Notícias

Filhote de elefante sem tromba é visto vagando pelas planícies da África do Sul

Um filhote de elefante sem tromba, que caminhava entre uma manada de elefantes no Parque Nacional Kruger, preocupou conservacionistas. A ausência de uma das partes mais importantes do corpo de um elefante faz com que os especialistas temam pela segurança do animal.

Quando questionados sobre os motivos para que o animal se encontrasse nesta situação, os trabalhadores do local disseram que não sabiam explicar, mas pensaram em algumas possibilidades. De acordo com o jornal Daily Mail, eles afirmaram que provavelmente a tromba foi arrancada por um predador.

Reprodução | Daily Mail

Eles disseram que houve vários casos de crocodilos pegando elefantes bebês por suas trombas enquanto bebiam água de lagos. Além disso, leões também são conhecidos por se agarrarem à tromba quando os atacam. Outra explicação, talvez a mais plausível, foi a de que ela poderia ter sido arrancada por uma armadilha.

Reprodução | Daily Mail

Sem a tromba é difícil sobreviver

A parte do corpo que falta ao pequeno elefante é uma fusão do lábio superior e do nariz dele. Concentra mais de 100 mil músculos, e por isso é ao mesmo tempo poderoso e perfeito. Os animais usam suas trombas para realizar diversas tarefas cotidianas; desde colher plantas e frutos de árvores até comer grama do chão. Além disso, a tromba é usada para sugar água, e a força é tanta que é possível que eles capturem até dois litros de água de cada vez – para beber ou limpar-se.

Reprodução | Daily Mail
Reprodução | Daily Mail

Elefantes também usam suas trombas para se defenderem contra predadores. E é por isso que perder esta espécie de “apêndice” é uma das mais potencialmente fatais coisas que podem acontecer com o animal. Diminui drasticamente as chances de sobrevivência na natureza quando ele atinge a fase adulta.

É que quando adultos, elefantes precisam comer entre 200 e 600 kg de comida e beber até 50 litros de água por dia. Sem a tromba, seria quase impossível para o animal consumir tanta comida ou água. A tromba também é importante para interações sociais. Os elefantes as usam para abraçar, acariciar e confortar outros elefantes. Sem as ferramentas para formar laços com outros elefantes, ele pode ser retirado de seu rebanho e ficar vulnerável a predadores ou caçadores.

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

90 elefantes são mortos por caçadores em santuário em Botsuana

Um famoso santuário africano de vida selvagem chamado Delta do Okavango, em Botsuana, foi palco de um grande massacre na última semana. Cerca de 90 elefantes foram encontrados mortos, brutalmente assassinados por caçadores furtivos. Ao que tudo indica, eles foram vítimas do cruel comércio de marfim – já que suas presas foram retiradas e apenas suas carcaças permaneceram no local.

Reprodução | WorldAnimalNews

O incidente coincidiu com uma recente decisão do governo local de desarmar as unidades de combate à caça – em maio, um mês depois que o presidente Mokgweetsi Masisi assumiu o poder, ele anunciou a medida – mas sem explicar o porquê. De acordo com um alto funcionário do gabinete do presidente, , Carter Morupisi, em entrevista a jornalistas da região, ele apenas “decidiu retirar armas e equipamentos militares do Departamento de Vida Selvagem e Parques Nacionais”.

A decisão foi vista como alarmante, principalmente para ativistas e grupos em defesa dos direitos animais. De acordo com os integrantes da organização Elephant Without Boarders (Elefantes Sem Fronteiras), a escala das mortes por caça atualmente é a maior que eles já viram na África.

Dados do último censo de elefantes descobriu que quase um terço dos animais do continente, cerca de 144 mil, foram mortos, principalmente por caçadores em apenas um período de sete anos. “Estou chocado, estou completamente surpreso. A escala de caça aos elefantes é de longe a maior que já vi ou li sobre qualquer lugar da África até hoje ”, disse o Dr. Mike Chase, da Elephants Without Borders.

Os caçadores entram em Botsuana para aproveitar a maior população de elefantes do mundo. Eles matam manadas para vender suas presas por preços altos no mercado negro. Esta é a principal causa de morte para os últimos grandes consumidores do mundo e está levando os elefantes à beira da extinção na natureza.

Até agora, 87 elefantes foram encontrados mortos, e outros cinco rinocerontes brancos que foram caçados nos últimos três meses em Botsuana.

​Read More
Notícias, ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Canal português estreia série sobre os cinco grandes mamíferos africanos

A RTP1 estreia nesta sexta-feira à noite uma nova série, intitulada Reis da Selva, que retrata a jornada dos cinco grandes mamíferos africanos no seu habitat natural, sendo cada episódio apresentado por uma vedete da televisão do país.

O programa foi gravado numa reserva africana e cada episódio mostra o dia a dia de um desses cinco animais, acompanhando momentos cruciais do cotidiano, como rituais de acasalamento, estratégias de sobrevivência, táticas de caça, formas de descontração, alimentação, descanso, morte, festa.

O primeiro episódio versa sobre o elefante e é apresentado por Sónia Araújo. O segundo programa é dedicado ao búfalo e fica a cargo de Bruno Nogueira, ao passo que Inês Castel-Branco apresenta o episódio dedicado ao rinoceronte.

Os dois últimos programas abordam a vida de dois grandes felinos: o leão, com apresentação de Jorge Gabriel, e o leopardo, com Sílvia Alberto.

O programa Reis da Selva é uma produção de Valentim de Carvalho Filmes para a RTP.

Fonte: SOL

​Read More