Notícias

Manifestantes tomaram Av Paulista em protesto contra envolvidos em rinha de Mairiporã (SP)

Com cartazes e faixas, pessoas de todas as idades fizeram caminhada pedindo justiça pelos cães explorados na rinha e em demais casos de maus-tratos contra animais

Manifestação na Av Paulista (SP) contou com centenas de pessoas. Foto Instituto Melhor Amigo

No domingo, 22 de dezembro, centenas de pessoas se dirigiram à Av Paulista (SP) para participar de manifestação que pedia a prisão de todos os envolvidos na rinha de cães desarticulada em 14 deste mês, em Mairiporã (SP).

“Gostaríamos de lembrar que maus-tratos é crime previsto por lei, mas a punição é quase sempre inexistente. A equipe do Instituto Melhor Amigo esteve presente nesse ato que traz esperança à causa animal. Hoje, os manifestantes foram a voz desses pits resgatados e de todos os animais que já sofreram e continuam sofrendo. Vamos juntos mudar o futuro dos nossos melhores amigos!!”, disse Roberto Blatt do Instituto Melhor Amigo de SP.

Ativistas e simpatizantes participaram de protesto na Av Paulista (SP). Foto Instituto Melhor Amigo

A Polícia Civil prendeu em flagrante 41 pessoas, incluindo veterinário e médico, e resgatou 19 cães da raça pit bull. Um cão foi encontrado morto e outro estava sendo assado para consumo. Os envolvidos responderão em liberdade pelos crimes de maus-tratos a animais com agravante de morte, prática de jogos de azar e associação criminosa.

“Os cachorros eram enterrados e ficavam apenas com a cabeça para fora durante três dias. Quando eram retirados, colocavam um filhote perto deles, para que eles comessem. Assim, com o gosto de sangue na boca, iam para a luta”, disse o delegado Jan Plzak, que é titular da Segunda Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente de São Paulo, ao portal Diário do Centro do Mundo.

Muita gente lotou a Av Paulista com cartazes em manifestação contra envolvidos na rinha de Mairiporã. Foto Instituto Melhor Amigo

Os cachorros resgatados foram encaminhados para três entidades de proteção animal. Animais silvestres encontrados no local também foram salvos. Dias depois outros cães foram encontrados em sítio de um dos suspeitos.

*Fátima ChuEcco é jornalista ambientalista e atuante na causa animal


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More