Notícias

Tutor reencontra cachorro desaparecido há mais de um ano no litoral de SP

Tedi vivia com a família desde que era filhote e desapareceu em outubro de 2018


Paulo Henrique Moura, de 46 anos, reencontrou o cachorro Tedi, que havia desaparecido há mais de um ano em Praia Grande, no litoral de São Paulo, e a cena emocionante foi registrada em um vídeo.

Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

Tedi sumiu em outubro de 2018 e foi encontrado nesta quinta-feira (5). O tutor do animal disse que está feliz e surpreso com o reencontro. As informações são do portal G1.

O cachorro vive com a família de Moura desde que era filhote. “Pegamos muito amor por ele. Cuidamos dele desde pequeno. Eu nunca tinha deixado ele ficar com cachorra nenhuma, mas sempre soltava ele. Quando ele tinha cerca de dois anos, uma das vezes em que o soltei, passou uma cadela com vários cachorros atrás dela e ele foi atrás. Desde então, não o vi mais”, disse.

Quando o cachorro desapareceu, a família começou a procurá-lo pela cidade, mas não teve sucesso. “Rodava Praia Grande inteira e nunca o encontrava. Continuei procurando por meses, até que um dia perdi a esperança. Achei até que ele tinha morrido, porque vi os ossos de um animal em um campo próximo de casa e achei que era dele”, contou.

Para Moura, reencontrar Tedi foi um verdadeiro milagre. “Deus escreve certo por linhas tortas. De repente, um amigo meu que trabalha no ramo da internet estava fazendo um trabalho e subiu no poste. Meu cachorro fez xixi na escada que ele estava utilizando e ele tentou espantá-lo, para que saísse de lá. Quando meu amigo olhou, viu que se parecia com o meu cachorro que havia sumido”, disse.

Foto: Arquivo pessoal

O homem, então, avisou Moura que tinha encontrado um cão parecido com o dele e que fotografaria o animal caso o encontrasse de novo.

“Quando ele mandou [as fotos], eu reconheci na hora. Logo depois ele me perguntou qual era o nome dele. Meu amigo falou que já havia chamado ele por diversos nomes e ele não atendia. Eu falei o nome Tedi. Quando ele chamou por este nome, o cachorro atendeu”, afirmou.

Após confirmar que o cão era mesmo o animal de seu amigo, o homem foi até a casa de Moura para que os dois pudessem ir juntos ao encontro do cachorro.

As imagens que mostram Tedi se reencontrando com seu tutor foram gravadas pelo amigo de Moura. “Eu até me arrepio com essa história. Eu e meu filho ficamos muito contentes e emocionados por ele ter retornado. Foi muito legal”, concluiu.

Nota da Redação: a ANDA orienta os leitores a nunca permitir que cães e gatos transitem sozinhos pela rua. Permitir que esses animais saiam para passear por conta própria os coloca em risco de serem atropelados, envenenados e agredidos. Nas ruas eles podem também contrair doenças, algumas fatais, e procriar. Passeios devem ser feitos apenas na companhia dos tutores e fazendo uso de coleira e guia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More