Notícias

Morte dos cachorros enterrados vivos em Joinville (SC) é investigada

De Brasília, onde está buscando recursos para Joinville (SC), o prefeito Carlito Merss pediu aos secretários rigor e agilidade na apuração do caso da morte e enterro de dois cães na sede da Secretaria Regional do Costa e Silva.

Carlito disse que não consegue acreditar que um ato dessa crueldade possa ter ocorrido, mas quer o fato totalmente esclarecido, o mais rápido possível. “Se os processos de investigação demonstrarem que houve qualquer infração, os responsáveis serão punidos”, garantiu o prefeito.

A Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Gestão de Pessoas e com o apoio da Procuradoria Geral, abriu sindicância administrativa para apurar os fatos.

O pedido de abertura de Sindicância foi apresentado nesta quarta-feira (03) pela manhã pelo secretário regional do Costa e Silva, Pedro Campos. Se a Sindicância apontar indícios de infração na ação dos servidores, será aberto Processo Administrativo para punição dos responsáveis.

Os dois cachorros serão desenterrados e levados para o local adequado – o Aterro Sanitário. Antes, um veterinário da Secretaria de Saúde colherá amostras para possibilitar exames que apontem a causa da morte dos animais.

Segundo o secretário Pedro Campos, os servidores relataram que os animais já estavam mortos quando foram enterrados. Desde o início da tarde apresentavam sinas de envenenamento (vômitos, fraqueza e excesso de salivamento). “Muitas vezes os funcionários da Secretaria alimentavam os cães. Ninguém iria cometer uma crueldade dessas”, reforçou Pedro Campos.

Pela manhã, um contribuinte que mora próximo da Secretaria Regional relatou aos funcionários que seu cão havia sido envenenado e pediu auxílio da Secretaria (que possui serviço de vigilância eletrônica) para tentar descobrir o autor do ato. Esse relato reforça a hipótese de que os dois cães tenham sido envenenados.

Existe um serviço especial da Engepasa Ambiental, empresa responsável pela limpeza pública no município, que faz o recolhimento e dá a destinação adequada aos animais mortos. Este serviço pode ser acionado pelo telefone (47) 3436-8090.”

Fonte: ClicRBS

​Read More