Notícias

Projeto de lei proíbe rodeios e perseguições a animais e prevê multa

Está em tramitação na Câmara Federal um projeto de lei (PL 2086/2011) que pretende proibir perseguições seguidas de laçadas e derrubadas de animal. A proposta é de autoria do deputado federal Ricardo Trípoli (PSDB-SP) e será analisada pelos membros da Comissão de Agricultura da Câmara.

Se aprovado, o projeto trará prejuízos ao segmento dos rodeios, que arrecada milhões a cada ano, atraindo investimentos milionários de grandes empresas. O projeto também tem provocado preocupação do setor, que projeta sérios prejuízos para a cultura e a economia regional com o fim dos rodeios.

Foto: divulgação
Foto: Divulgação

Segundo o texto, considera-se infrator o responsável da licença, ou alvará, que autorizou a realização do evento em que foram executadas as práticas contra os animais, bem como a autoridade, agente ou servidor que concedeu alvará ou licença para a realização do evento. A multa poderá chegar a R$ 30 mil. Em caso de reincidência, o valor dobrará.

Em sua justificativa, Trípoli cita o caso do bezerro que foi morto após ficar paralítico durante uma prova na arena da 56º Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, no interior de São Paulo. Segundo reportagem do jornal Diário do Grande ABC, o peão Cesar Brosco foi o responsável pelo acidente com o animal provocado por uma manobra ilegal e acabou sendo suspenso por seis meses pela Associação Nacional de Bulldog (ANB).

O projeto de lei recebeu a colaboração da União Internacional Protetora dos Animais (Uipa, entidade centenária afiliada à WSPA-Brasil). A Uipa já encabeçou importantes processos judiciais e representações no Ministério Público da União e do Estado de São Paulo contra os maus-tratos aos animais.

Fonte: CenárioMT

​Read More
Você é o Repórter

Iah Cosmetics lança linha ética em parceria com o Santuário Rancho dos Gnomos

Erica Camargo
assessoria@2mb.com.br

A Iah Cosmetics lança em São Paulo nesta semana, a linha Apoema Fruits. “Apoema” (aquele que vê mais longe em tupi guarani), traz uma inovadora forma de cuidar do corpo com muito respeito ao meio ambiente, uma preocupação crescente no mundo inteiro.

Na composição, extratos, manteigas, óleos e corantes naturais, em fórmulas livres de parabenos (conservantes químicos), muito usados em cosméticos, cujas moléculas podem também ser encontrados em células cancerígenas. “Os produtos livres de parabenos tem menores incidências de alergias nos consumidores”, diz a dermatologista Daniela Graff.  Os produtos da empresa também não contém derivados de sacrifício animal e nem são testados nos mesmos.

Com evento oficial de lançamento previsto para setembro, a Iah Cosmetics também criou o selo “Apoema preserva essa Pegada” em parceria com o Santuário Rancho dos Gnomos, onde parte da renda obtida irá para projetos de resgate de animais silvestres, domésticos e de circo abandonados, além do investimento em educação ambiental.

​Read More