Notícias

Algumas dicas para acalmar seu animal durante os estrondos dos fogos

É preciso tomar algumas providências para evitar
que seu cão ou gato sofra algum acidente

Enquanto as pessoas vibram ao ver fogos de artifício no Réveillon, os animais sofrem com o barulho. Saiba o que fazer para tentar amenizar a preocupação do bichinho nas festas de final do ano.

Os cães e gatos têm a audição apurada e tendem a ouvir os sons mais alto e forte do que os seres humanos. Nas festas de final de ano, eles sofrem ainda mais com os fogos.

De acordo com a veterinária Fabiane Guedes, o barulho não provoca lesões, mas o animal se sente desconfortável e pode até se machucar caso permaneça sozinho no momento de desespero.

— Eles ficam com muito medo e tentam fugir ou se esconder em qualquer lugar. Alguns se machucam em portas de vidro e janelas — afirma.

Por esse motivo, é importante ficar perto do seu animal quando a virada do ano se aproximar e as pessoas começarem a comemorar na rua.

— Se você não conseguir pegar seu bichinho no colo, certifique-se de que ele esteja em um lugar seguro. Feche as janelas e tente abafar o som da rua o máximo possível — aconselha.

Além disso, há outras opções para tentar acalmar seu amigo. Segundo a veterinária Cláudia Baur, o tratamento homeopático deixa o animal mais tranquilo e evita problemas em situações como estas:

— Há florais que combatem o medo. Podem ser dados com um pouco de antecedência. Mas, sempre é importante saber a opinião do próprio veterinário do cão ou do gato — garante.

Outra atitude que ajuda, principalmente quando os animais vão ouvir este tipo de som pela primeira vez, é fingir estar tudo normal. Procure não parecer que está assustado. Aja normalmente.

É errado paparicar o bicho para tentar acalmá-lo, pois ele pode pensar que realmente algo perigoso pode estar acontecendo e você também está assustado. Quando ele observar que as pessoas estão tranquilas com o barulho, pode achar que está tudo bem.

Também é comum o cachorro escolher um local onde se sinta seguro. Se ele optar por isso, respeite a decisão dele.

Providências
::: Para abafar o som dos fogos de artifício, coloque cobertores pesados em janelas e no chão.

::: Não deixe muitos cães ou gatos juntos no mesmo lugar. No desespero, eles podem correr e se machucar.

::: Aumente, aos poucos, o volume do rádio ou da televisão para acostumá-los com barulho e som alto.

::: Não acorrente seu bichinho no quarto ou na rua. Ele pode querer fugir e acabar se enforcando.

::: Calmantes naturais são uma ótima opção. Antes de dar o remédio, procure um veterinário.

::: Retire objetos leves ou de vidro que podem ser quebrados pelo animal. Além de se machucar, o estrago pode ser ainda maior.

::: Deixe água e comida nos cantos do ambiente em que o bichinho vai ficar para evitar sujeira.

Fonte: Diário Catarinense

Nota da Redação: Os fogos de artifício são bonitos pela imagem que desenham no céu, pelo colorido das luzes. Não é necessário fazer barulho para isso. Apenas curtir com os olhos e o coração. As bombas, que apenas causam desconforto a audição de qualquer um, principalmente dos animais, não têm o menor sentido de serem usadas para comemorações. Não existe alegria em estrondos. Que o digam as pessoas que já viverem em zonas de guerra ou de atentados terroristas.  Sentimos pelos muitos animais (domésticos, silvestres, domesticados, exóticos), vítimas da insanidade neurótica humana, que morrem, fogem, se machucam nessas comemorações.

​Read More