Notícias

Sagui recém-descoberto em área de desmatamento sofre ameaça de extinção

O sagui-dos-munduruku, recém-descoberto por pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no Sudoeste do Pará, está ameaçado de extinção.

O animal corre risco de ser extinto por habitar uma área que integra o arco de desmatamento da Amazônia brasileira.

Ilustração da nova espécie descoberta no Pará — Foto: Reprodução

De acordo com os pesquisadores, a espécie vive em uma região com biodiversidade pouco estudada. As informações são do G1.

Uma abordagem integrativa – que levou em consideração as características de coloração da pelagem, as relações filogenéticas com base em sequências de DNA genômico e a distribuição geográfica – foi usada para diferenciar o sagui recém-descoberto de outras espécies já conhecidas.

Os saguis-dos-munduruku têm cauda, mãos e face brancas, antebraços brancos com manchas bege-amareladas nos cotovelos e parte posterior das costas bege-amarelada.
O nome da espécie foi escolhido em homenagem à etnia indígena munduruku, que vive na região onde o sagui foi encontrado.

A nova espécie foi encontrada durante expedição realizada pelos pesquisadores Rodrigo Costa Araújo e Tomas Hrbek do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e Universidade Federal do Amazonas e contaram com a participação dos professores Gustavo Canale, da UFMT Câmpus de Sinop e Rogério Rossi, do campus Cuiabá, além de pesquisadores das universidades federais de Viçosa, Goiás, Rondônia, Instituto Mamirauá, University of Salford (Inglaterra) e Stony Brook University (Estados Unidos).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More