Notícias

Segundo os gregos, a coruja é o símbolo da sabedoria

Carlos Eduardo Ajala Vieira, 9 anos, de São Caetano, adora aves e está sempre observando o voo delas. O garoto acredita que a coruja é considerada o símbolo da sabedoria porque deve ser tão curiosa quanto ele. “Essa ave está sempre observando. Fica em alerta, olhando para todos os lados sem parar; por isso, deve ter surgido essa história.”

foto de uma coruja
Foto: Reprodução/Diário do Grande ABC

Os gregos diziam que a coruja é o símbolo da sabedoria porque consideravam a noite como o momento da revelação intelectual e do pensamento filosófico, e a coruja, por ter hábitos noturnos, acabou representando a busca pelo saber. Por causa disso, a deusa Atena tinha uma coruja como mascote. Ao longo dos tempos, outros bichos foram usados para representar a sabedoria, como a tartaruga, entre os chineses, e o salmão, para os celtas.

Há outra explicação que diz que essa ave, com olhos grandes e desproporcionais, também é símbolo da feiura. Antigamente, era chamada de ugla, palavra que imita o som emitido por ela, que depois deu origem para a ugly, que significa feio em inglês.

No entanto, em algumas culturas é cercada por crendices que fazem com que o homem não a queira por perto. Os romanos acreditavam que a coruja trazia má sorte e seu canto anunciava que alguém iria morrer. Muitos ainda dizem que ela traz azar quando sobrevoa a casa. Mas os índios garantem que dá sorte.

Nem todas são noturnas

A coruja tem olhos grandes, bico curvo e afiado e cara redonda dividida, geralmente, por dois círculos chamados de discos faciais. São conhecidas 126 espécies, das quais 18 vivem no Brasil. Tem tamanho e coloração variados. Com exceção da Antártica, estão em todos os continentes, incluindo o Ártico, onde vive a coruja-das-neves, ave de Harry Potter.

Seus olhos não se movimentam, por isso, a cabeça consegue girar e dar quase uma volta completa para poder seguir algo em movimento. É como se o pescoço girasse 270 graus (o humano consegue no máximo um terço disso). A maioria tem hábitos noturnos, mas é comum vê-las de dia, como a coruja-buraqueira.

Mãe-coruja

A expressão surgiu de uma fábula e define a mãe que acha os filhos perfeitos e lindos. Conta-se que a coruja pediu à águia para não comer seus filhotes, descrevendo-os como lindas aves, com bicos bem-feitos e pelagem exuberante. Prometendo que não os atacaria, a águia achou um ninho e devorou as aves de lá. Quando a coruja chegou e viu o que tinha ocorrido, acusou a águia de falsa. Ela argumentou que tinha encontrado pequenas aves depenadas, sem bico e com olhos tapados. Comeu-as com a certeza de que não eram os filhotes da coruja, descritos pela mãe como lindos. A águia disse que a coruja a tinha enganado com sua cegueira de mãe. A história indica que os filhos são perfeitos aos olhos dos pais.

Corujas

* A coruja tem bico bem forte. É a única ave capaz de piscar apenas um olho, como a gente. As penas ao redor da cara funcionam como ouvido; elas não têm orelhas.

* A coruja-orelhuda parece que tem ‘orelhas” em pé, mas, na verdade, são tufos de penas

* A coruja-do-campo ou buraqueira vive em buracos cavados na terra. O macho é pouco maior que a fêmea

* A coruja-das-neves é a mascote do Harry Potter. O macho é todo branco, a fêmea tem algumas penas escuras

* Coruja-da-igreja é muito comum no Brasil, conhecida por permanecer nas torres dos templos

Com informações do Diário do Grande ABC

​Read More
Artigos

A cura animal

Mensagem de KUTHUMI

Canalizadora: Lynette Leckie-Clark

Saudações. Eu, Kuthumi, os saúdo novamente.

Eu perguntei: “Os animais ascendem?” Um tema interessante. Algumas pessoas  consideram determinados animais como sagrados, acima de si mesmos.

Outros consideram os animais como uma ferramenta financeira.  Os animais são torturados, abusados, alguns ficam insanos com a crueldade com que eles são tratados.

Outros consideram os animais como um transtorno, algo a ser atingido e morto. Outros vêem os animais simplesmente como alimento e pegam somente o que eles precisam.

Mas então há aqueles que tratam os seus animais escolhidos com grande amor.  Eles alimentam, acalentam e até mimam este animal, emocional e amorosamente, tratando o animal como se fosse o seu próprio filho.

Um contraste de atitudes, não é?

Assim como há um reino humano, há um reino animal. Os animais servem ao reino humano, exatamente como os reinos minerais e dos vegetais fazem.

Vocês acham que um pássaro, uma vaca, um cervo, não tem consciência, nem sentimentos? Vocês julgam assim porque eles não se comunicam como vocês, expressando uma linguagem.

Entretanto, eles são capazes de chorar devido ao medo e pela dor.
Eles têm carne, sangue, ossos, e nervos como vocês.

Eles têm também uma forma de inteligência. Conquanto esta não seja a um nível humano, ela existe. Eu posso lhes assegurar que eles realmente sentem dor – emocional e fisicamente.

É o momento para que a humanidade mude  a sua atitude com o reino animal, de uma atitude de arrogância para a compaixão. Todos servem nos ciclos da vida, da existência.

Vamos considerar os animais que lhes chegam como um animal de estimação. Frequentemente é um animal escolhido. Como há muitas espécies, eu falarei do cão ou do gato doméstico. Muitos virão para a vida de uma pessoa para curar a algum nível. Esta é freqüentemente uma cura emocional.

Vocês fornecerão o alimento, o abrigo – um porto seguro. Em troca, vocês receberão amor incondicional e lealdade. Muitos de vocês buscam encontrar estas qualidades em um relacionamento humano, e não podem. Assim, vocês dão muito amor e afeição ao seu animal de estimação.

Frequentemente o animal fica contente, simplesmente ao saber que eles estão com vocês no mesmo espaço. Muitos de vocês contam aos seus animais os seus problemas,preocupações, sentimentos. Vocês podem ver o animal olhando para vocês intensamente. Neste momento o animal compreende as suas emoções, os seus sentimentos.

Um cão frequentemente caminhará com vocês e se vocês estiverem sentados, descansará a cabeça dele em sua perna. Isto equivale a um abraço humano.

Os animais se comunicam em um nível diferente dos humanos. Entretanto,
eles compreendem mais do que vocês percebem.

Os olhos são os portais da alma. Isto também é verdade em relação a um animal. Aqueles que escutam a sua alma compreenderão o que eu estou dizendo.

Frequentemente é difícil para vocês amarem, se doarem totalmente, incondicionalmente. Um animal pode. Muitos cães domésticos fazem isto. Eles aprenderam que a sua companhia humana é tudo o que importa. Que neste relacionamento haja amor, haja paz, haja confiança. Eles se tornam devotados, leais.

Quantos de vocês que experienciam um relacionamento íntimo com outro podem dizer o mesmo? Quantos podem amar incondicionalmente? Pensem nisto por um momento. Pois isto significa aceitar os vários padrões comportamentais do outro, tanto os agradáveis quanto os não tão agradáveis. Vocês podem aceitar verdadeiramente? Um cão pode. E vocês os consideram inferiores a vocês.

Algumas vezes o animal é o professor. Até quando vocês estão zangados, o cão não interfere, esperando até que a sua raiva tenha terminado antes de entrar em seu campo de energia. Ele faz isto sem julgamento.

Há alguns cães e gatos que virão até uma pessoa porque eles compartilharam uma existência anterior com eles. Naquele tempo pode não ter sido concluído e assim eles retornam. Assim como duas almas humanas podem se reconhecer, assim podem a alma de um animal e uma alma humana se reconhecerem. Vocês sentem um reconhecimento instantâneo, uma consciência instantânea de conhecer a outra alma. Sentem-se muito confortáveis um com o outro. Estes animais encarnam com um propósito.

Uma afirmação deste canal me chega: “Ofereça um lar a um animal extraviado, e ele lhe  retribuirá com bondade.” E vocês ainda dizem que não há inteligência em um animal? Eu lhes digo: pensem novamente. Fiquem em silêncio e observem.

Assim me perguntam: “Um animal ascende”? O que vocês chamam de ascender? O que vocês acham que acontece? Assim como um humano vivencia existência após  existência a aprendizagem e experiências, assim pode um animal doméstico.
 
Eu digo doméstico por uma razão. Estes mantêm uma vibração mais elevada do que um animal selvagem. Como a sua vibração se eleva e eles mantêm mais luz, mais amor, eles também percorrem um caminho mais elevado para a ascensão. Pois eles serviram à humanidade e à Deus, assim como vocês.

 Entendam, meus amigos, vocês acham que a ascensão está em aprender, estudar. Isto é a compreensão humana, a expressão humana. Entretanto, a ascensão não pode ser atingida até que vocês venham verdadeiramente do seu coração, incondicionalmente, com amor, sem julgamento do outro. Sem prejudicar o outro, física ou verbalmente.

 Vocês entendem? Vocês compreendem os muitos níveis que existem no caminho para a ascensão?

Frequentemente os laços se tornam muito fortes entre um humano e o seu animal doméstico. Ambos sentem isto e ambos respondem com amor e gentileza. O animal se torna parte da família.

Exatamente como vocês requerem algumas vezes a cura universal, assim também o seu animal.

Cães e gatos são muito intuitivos, como são os cavalos. Eles respondem fortemente aos vários campos de energia dos outros. Eles frequentemente absorvem as energias negativas, particularmente dos seus companheiros humanos.

Eu não uso a sua palavra “proprietário”, pois nenhuma alma pode possuir outra, não.

A energia da cura universal é de grande benefício, ela clarifica e cura o campo áurico do animal e o corpo físico – exatamente como ocorre com vocês. Isto prolonga a vida e restaura a harmonia em cada nível.

Vocês sabiam que estes animais domésticos também residem em uma dimensão mais elevada quando eles fazem a transição? Muitos são capazes de passar por um médium como este – o canal – para reconhecer a família humana que eles amaram tanto durante a sua experiência de  vida, assim como vocês são capazes quando fazem a transição. Todos chegam com amor; a negatividade de qualquer tipo não pode existir naquele plano.

Enquanto vocês também elevam a sua vibração e são capazes de se comunicar em níveis mais elevados, muitos são agora capazes de se comunicar com o seu animal de estimação usando a telepatia. Assim, percebam, outros níveis de comunicação estão abertos para vocês.

 Estejam abertos a todos com amor.

Mestre Kuthumi

Cura Animal

O Arcanjo Ariel, guardião do reino animal vem guiá-los em um espaço suave, onde vocês sejam capazes de enviar a cura e o amor à Terra e aos seus animais de estimação – aqueles no reino físico e aqueles no outro lado.

Comuniquem-se, amem e curem os seus animais domésticos em todas as
dimensões.

Direitos Autorais 2001 – 2009. Todos os Direitos Reservados. Escola de Sabedoria de Kuthumi.

Tradução: Regina Drumond –

Fonte: Luz de Gaia

​Read More
Artigos

A Tragédia dos Ursos na China

Ursos clamam por humanidade na China!

É incrível que em pleno século XX, quando o homem já pisou na lua e os computadores globalizam o conhecimento, ainda existam na China milhares de ursos presos para que lhes sejam retirados a substância da sua bílis que de acordo com a milenar  tradição da medicina chinesa cura todas as doenças como: dor de cabeça, pedra nos rins, cirrose, ressaca e atualmente usa-se também na confecção de shampus e afrodisíacos. Todavia existem poucas informações que comprovem cientificamente a eficiência dos mesmos.

No passado, apenas o Mandarim e sua corte faziam uso desta substância. Atualmente, milhões de chineses e asiáticos têm acesso ao produto. Sua demanda cresceu de tal forma, que a China se vê obrigada a buscar ursos em outros paísesm a fim de supri-la, das oito espécies seis estão em extinção.

Para preservar  o patrimônio, criaram em 1985 centenas de fazendas de ursos, onde 10.000 (dez mil) ursos são mantidos presos, deitados horizontalmente sobre suas próprias urina e fezes queimando-lhes o couro. A jaula, tipo caixão é tão pequena que não lhes permitem virar-se e nem ao menos se coçar.

Com a pata puxam a comida através do pequeno vão da jaula. Para saciar a sede, os pobres ursos têm que  esticar a língua para lamber  as barras da jaula. Têm dores alucinantes de ficarem aproximadamente 15 anos na mesma posição deformando-lhes os ossos. São 15 anos ou 180 meses ou 5.475 dias ou 131.400 horas 78.844.000 minutos contínuos de dor.

Para obterem a bílis promovem o mais terrível comércio. Durante a extração do líquido plantam um tubo na vesícula, a outra extremidade fica para fora da barriga do urso onde um equipamento de metal suga a bílis. As dores do urso ultrapassam todos os limites imagináveis. Ele urra de dor, se mutila, procura suicidar-se. Eles o prendem com colete de metal, colocam-no na jaula com barras de pressão e o dopam.

O produto obtido nestas condições não é mais medicinal é VENENO. O que lembra as terríveis alucinações de FRANKESTEIN.

Para preservar a reputação cultural da medicina milenar chinesa as autoridades, considerando que as fazendas de ursos são recentes –  1985, declararam que, assim que for descoberta uma erva que substitua o líquido da bílis dos ursos, as fazendas serão eliminadas.

Neste momento crucial de mudanças políticas que ocorrem na China, o que acontecerá às promessas feitas pelo último governo sobre a liberdade dos ursos? O que acontecerá a eles?

Com as recentes  mudanças ao controle inglês no início de julho/97, é possível que tenhamos uma forte reação contra países que interfiram nas decisões políticas, financeiras ou conservacionistas na China. A IFAW, uma organização inglesa, por exemplo, cujo presidente é o Príncipe Charles, tem apoiado a idéia de fechamento das “fazendas de ursos”, pertencentes ao governo chinês.

Apelos internacionais fizeram com que o governo chinês desativasse duas de sua fazendas: Zhuhai em 1993 e Huizhou em 1995.

Nós da Fauna Free estamos lutando junto às ONG’S nacionais e internacionais, como a IFAW – INTERNATIONAL FUND FOR ANIMAL WELFARE na mobilização de seres humanos, que assim como nós, não conseguem mais dormir em paz, sabendo que milhares de ursos, nossos companheiros de jornada neste planeta estão sofrendo tamanha atrocidade a cada minuto de suas vidas. Precisamos espalhar estas informações para outras instituições, de forma a desencadear um movimento MUNDIAL contra atrocidades não compatíveis com o nível cultural de um país milenar e mundialmente admirado por sua grande sabedoria.

Quanto tempo mais teremos que esperar sabendo que milhares de ursos estão sofrendo?

Os ursos não podem esperar mais!

Nós temos que ativar ajuda internacional para manter o governo chinês sob pressão.

Felicitas B. Barreto

Fonte: Site Syntonia

​Read More
Notícias

Jane Goodall: ‘Nós humanos perdemos algo chamado sabedoria’

Tradutor: Eduardo Hegenberg (da Redação)

O esforço sincero e comprometido de Jane Goodall por levar a todas as camadas sociais o resultado de suas investigações” foi determinante para que a primatóloga brintânica fosse laureada Doutura Honoris Causa na Universidade de Alicante, na Espanha. Assim pronunciou o patrono da cerimônia, o professor Eduardo Seva Román, que destacou também na homenageada o esforço por mobilizar a consciência do público pela sobrevivência especialmente dos chimpanzés, aos quais dedicou toda sua vida.

Goodall aludiu em seu discurso ao desaparecimento dos símios e outros animais. Se perguntou se a raça humana “perdeu algo chamado sabedoria” e sugeriu que tomássemos o exemplo dos indígenas, que “quando fazem decisões pensam nas suas consequências para as futuras geracões”.

Pouco antes da cerimônia a naturalista cedeu uma entrevista à imprensa na qual destacou a importância da ação individual para ajudar a preservar o meio ambiente. “Cada coisa que fazemos no cotidiano, o que comemos, o que usamos para vestir, os materiais que utilizamos, são importantes para o meio ambiente, e cada um de nós faz a diferença para o bem ou para o mal quando escolhe o que vai consumir”. Disse ainda que “quando o indivíduo pensa que não pode fazer nada como indivíduo, comete um grande erro”.

Com informações de La Verdad

​Read More
Artigos

O Espírito Animal

É do estudo do xamanismo que podemos aprender muito sobre as interações mentais entre homens e animais. Seres espirituais sejam na forma de santos, anjos, ancestrais, fadas, duendes ou animais totêmicos compõem o repertório de nossos mitos antigos nas diversas escrituras. Quando as crenças são universais, devemos dar algum crédito a elas. O estudo dos totens animais é muito importante para a compreensão de como o reino espiritual se manifesta na vida natural.

As relações entre o xamã e os animais são de natureza espiritual, e de uma intensidade mística tal que se torna difícil para a mentalidade moderna, cética, imaginá-la. A relação era tão íntima que os xamãs achavam possível tornar-se um animal. Ao se tornar um animal mítico, o homem transformava-se em algo maior e mais forte do que ele próprio.
O pensamento xamânico diz que existe uma mente grupal, e um animal arquetípico ou mestre para cada espécie. Os espíritos animais estão seguros numa espécie de consciência coletiva e sabedoria de suas espécies. Em conseqüência, espíritos animais são excelentes professores, guias, auxiliares da humanidade.
Muitos rituais do passado usavam animais. Em algumas sociedades antigas o sangue foi um meio de liberar energia psíquica. Esse foi o único caminho que sabiam. Hoje temos desenvolvido a energia psíquica humana que é vital e forte, sem precisarmos do sacrifício animal.
Expandimos a nossa consciência, nossa criatividade, de uma maneira que é melhor para toda a vida que nos cerca. As cerimônias efetivas se harmonizam com as tradições antigas e com os insigths modernos. Constroe-se sobre o velho e soma-se criativamente.
Os xamãs tem ao menos um animal de poder, que age como espírito guardião e como intermediário para acessar outras realidades. Nas viagens xamânicas ele assume os talentos de seu animal e vê de maneira diferente. Os animais protegem os xamãs em trabalhos perigosos e são fontes de conhecimento. Para o xamã japonês, eles podem ser uma forma exaltada de uma transformação do Buda.
Os animais no xamanismo, são também, classificados segundo os quatro elementos ( há variações de linhas ) :
Criaturas aquáticas, anfíbios = elemento água
Répteis = elemento terra
Pássaros = elemento ar
Mamíferos = elemento fogo
Os animais da água são freqüentemente, os guardiões de nossos sonhos, guardam conhecimentos e facilitam projeções astrais. Os anfíbios nos ensinam a refletirmos para aprendermos a usar as emoções ( água) construtivamente ( terra).
O Reino dos pássaros é o ar que interliga o Paraíso com a Terra.São os pássaros que se movem entre ambos. Fazem o caminho entre a espiritualidade e a matéria. O ar em movimento é o vento que simboliza a o movimento e a capacidade de voar, nas asas da inspiração, intuição e criatividade.
Os insetos reúnem habilidades para voar, espalhar, a adaptabilidade, a armadura, a reprodução, organização, fertilização, etc. A aranha entre os nativos americanos é ao mesmo tempo Avó e Criador, que criam novas energias dentro da existência.
Os répteis são os guardiões dos registros da Terra, ensinam a capacidade de sobrevivência.
Algumas versões da Roda Medicinal trazem o seguinte :
Leste
Fogo
Águia Dourada
Iluminação
Espiritual
Oeste
Terra
Urso Cinzento
Introspecção
Físico
Norte
Ar
Búfalo Branco
Sabedoria
Mental
Sul
Água
Coiote
Fé/Emoções
Emocional

Os povos nativos têm acreditado que os clãs animais têm grandes poderes medicinais que eles compartilham conosco, se nós temos a sabedoria para receber os ensinamentos.

O antropólogo Michael Harner, em seu livro: The Way of The Shaman; descreve que quando uma pessoa está doente ela fica desanimada , ou seja ela perdeu sua força animal, está deprimida, fraca e predisposta a adoecer.
Os povos xamânicos chamam a energia dos animais honrando-os. Nós também podemos tirar proveito desses poderes, em todo o conjunto do seu clã, por um processo chamado invocação.
Invocação pode ser entendida como um tipo de prece, um caminho para chamar o espírito de certos animais, até nós. Quando nós invocamos, nós estamos literalmente convidando um espírito animal para viver perto de nós, então podemos compartilhar de seu poder medicinal. Ao invocar um espírito animal, estamos rezando para o conjunto das espécies daquele animal.
Quando nós invocamos algum animal, chamamos a sabedoria do conjunto das espécies. O simples fato de procurar deliberadamente o seu poder e de inclui-lo em nossa vida pode transformar completamente a nossa maneira de viver. Você não estará chamando espíritos de animais mortos ou vivos, não deve procurar o seu animal de poder fora de você, ele está no seu interior. Ao invocarmos a Águia, invocamos o poder, conhecimento e experiência de todos as águias, da alma coletiva, da essência espiritual do animal que vive na Terra, e no Mundo Espiritual. 
​Read More