Notícias

Empresa rodoviária promove turismo de caça

Foto: Reprodução/Vista-se

Infelizmente, o turismo de caça tem muitos clientes no mundo inteiro que pagam para visitar outra cidade ou país com a intenção de matar os animais daquela região. O que impressiona é que esse negócio sombrio é regulamentado pelos órgãos competentes. É mais um tipo de exploração e assassinato de animais sem nenhuma necessidade, assim como a indústria da carne, leite e ovos.

A Reunidas, uma grande e conhecida empresa de transportes do Brasil, resolveu investir em crueldade e fecha pacotes de brasileiros sem consciência para ir matar Palomas Doradas na Argentina. Paloma Dourada é um tipo de pompo que eles consideram “praga” por lá e por isso o governo autoriza a morte desses animais. Ao invés de pensar em um meio de controlar a natalidade da espécie e trabalhar a conscientização da população quanto ao meio ambiente e animais, os responsáveis pela organização daquele país acham melhor unir o inútil ao desagradável: juntar assassinos às vítimas e ganhar dinheiro e popularidade com isso.

Sabemos que há excesso de outros animais nas ruas como seres humanos, cães e gatos. É óbvio que há outros meios de controle populacional que não inclua a caça ou a pesca.

Não há necessidade humana que justifique a morte de animais. Se o intuito for entretenimento, piorou. Você pode conferir todo o texto nojento que a Reunidas preparou sobre o turismo de caça no site da empresa: www.reunidas.com.br (vá até o link Turismo).

A Reunida tem um e-mail para conversar com seus clientes sobre turismo: turismo@reunidas.com.br.
No Twitter: @reunidas

Fonte: Vista-se

​Read More