Notícias

Pato é resgatado com embalagem plástica presa no pescoço

Pato com embalagem plastica no pescoço é resgatado. | Reprodução

No dia 23 de agosto em Manchester, no Reino Unido, um pato foi salvo pela Royal Society for the Prevetion of Cruelty Animals – RSPCA (Sociedade para a Prevenção da Crueldade com Animais, tradução livre), depois que um plástico usado para embalar latas de cerveja ficou preso em seu pescoço.

O material, comum para manter juntas embalagens em lata de cerveja e refrigerantes, pode causar sérios danos aos animais quando descartados de maneira incorreta. É o que alerta Lauren Bradshaw, uma das responsáveis pelo resgate do pato.

Ela disse: “O lixo pode ter um impacto prejudicial sobre a nossa vida selvagem e este pato teve a sorte desta embalagem de plástico não ter causado ferimentos. É por isso que é tão importante que as pessoas descartem seu lixo de maneira adequada”.

O plástico preso em animais é extremamente perigoso, sobretudo para a vida marinha que confundem o material com comida, e uma vez presos não conseguem retira-los ou tendem a aperta-los tornando a situação mais danosa.

Material em volta do pescoço do pato | Reprodução

Apesar de ter o material preso ao pescoço, a equipe da RSPCA ainda teve dificuldades para resgatar a ave, é o que revela Bradshaw: “O pato corajoso conseguiu escapar de nós algumas vezes, mas finalmente conseguimos pegar a rede e pegá-lo”, comenta.

Lauren carrega o pato resgatado | Reprodução

A situação poderia ter sido fatal ao animal, mas, felizmente, o plástico não estava apertado em volta do pescoço do animal e não parecia causar ferimentos ou resultar em problemas respiratórios.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Conheça a linda história de amizade entre uma cadela cega e seu companheiro

Uma cadela cega, da raça King Charles Spaniel, que tinha como guia e companheiro o cãozinho Leo, recuperou a visão. Segundo o Manchester Evening News, Ellie, de um ano, conseguiu recuperar a visão depois de ter sido submetida a uma intervenção cirúrgica para retirada de catarata.
Foto: Manchester Evening News

Ellie tinha como principal companheiro Leo, um pastor alemão de 14 anos, que a guiava e evitava que outros cães a incomodassem. Mas, uma semana depois de recuperar a visão, Leo teve de ser eutanasiado, devido a um tumor.

“Estou muito feliz porque Ellie recuperou a visão, mas completamente devastada pela perda de Leo. Não havia nada que fazer. Ele era um em um milhão”, diz Judie Lander, a tutora dos cães.

Ellie foi um dos cinco cachorros resgatados pelos inspectores da RSPCA (Royal Society for the Preventionof Cruelty to Animals). Ela tinha cataratas e os músculos dos olhos não se desenvolveram, por ter sido mantida no escuro durante muito tempo. Judie, que vive em Royton, Inglaterra, é voluntária na secção de Rochdale da RSPCA e já conhecia Leo quando decidiu adotar Ellie.

“Senti muita pena dela, quando chegou, eu sabia que ela precisava de uma casa especial e  que ficaria bem com Leo, porque ele adorava cachorros e eles ficaram muito ligados um ao outro desde o primeiro minuto”, contou.

Leo tornou-se os olhos de Ellie, que o seguia para todo o lado antes de se enroscar nele. Depois de a RSPCA ter conseguido verbas para suportar a sua operação, Ellie foi tratada no Centro Médico Animal em Chorlton. Mas apenas uma semana depois da intervenção cirúrgica, que foi um sucesso, foi detectado o tumor em Leo.

“Sempre que se sentia nervosa, Ellie procurava a proteção de Leo. A relação dos dois não mudou depois de ela ter recuperado a visão. Foi como se Leo estivesse à espera de ver se tudo corria bem com ela antes de partir”, sublinhou Lander.

Fonte: Os Bichos

​Read More