Ave marinha em seu habitat
De olho no planeta

Aumento de resíduos de plástico no Atlântico Sul ameaçam espécies marinhas

Resíduos de plástico no mar podem causar muitos problemas para os animais. Emaranhamento, envenenamento e morte por ingestão são os mais graves. Em ilhas do Atlântico Sul, o problema cresceu significativamente, segundo pesquisa.

A investigação foi liderada pelo Doutor David Barnes, do grupo Pesquisa Antártica Britânica (BAS). Barnes afirma que este ano o grupo registrou até 300 itens por metro de costa nas Ilhas Falkland e em Santa Helena. O número é dez vezes maior do que o registrado há uma década.

Ave marinha em seu habitat
Emaranhamento, envenenamento e morte por ingestão são riscos | Foto: Pixabay

Os resultados mostram que a poluição por plástico em praias extremamente remotas do Atlântico Sul está próxima dos níveis observados nas costas industrializadas do Atlântico Norte.

Além das águas e praias, os pesquisadores examinaram mais de 2000 animais de 26 espécies diferentes. Encontraram resíduos no plâncton, ao longo da cadeia alimentar e até nos predadores do topo, como as aves marinhas.

A escala do problema é preocupante e requer reflexão e ação em relação aos hábitos de consumo.

A pesquisa foi publicada no jornal científico Current Biology.

​Read More