Notícias

Chimpanzé aprisionado em zoo reage ao estresse

Por Lobo Pasolini  (da Redação)

Uma desembargadora no Rio concedeu ganho de causa para Rejane Viana de Olimpio em função de ter sido atingida por uma pedra atirada por um chimpanzé na Fundação Jardim Zoológico da Cidade do Rio de Janeiro.

A Fundação disse que Rejane estava entre as pessoas que agitavam os animais e a convidou a voltar ao zoológico para receber aula de educação ambiental. Rejane ganhou 5 mil reais por danos morais (?) e o chimpanzé continuou preso nesse campo de concentração de animais sem nenhuma compensação ou, pelo menos, compaixão.

Independentemente de Rejane ter diretamente provocado o animal – e é incidente comum que visitantes de zoológicos o façam, já que os veem como meros objetos de entretenimento e zombaria –, ela participou ativamente da humilhação do animal, como toda pessoa que apoia esse tipo de exploração animal o faz. A desembargadora perdeu uma oportunidade de questionar as condições em que esses animais vivem e assim levantar um debate sobre o tema dos zoológicos. Mas não, ela preferiu adicionar mais um caso de ‘dano moral’ a um sistema jurídico inchado de situações ridículas onde o termo ‘moral’ já perdeu o sentido há muito tempo. Quanto ao zoológico, bem, sem comentários.

Como dizia aquele velho programa de TV, “o macaco tá certo!”  Como sempre.

​Read More