Notícias

Homem submete galinha a sofrimento ao decapitar a ave e é indiciado pela polícia

Reprodução

Um homem decapitou uma galinha e, em seguida, colocou a cabeça da ave em sua boca. A cena bárbara foi registrada em um vídeo e divulgada nas redes sociais. Na última quarta-feira (3), ele foi indiciado pela polícia e responderá por maus-tratos a animais. O caso aconteceu em Santarém, no Pará.

Divulgadas na internet, as imagens (veja abaixo) revoltaram internautas e ativistas pelos direitos animais. O caso repercutiu nacionalmente.

Diego Luiz da Silva Nascimento estava em sua casa, no bairro Esperança, quando foi localizado pela Comissão dos Direitos dos Animais da OAB-Santarém. Levado à 6ª Seccional de Polícia Civil, ele prestou depoimento, disse que estava bêbado quando matou a ave e que se arrepende.

Apesar da brutalidade cometida pelo agressor, ele responderá pelo crime em liberdade. Maus-tratos a animais é considerada infração de menor potencial ofensivo, não cabendo prisão. Após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), ele foi multado em R$ 3 mil.

O caso foi denunciado através das redes sociais, segundo a vice-presidente da Comissão, Juliana Martins. Informações do G1 indicam a participação no caso do Ibama, da Polícia Federal, da Secretaria de Meio Ambiente e da Polícia Militar, além da Comissão da OAB.

O crime segue em investigação para que outras pessoas envolvidas sejam identificadas. Diego afirmou, em entrevista à TV Tapajós, que os maus-tratos foram cometidos na casa de um amigo localizada no mesmo bairro onde ele mora.

Após cometer tamanha crueldade contra a ave, Diego negou ter má intenção ao matar o animal. “A gente estava na bebedeira e deu uma vontade de matar uma galinha e a gente resolveu matar. Eu fui infeliz de ter feito o que fiz, mas não foi por crueldade, porque eu tenho cachorro e outros animais, eu nunca faria uma coisa dessa por perversidade”, disse.

A postura do agressor mostra o quão nociva é a construção de uma sociedade pautada na normalização da morte de animais explorados para consumo. “Deu vontade de matar uma galinha” é uma frase que prova que animais consumidos por humanos são vistos como coisas. A consequência são casos brutais como esse – além de toda a crueldade promovida pela agropecuária contra esses animais.

Confira o vídeo abaixo (as imagens são fortes):

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Luisa mell (@luisamell) em


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Boto ferido é resgatado após ficar preso em linha de pesca no Pará

Com ferimentos na nadadeira, o animal foi resgatado e será mantido em cativeiro até que esteja apto a retornar à natureza


Um boto foi resgatado na tarde de domingo (12) após ficar preso em uma linha de espinhel em Santarém, no Pará. A linha estava engatada em uma árvore nas proximidades da ilha da Ponte Negra e acabou ferindo o animal, que pertence à espécie tucuxi.

Foto: Elvis Pereira/Arquivo Pessoal

O boto foi resgatado por um guia de turismo que passava pela região do rio Tapajós.

“Tinham muitos botos naquela região, mas vi um que não estava se mexendo muito bem. Logo percebi que ele estava ferido. Ele ficou preso em uma linha de espinhel que estava segura em uma árvore. Eu cortei a linha e coloquei o animal na lancha”, contou Elvis Pereira.

Após salvar o animal, o guia entrou em contato com o Corpo de Bombeiros para entregar o boto aos militares no Terminal Fluvial Turístico (TFT). O animal, que é uma fêmea jovem, apresentava ferimentos na nadadeira e foi encaminhada ao Zoológico de Unama.

Durante o resgate, um dos anzóis entrou no pé de Elvis e o feriu. Ele recebeu atendimento médico.

Foto: Elvis Pereira/Arquivo Pessoal

A administração do zoológico disse, em entrevista ao G1, que o animal pesa aproximadamente 29kg, mede 1.41 cm e foi encontrado com ferimentos na parte dorsal, ventral e bordas laterais da nadadeira caudal. O boto recebeu atendimento veterinário, foi medicado e está sob monitoramento constante. O quadro de saúde é estável.

“O animal vai permanecer em tratamento na piscina do zoológico até estar curado. Após a constatação da cura total, o boto será devolvido à natureza. E a expectativa é que ela seja devolvida daqui há 15 dias”, destacou a administradora do ZooUnama, Mary Jane Carvalho.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Boto é encontrado morto em praia de Santarém (PA)

A suspeita é de que o animal tenha sido vítima de pescadores


Um boto foi encontrado morto no sábado (26) na praia do Juá, em Santarém (PA). O animal era uma fêmea e estava grávida.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

O corpo foi removido do local por uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). Arlem Lemos, da Semma, explicou ao G1 que a causa da morte será investigada. Há suspeita que o caso esteja relacionado à pesca.

“É um boto cinza. Identificamos que está com ferimentos na cabeça, provavelmente foi perfurado na cabeça ou cacetado. Nesta região tem muitos pescadores e nessa época tem muitos cardumes de peixe passando e para proteger as malhadeiras os pecadores colocam aquelas redes grandes para o boto não passar e aí, quando o animal se aproxima, eles começam a querer cacetar o animal ou perfurar com metal”, contou Lemos.

A suspeita de que o animal pode ter sido morto por pescadores, segundo a Semma, se deve à quantidade de denúncias do tipo na região.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cadela é esfaqueada 12 vezes ao tentar proteger tutores de assalto

Uma cadela foi esfaqueada 12 vezes na praia do Maracanã, em Santarém (PA), enquanto tentava proteger os tutores de um assalto.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Socorrida com uma fratura na costela, Lili foi internada em estado grave. Ela foi brutalmente agredida após latir para dois homens que tentaram arrombar uma barraca na praia. Os criminosos fugiram sem levar nada.

Os profissionais da clínica veterinária onde a cadela foi internada informaram ao G1 que o animal está bastante debilitado.

Sem condições para arcar com os valores do tratamento veterinário, os tutores de Lili estão pedindo ajuda financeira.

Interessados em colaborar com o tratamento da cadela podem fazer doações diretamente na Clínica Amavie, na avenida Mendonça Furtado, entre a Travessa Dom Amando e avenida Turiano Meira.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cão é resgatado no Pará após viver amarrado, ser agredido e passar fome

Um cachorro foi resgatado na segunda-feira (29) após ser submetido a maus-tratos em Santarém, no Pará. O animal, que vivia em uma casa no bairro Amparo, era agredido diariamente, ficava amarrado e não recebia água e comida regularmente. Segundo a denúncia, até mesmo o fato do cão se enroscar na corda que o prendia gerava mais agressões.

Foto: Marcelo Cardoso/Arquivo Pessoal

A tutora do cachorro foi autuada por maus-tratos e multada em R$ 3 mil. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência sobre o caso foi lavrado em uma delegacia. As informações são do G1.

O cão foi resgatado por uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e encaminhado para adoção.

“Os vizinhos estão dispostos a depor contra ela, já que eles viam e ouviam o que ela fazia com o cachorro”, disse o médico veterinário Marcelo Cardoso, que participou do resgate.

Para efetuar denúncias de maus-tratos aos animais, o denunciante deve juntar provas – como vídeos e/ou fotos – e informar aos órgãos ambientais o endereço de onde a prática criminosa está sendo promovida. Em Santarém, casos podem ser denunciados à Semma pelo telefone (93) 3552-5452.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Câmara de Santarém (PA) debate substituição de veículos de tração animal

Uma reunião foi realizada na Câmara Municipal de Santarém, no Pará, nesta quinta-feira (2), para discutir alternativas que possam substituir os veículos de tração animal no município. O encontro foi promovido pelo vereador Junior Tapajós (PR) e contou com a participação de representantes de ONGs de proteção animal e carroceiros.

Foto: Pixabay

O parlamentar afirmou que o objetivo da reunião foi chamar a atenção das autoridades e da sociedade civil organizada para a necessidade de combater os maus-tratos a animais explorados em atividades de transporte de pessoas, fretes e similares. As informações são do portal G1.

Na reunião, alternativas à exploração animal foram discutidas e ficou definido como última possibilidade a busca dos carroceiros por outro tipo de atividade no mercado de trabalho.

Durante o encontro, o SEBRAE colaborou apresentando opções rentáveis de trabalho aos carroceiros, além de abordar a possibilidade de linhas de crédito para iniciar um novo negócio.

Em Santarém, a tração animal é bastante comum. Os animais são explorados na cidade, inclusive, para o serviço de coleta de lixo em ruas nas quais o caminhão coletor não circula, e também para transportar entulhos.

​Read More
Notícias

Cão é resgatado após ser visto lesionado e se arrastando na chuva

A cena triste de um cão lesionado se arrastando na chuva por ruas de Santarém, no oeste do Pará, repercutiu nas redes sociais e mobilizou voluntários de uma ONG, que atua no resgate de animais que sofrem maus-tratos na região. O vídeo comoveu centenas de usuários na internet.

Foto: Facebook | Reprodução

Apollo foi o nome dado pelos voluntários da ONG Lar do Amor, que fizeram o resgate na última sexta-feira (11), debaixo da chuva. Ele foi encontrado abandonado e bastante debilitado em uma esquina, perto da avenida Dom Frederico Costa, no bairro Livramento.

O cão foi levado de carro para uma clínica veterinária, onde foi internado e recebe cuidados de médicos e voluntários da ONG. Apollo está com sensibilidade nas patas traseiras e deve passar por exame de raio x na segunda-feira (14).

Segundo Adriana Carvalho, voluntária da ONG, não é possível constatar se a lesão nas patas do animal é resultado de alguma agressão. A suspeita é de atropelamento. A ONG pede ajuda financeira para que o tratamento seja custeado na clínica.

Após o tratamento, Apollo será colocado para adoção. Pelo menos três cães paraplégicos já foram resgatados nos últimos meses e estão para adoção. A ONG não possui abrigo e conseguir um lar temporário está sendo um desafio para os voluntários.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Filhotes de gato são abandonados para morrer dentro de saco no Pará

Três filhotes de gato foram abandonados para morrer dentro de um saco plástico na esquina da avenida Plácido de Castro com a travessa Silva Jardim, no bairro Aparecida, em Santarém, no Pará.

(Foto: Dan Figueira/Arquivo Pessoal)

Desesperados e com fome, os filhotes começaram a miar e chamaram a atenção do bacharel em administração Dan Figueira, de 28 anos, que decidiu resgatá-los.

Nos primeiros dias após o resgate, os gatos sequer conseguiam comer ração, já que eram muito novos. Dias depois, entretanto, a ração pôde ser introduzida na alimentação dos filhotes.

“Minha reação foi de tristeza. Eles vieram para cima de mim, estavam com fome. Não consigo ver uma situação dessas e achar que não é comigo. Penso que todos podemos fazer alguma coisa, como alimentar um animal de rua ou tirá-lo se estiver em situação de perigo”, disse Figueira.

Devido à falta de espaço em casa para tutelar os gatos, Figueira optou por colocá-los para adoção. Para isso, tem contado com a ajuda da ONG Lar do Amor, que resgata animais em situação de maus-tratos e abandono em Santarém.

(Foto: Dan Figueira/Arquivo Pessoal)

“Fico triste e ao mesmo tempo com raiva de ver essas situações. Abandonarem os animais como se fossem lixos, sem se preocupar se eles irão sobreviver. Eles iam morrer lá”, lamenta Figueira. As informações são do portal G1.

Fotos dos três filhotes foram divulgadas nas redes sociais da entidade na intenção de encontrar novos lares para os animais. Para adotá-los, basta entrar em contato com Dan Figueira pelo telefone 93 99106 4597 ou com a ONG e garantir ter condições para manter o animal com alimentação de qualidade e serviços básicos de saúde.

Maus-tratos é crime

Maus-tratos é tipificado como crime no artigo 32 da Lei 9605/95 e tem como penalidade detenção de três meses a um ano, além de multa. Denúncias podem ser feitas à polícia em qualquer hora do dia através do telefone 190.

É considerado maus-tratos abandonar, espancar, golpear, mutilar, envenenar, manter preso permanentemente em correntes ou em locais pequenos e anti-higiênicos, abrigar no sol, chuva ou frio, deixar de dar água e alimentação diariamente e negar assistência médica ao animal doente ou ferido.

​Read More
Notícias

ONG de Santarém (PA) é premiada em concurso nas redes sociais

Divulgação
Divulgação

Uma Organização Não-Governamental (ONG) de Santarém, no oeste do Pará, que cuida de animais abandonados foi a vencedora do concurso “Energia do bem” nas redes sociais. O objetivo era premiar em dinheiro a página que tivesse o maior número de compartilhamentos. A “União Animal” teve 1.086 compartilhamentos. Em segundo lugar ficou a “Casa São Vicente de Paulo”, em Paragominas, com 314 compartilhamentos que será contemplada com R$ 2 mil. No total, quatro ONGs participaram da campanha.

Para a representante e voluntária da ONG, Denise Albuquerque, a premiação, representa uma grande vitória. “Muitos sabem da nossa luta diária em prol dos animais. E saber que muitos votaram em nos ajudar é muito gratificante”, reforçou. O dinheiro repassado será utilizado para castrações dos animais, informou a voluntária da União Animal.

Divulgação
Divulgação

A “União Animal” mantêm em atividade dois projetos, o “Apadrinhe um Peludo” e o “Lar Temporário”. Palestras em escolas, resgate e tratamento dos animais, incentivo a adoção dos animais resgatados, castração dos animais resgatados e doados, venda de alimentos e bazar para angariar dinheiro, são algumas das ações realizadas pela ONG, que conta com o apoio de dez voluntários. Um dos objetivos é promover campanhas educativas, palestras e cursos voltados à proteção dos animais. Desde 2014, mais de 300 animais já foram atendidos.

Histórias que comovem Na página da ONG, na internet muitas histórias de resgates e adoções de animais são compartilhadas com os internautas que se mobilizam na luta contra os maus-tratos aos animais. Uma delas é sobre a cadela vira-lata que foi encontrada no bairro Jardim Santarém.

O animal bebia água do esgoto, apresentava sinais de maus-tratos, além de um tumor na mama. Uma voluntária resgatou a cadelinha que ganhou o nome de Manu, passou por tratamentos e atualmente, faz a alegria da família da dona de casa, Márcia Santos, que é apaixonada por cachorros desde criança.

Projeto
O “Energia do Bem” é um programa de voluntariado da Celpa que consiste num conjunto de ações realizadas com o objetivo de incentivar e apoiar o envolvimento dos colaboradores em atividades como palestras educativas, atividades sociais e lúdicas. O programa atende clientes de diversas cidades do o Estado. “A ajuda ao próximo é necessária e tem contribuído para que muitas vidas sejam salvadas. Por isso é importante, que cada vez mais haja novos adeptos da solidariedade”, finalizou

Fonte: Jornal Floripa

​Read More
Notícias

Santarém é o segundo distrito onde mais se abandonam animais

Divulgação
Divulgação

O distrito de Santarém, com 26 casos, é o segundo do país onde se cometem mais crimes de abandono de animais, apenas atrás de Setúbal (com 35 casos) e á frente de Lisboa (24).

Os números são da Guarda Nacional Republicana (GNR), que num balanço aos dois anos da aplicação da lei que criminaliza maus-tratos a animais, revelou que, em termos nacionais, registou em média 10 denúncias por dia e 34 crimes por mês de maus-tratos a animais de companhia.

Segundo o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, desde outubro de 2014 até 30 de setembro último foram feitas 7.264 denúncias (302 por mês em média) e levantados 9.820 autos de contraordenação (uma média de 409 por mês e 14 por dia), especialmente por falta de chip de identificação, vacinação e/ou condições higieno-sanitárias.

Por distritos, o maior número de crimes de maus-tratos registou-se em Setúbal, com 63 casos, seguindo-se os 56 casos de Faro e os 52 de Braga.

Lisboa foi o distrito que registou mais denúncias (1.660), seguindo-se Setúbal (1.219). Bragança (42) e Portalegre (45) foram os distritos com menos.

No âmbito das contraordenações foi os Açores que se destacou, com 1.539 casos, seguindo-se Lisboa (1.026) e Setúbal (902).

Recorde-se que ao abrigo da lei, quem, “sem motivo legítimo, infligir dor, sofrimento ou quaisquer outros maus tratos físicos a um animal de companhia é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias”. As penas podem ser agravadas se o animal morrer ou ficar incapacitado. Quem abandonar um animal é punido com pena de prisão até seis meses ou com pena de multa até 60 dias.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Rede Regional

​Read More
Notícias

Jacaré é resgatado em quintal de residência em Santarém (PA)

Divulgação
Divulgação

Um jacaré foi encontrado na manhã deste domingo (3), no Bairro da Área Verde em Santarém, oeste do Pará. O animal foi avistado por moradores do local em um quintal de uma residência e estava preso a uma linha de pesca. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para fazer o resgate e encaminhá-lo até as dependências do Zoológico de Santarém (Zoofit).

Uma moradora do local, Suelen Santos, relata que os próprios vizinhos tentaram soltar o jacaré, mas com medo de que pudesse ocorrer um acidente, eles acionaram o Corpo de Bombeiros. “Meus filhos viram no fundo do quintal, que havia algo se mexendo no mato. Quando fomos ver constatamos que era um jacaré e que estava preso em uma linha com um anzol na garganta. Chamamos o Corpo de Bombeiros que veio fazer o resgate”, relata Suelen.

Ainda de acordo com a moradora, próximo ao local existe um igarapé e que é muito comum o contato dos moradores com estes animais. “Infelizmente, é muito comum este tipo de situação. Outros vizinhos sempre se deparam com estes animais e muitas vezes até maior do que este que encontramos hoje.”

Segundo o biólogo Sidicley Matos, trata-se de um jacaré da espécie Coroa, macho, que mede 74 cm de cumprimento e pesa 1 Kg. O crescimento da cidade faz com que a população se aproxime cada vez mais de áreas alagadas, que é o habitat destes animais que deveriam ser protegidos por serem mananciais.

“Estas áreas são o habitat de muitos répteis como serpentes aquáticas e os jacarés que começaram a aparecer com um número expressivo. Isto demonstra o quanto as pessoas estão próximas dessas áreas e que quanto mais forem invadindo, mais vezes terão contato com estes animais. O Bairro da Área Verde possui muitos igarapés que são propícios para este animais, tanto que eles se reproduzem e se alimentam em regiões muito próximas de onde existem famílias instaladas”, conclui o biólogo.

O animal deve ser medicado e preparado para ser solto o mais breve possível, em um lugar seguro para que possa ser reintegrado ao seu habitat natural.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Equipe resgata dois filhotes de peixe-boi em 24 horas, em Santarém (PA)

Divulgação
Divulgação

Dois peixes-boi foram resgatados pela equipe do Zoofit, em Santarém, no oeste do Pará nas últimas 24 horas. Na terça-feira (28), a equipe se deslocou até a comunidade de Piracãoera, onde foi encontrado um filhote.

Nesta quarta-feira (29), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Oriximiná enviou outro filhote que foi encontrado no Lago do Sapucuá, na comunidade de Castanhal. Os dois animais passaram por avaliação, foram medicados e permanecem em observação e recebendo cuidados necessários.

De acordo com o biólogo do Zoofit, Sidicley Matos há sempre uma preocupação com o estado de saúde deles pois todo filhote nessas condições corre o risco de morte. “Eles ficam muito tempo sem a mãe e muitas vezes são encontrados abaixo do peso ou machucados. Ainda não é possível saber como eles estão na parte interna, mas eles já estão sendo medicados com antibiótico e devem ficar em observação nos próximos meses”, explica.

Projeto Peixe-boi
No ano de 2016 já foram resgatados pelo Zoofit 17 filhotes. O zoológico é o único do Pará a oferecer tratamento especializado na recuperação de filhotes de peixes-boi, depois que o centro de reabilitação, que funcionava em Belém, foi desativado. Todos os municípios da região oeste do Pará são abrangidos por este trabalho.

Segundo Sidicley, quando os filhotes resgatados atingem a idade a adulta com peso e tamanho adequados são transferidos para a base flutuante situada na comunidade Igarapé do Costa, em Santarém, para ficar no período de aclimatação e se responder satisfatoriamente as expectativas, será incorporado ao ambiente natural.

Fonte: G1

​Read More