Notícias

Polícia apreende 44 aves que eram mantidas em cativeiro

A Polícia Ambiental – Força Verde, apreendeu, nesta segunda-feira (14), 44 aves silvestres mantidas em cativeiro sem autorização do Ibama. A situação foi flagrada após uma denúncia anônima e duas pessoas foram multadas em um valor total de R$ 22 mil.

Em Maringá (PR), em uma residência no Jardim Nei Braga, foram encontrados 35 pássaros, e no Conjunto Bom Pastor, em Sarandi, outros nove.

Segundo o soldado Robson Pereira de Moraes, da Polícia Ambiental, as aves pertencem a espécies capturadas nas matas da região, como o pássaro preto, trinca-ferro, sanhaço, canário-da-terra, papa-capim, entre outros.

“Os dois acusados nos disseram que não revendiam os animais, apenas os mantinham em cativeiro como hobby. Eles as capturavam utilizando gaiolas e alçapões”, conta.

As aves foram analisadas por um biólogo. As que estavam em boas condições de saúde foram soltas na mata novamente, enquanto as que estavam machucadas foram encaminhadas para centros de recuperação autorizados pelo Ibama.

Os dois homens foram multados em R$ 500 por ave – totalizando R$ 22 mil. Eles também responderão inquérito por manter animal silvestre em cativeiro.

Fonte: O Diário

​Read More
Notícias

Neste fim de semana 214 animais silvestres foram apreendidos na Paraíba

Um total de 214 animais silvestres foram apreendidas na Paraíba durante o último final de semana por fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis na Paraíba (Ibama-PB), com apoio da Polícia Ambiental e da Polícia Militar. As apreensões aconteceram durante o último final de semana da operação Via Ápia, que combate a comercialização ilegal de animais silvestres. No município de Ingá, região metropolitana de Campina Grande, 150 animais foram apreendidos, e em João Pessoa e Bayeux, o total de animais apreendidos chegou a 64.

Na região metropolitana de João Pessoa, os animais foram apreendidos nas feiras livres de Oitizeiro e Bayeux, na manhã de ontem. Além das aves, foram recolhidas diversas gaiolas e armadilhas utilizadas para o cometimento de crimes ambientais. As aves apreendidas foram caboclinho, canário-da-terra, azulão, sibito, galo-de-campina, bico-de-lacre, papa-capim, coleiro, sabiá e sanhaço. Os responsáveis pelos ilícitos são autuados e multados entre R$ 500, R$ 1 mil (quando é caracterizada a venda) e R$ 5 mil (se o animal estiver em extinção), por cada bicho apreendido.

Além dessas aves, também foi apreendido um curió anilhado, em poder de um criador amador de passeriforme, que estava dentro de um restaurante próximo à feira de Oitizeiro, contrariando as recentes normas sobre a criação de aves silvestres. Segundo o superintendente do IBAMA na Paraíba, Ronilson José da Paz, que participou da operação, todas as aves apreendidas são direcionadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do IBAMA-PB, em Cabedelo. “Chegando no local, as aves são vermifugadas e depois passam por um período de quarentena, onde serão reabilitadas para os programas de reintrodução de animais silvestres”, ressaltou. O balanço final com os números da operação Via Ápia deve ser divulgado ainda hoje.

Fonte: O Norte

​Read More
Notícias

130 aves silvestres são apreendidas em Jaú (SP)

Por intermédio de denúncias anônimas, a Polícia Militar apreendeu cerca de 130 pássaros silvestres em duas operações realizadas na manhã de domingo (17), em Jaú (47 quilômetros de Bauru, interior de São Paulo). Gaiolas, ninhos, caixas de madeira utilizadas para o transporte das aves e caixas de leite, possivelmente também para levar os passarinhos de um lugar a outro, foram encontradas nas residências denunciadas, uma à rua Princesa Isabel, Vila Netinho, e outra em uma casa localizada na rua Sargente José Matias, na Vila Ibirapuera.

Sabiá-laranjeira, sabiá-de-coleira, trinca-de-ferro, canário-da-terra, coleirinha, cordeal, azulão, sanhaço, garibaldi, tico-tico e espécies em risco de extinção como bico-de-pimenta, curió e pixoxó, foram encontradas com dois homens, conforme a polícia.

“As gaiolas estavam sujas e algumas abrigavam até cinco aves”, aponta o soldado Leandro Peres Marcomini.

Um dos homens que respondem pela retenção das aves, disse que a prática de aprisionar aves é comum entre amigos. “Alguns gostam de bares, outros de jogos, eu gosto de criar pássaros e não acho que estou fazendo coisa errada”, argumentou.

De acordo com a polícia de Jaú, ocorrências desse tipo são frequentes na cidade e muitos escondem as gaiolas quando a viatura tenta localizar as residências. Outros casos estão sendo investigados na cidade.

Pela Polícia Ambiental, os responsáveis foram autuados por manutenção das espécies nativas em cativeiro. Já a Polícia Civil realizou auto de exibição e apreensão das aves e decidirá qual é o melhor destino para elas.

Fonte: Jornal da Cidade

​Read More
Notícias

Ibama apreende 33 pássaros silvestres mantidos em cativeiro em Vila Velha (ES)

Em nova ação de combate à venda de pássaros silvestres, realizada em Vila Velha, fiscais do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) apreenderam 33 aves que foram capturadas em uma propriedade do bairro Nova Itaparica. Um caseiro do terreno foi detido acusado de manter as aves em cativeiro.

O sargento Idevan, responsável pela operação, disse que o Ibama chegou até a propriedade com auxílio de denúncias anônimas. Segundo os informantes, uma pessoa estaria retirando os pássaros da natureza, colocando-os em cativeiro e fazendo o comércio, posteriormente.

Fiscais foram até o local indicado e encontraram o rapaz responsável pelas terras. Durante buscas, os funcionários do Ibama encontraram várias aves presas em viveiros. No topo de algumas árvores, eles ainda localizaram alçapões com frutas, preparados para atrair e capturar os animais.

Trinta e três pássaros silvestres, entre canários-da-terra, sabiás, sanhaços, coleiros, gaturamas e saíras foram recolhidos e levados à Delegacia do Meio Ambiente, junto ao acusado. Segundo o sargento Idevan, o responsável pela captura dos animais assinou um termo circunstanciado e responderá processo por crime ambiental. Por cada pássaro apreendido, ele deverá pagar multa de R$ 500,00.

As aves permanecem na Delegacia, mas devem ser levadas ao Projeto Sereias, em Aracruz, para serem tratadas.

Apreensão em Santa Mônica

Na tarde da terça-feira (13), ainda em Vila Velha, 35 aves silvestres foram apreendidas por agentes do Ibama durante operação de averiguação de denúncia realizada em Santa Mônica. Os animais estavam presos em gaiolas sem ventilação, escondidas no interior de uma garagem. Entre os pássaros encontrados durante a ação estavam trinca-ferros, sabiás, coleiros, canários-da-terra e sofrê.

Com informações de Gazeta Online

​Read More
Notícias, ÚLTIMAS NOTÍCIAS

103 pássaros silvestres apreendidos em Honório Gurgel

O Batalhão Florestal da Polícia Militar realizou, neste sábado, uma operação na feira livre da Rua Américo da Rocha, em Honório Gurgel, subúrbio do Rio. Na ação, 103 pássaros silvestres, vendidos ilegalmente, foram apreendidos e duas pessoas foram presas.

Estão sob custódia policial Bruna de Castro, de 19 anos, e José dos Anjos Freitas, de 55. Com os dois, a polícia apreendeu dez espécies diferentes de pássaros silvestres – Tico-tico, Trinca-ferro, Sanhaço, Coleiro, Canário da Terra, Melro, Corampião, Curió e Azulão.

Fonte: O Dia Online

​Read More