rolantes, o cão deve transitar no colo de seu tutor. Além disso, todas as lojas do Shopping Santa Úrsula serão sinalizadas com adesivos em suas vitrines autorizando ou não o acesso dos cãezinhos.

“O Santa Úrsula é o primeiro shopping da cidade a liberar a entrada de cães para passear no chão, iniciativa que contribui para uma maior aproximação com a comunidade”, acrescenta Cleiton Martins, superintendente do centro de compras.

Quem preferir pode deixar o cão no Dog Parking, uma área reservada onde os animais ficam em total segurança e conforto enquanto o tutor almoça, toma um café ou vai ao cinema. O Dog Parking é um serviço gratuito que fica no Piso G1, próximo à sala VIP do estacionamento.

As regras para o acesso com cães no shopping estarão disponíveis no site (shoppingsantaursula.com.br) e nas entradas do centro de compras.

Informações

Acesso de animais domésticos de pequeno porte ao Shopping Santa Úrsula:
– Com peso até 10 kg, coleira com guia curta e plaqueta de identificação;
– Proibida a entrada de cães de raças como: mastim napolitano, bull terrier, american stafforshire, pastor alemão, rotweiller, fila, doberman e pitbull.

Programação Semana Pet

Todos os dias (de 16 a 22 de setembro):
10hs às 22 horas – Exposição de fotos de cães para adoção
Das 16hs às 19 horas – Fotos gratuitas dos clientes com seus cãezinhos

Dia 20/9 (sexta-feira):
Das 10hs às 18 horas – Bem Estar Pet
Das 10hs às 18 horas – Ação no Pet Shop
Das 12hs às 15 horas – Visita do Byte (mascote da Linha Pet Ourofino)

Dia 21/9 (sábado):
Das 10hs às 18 horas – Bem Estar Pet
Das 10hs às 18 horas – Ação no Pet Shop
Das 12hs às 15 horas – Visita do Byte (mascote da Linha Pet Ourofino)

Dia 22/9 (domingo):
Das 9hs às 11 horas – Cãominhada (do shopping até a Praça 7 de Setembro com a presença do Byte, mascote da Linha Pet Ourofino)
Das 14hs às 18 horas – Bem Estar Pet
Das 14hs às 18 horas – Ação no Pet Shop

Fonte: Ribeirão Preto Online

​Read More
Notícias

Confira locais em Florianópolis (SC) onde os animais são bem-vindos

Foto: Divulgação/ Diário Catarinense
Foto: Divulgação/ Diário Catarinense

Passear com nossos melhores amigos tranquilamente nem sempre é fácil. Para isso, selecionamos alguns estabelecimentos que aceitam animais na Grande Florianópolis para você não deixar os animais em casa enquanto curte a noite em bares e restaurantes ou faz um passeio no shopping.

Shoppings
Floripa: aceita animais de pequeno porte no colo ou no carrinho, menos na praça de alimentação.

Iguatemi: pode circular no colo do tutor ou no chão com coleira, apenas não é permitido na praça de alimentação.

Beiramar: pode passear pelo corredores no colo do tutor. Na praça de alimentação é proibido.

Itaguaçu: aceitam animais de pequeno porte no colo do tutor, mas não pode circular na praça de alimentação.

ViaCatarina: aceitam animais de pequeno porte no colo do tutor ou no carrinho. É proibido na praça de alimentação.

Continente Park Shopping: com exceção da praça de alimentação, podem transitar no colo do tutor.

Bares e Restaurantes
Tempero da Ilha: animais são aceitos desde que fiquem na parte externa.

Pousada e Restaurante Bela Ilha: aceita cachorros desde que fiquem na coleira.

Ponta das Caranhas: aceita animais de pequeno porte no colo do tutor ou no carrinho.

Pousada e Restaurante do Museu: é permitido na parte externa.

Café cultura: podem ficar com os animais na área externa, mas apenas no chão.

Fonte: Diário Catarinense

​Read More
Notícias

Conheça quais shoppings de São Paulo permitem ou proíbem a entrada de cães

Quem acha que o cachorrinho de estimação é um integrante da família e deve ir ao passeio no shopping precisa ter cuidado para evitar constrangimentos. Na cidade de São Paulo, nem todos permitem a entrada dos bichos. Há aqueles que só autorizam se o animal ficar no colo. Cães grandes, quando podem entrar, só com focinheira. Mas todos são unânimes: animais não circulam nas praças de alimentação.

“Acho que os cães são mais companheiros e assim gostamos de ir a todos os lugares com eles”, afirma a médica Alice Yamada, de 49 anos, que na noite da quinta-feira (20) passeava com seu cão Mut Ze  no Shopping Jardim Sul, no Morumbi, Zona Sul de São Paulo.

Ali, as regras são: cães de médio e pequeno portes são permitidos. Se forem considerados bravos, devem estar com focinheiras. Todos precisam estar com a coleira e, em caso de usar as escadas rolantes ou o elevador, o tutor tem que pegar o animal no colo. “Normalmente, as pessoas gostam (da Mut Ze), as crianças brincam com ela. Eu me socializo e a cachorra também”, diz Alice.

Ansiosa, a pequena Isabela, de 7 anos, esperava por Bernardo, um cão da raça shih-tzu, que tomava banho em um pet shop do shopping. Para o comerciante Ricardo Lemos, de 34 anos, pai da menina, deixar cachorros entrar em shoppings é uma questão de segurança. “Acho bom porque na rua você pode ser assaltado, sequestrado. Aqui, corremos menos risco”, conta ele, que também estava no Jardim Sul.

Isabela passeia com Bernardo no shopping. (Foto: Carolina Iskandarian/ G1)

Sem permissão

Na capital, não é permitida a entrada nos cãezinhos em cinco locais: Shopping Metrô Santa Cruz, Shopping Ibirapuera, Mega Polo Moda, Shopping Panamby Jaraguá e Shopping Metrô Tatuapé. Outros empreendimentos autorizam a entrada apenas de cachorros de pequeno e médio portes. Em alguns casos, só no colo (veja a lista completa abaixo).

No Shopping Frei Caneca, por exemplo, na região central, cachorro grande só entra por uma porta especial, que dá acesso direto ao pet shop. É o único local onde podem andar. Há uma semana, um adesivo foi colado na porta de entrada, informando sobre a restrição.

Para os tutores de cães, mais do que autorizar o “cliente canino”, é preciso bom senso. “A desvantagem do cachorro no shopping é que não pode deixar ele fazer as necessidades no chão. Mesmo que você limpe, fica chato”, afirma Ricardo Lemos.

A médica Alice concorda e se previne de duas formas: dá uma volta na rua com a cachorrinha antes de entrar no shopping e carrega saquinhos plásticos no bolso. “É um pouco desagradável. Tem tutor que extrapola e até vai com o cachorro na área de alimentação”, afirma.

“Tudo é o bom senso. Eu trago porque ela é quieta. Shopping é um lugar que tem muita gente. Alguns gostam de cachorro, outros não”, diz a atendente de telemarketing Ana Paula Araújo Ferreira, de 21 anos, mãe da poodle Julie.

Veja aqui as regras de cada shopping:


Fonte: G1

​Read More