Notícias

Grupo de amigos acomoda 140 galinhas dentro de um carro para salvá-las

Um grupo de amigos amontoou 140 galinhas em seu carro em uma tentativa de salvá-las de serem “gaseadas” até a morte.

Duas ativistas dos grupo de direitos animais Adelaide Animal Save passaram por uma fazenda de ovos e observaram as galinhas sendo jogadas em grandes caixas.

Quando perceberam que as galinhas estavam prestes a serem mortas, decidiram colocar o maior número possível de aves em seu carro.

140 galinhas foram resgatadas de serem mortas em fazenda (Foto: Lissy Jayne and Dillon Condor / Facebook Adelaide Animal Save)

Chloe Walker, de 26 anos, e sua amiga Sheridan passaram pela fazenda no sul de Adelaide e notaram um trabalhador jogando as galinhas em caixas grandes e decidiram descobrir o que estava acontecendo.

“Eu perguntei a ele o que exatamente estava acontecendo com as galinhas nos recipientes e ele nos informou que eles estavam sendo colocadas nas lixeiras para serem gaseadas até a morte”, disse Walker.

A eutanásia na machamba envolve asfixiar as galinhas com dióxido de carbono gasoso ou Modified Atmosphere Killing (MAK).

Depois de aprender o destino das galinhas, as mulheres perguntaram ao fazendeiro se poderiam levar alguns dos pássaros para longe em seu carro.

“No início, o fazendeiro estava confuso e hesitante, mas acabou concordando em nos dar oito galinhas”, disse Walker ao Daily Mail Australia.

Os animais seriam assassinados por não darem mais ovos e por serem considerados inúteis no local (Foto: Lissy Jayne and Dillon Condor / Facebook Adelaide Animal Save)

As mulheres foram embora, mas começaram a ‘sentir-se culpadas’ por retirarem apenas oito galinhas das centenas. Então, as mulheres contaram com a ajuda de dois amigos para ajudar a salvar as galinhas.

Com o consentimento do proprietário da fazenda, o grupo se encarregou de colocar o maior número possível de frangos na parte de trás do carro – 140 no total.

O grupo passou o resto da noite entregando as galinhas aos santuários de animais.

A missão foi realizada com o consentimento do proprietário (Foto: Lissy Jayne and Dillon Condor / Facebook Adelaide Animal Save)

Depois de postar sobre o incidente no Facebook, Ms Walker disse que também foi inundada com mensagens de usuários do Facebook oferecendo para receber algumas das galinhas.

De acordo com Chloe, é uma prática rotineira para as galinhas nas fazendas de ovos serem mortas aos 18 meses de idade, quando são consideradas “gastas” e não produzem mais ovos suficientes.

“Por acaso, passamos por esse processo de seleção”, disse ela.

​Read More