Destaques

Cientistas alertam para o risco de extinção de baleias, golfinhos e botos

Baleias ameaçadas de extinção | Foto: Reprodução Pixabay

Mais de 350 cientistas e conservacionistas de 40 países estão pedindo uma ação global para proteger baleias, golfinhos e botos da extinção.

Em uma carta internacional, coalizão de cientistas e conservacionistas avisa que mais da metade de todas as espécies vivas de cetáceos agora têm um estado de conservação preocupante: 13 espécies estão “criticamente ameaçadas” ou “ameaçadas”, sete são “vulneráveis”, outras sete estão “quase ameaçadas” e 24 são “não possuem dados”.

Espécies como a baleia franca do Atlântico Norte e uma toninha encontrada no Golfo da Califórnia, estão no “fio da navalha da extinção”, segundo informa a carta.

A coalizão salienta que esses declínios “dramáticos” eram evitáveis, uma vez que faltou vontade política para proteger os animais marinhos.

“É fundamental que os governos desenvolvam, financiem e implementem ações adicionais necessárias para melhor proteger e salvar essas espécies icônicas – para que elas não acabem seguindo o caminho dos baiji”, disse a Dra. Susan Lieberman, da Wildlife Conservation Society, em entrevista à BBC News, referindo-se ao golfinho do rio chinês (baiji), que foi a primeira espécie de golfinho levada à extinção pela atividade humana.

As populações de cetáceos estão ameaçadas pela poluição química e sonora proveniente da pesca e dos navios, bem como pelas mudanças climáticas que interromperam os padrões de migração e esgotaram as fontes principais de alimentos para os mamíferos marinhos.

Golfinhos também ameaçados de extinção | Foto: Reprodução Pixabay

De acordo com o World Wildlife Fund, baleias, golfinhos e botos também são frequentemente prejudicados por “captura acidental” em operações de pesca, causando cerca de 300.000 mortes de cetáceos a cada ano. Os animais marinhos ficam presos em equipamentos de pesca, com ganchos cortando seus corpos e causando infecções ou as redes e linhas os prendem e sufocam o animal. Mesmo que um cetáceo se liberte do equipamento ancorado, ele muitas vezes pode nadar por meses ou anos com o equipamento ainda enrolado em seus corpos, limitando sua capacidade de comer e se reproduzir.

“Temos um longo caminho a percorrer antes que possamos ter certeza de que os peixes que estamos comendo não estão causando a captura acidental de espécies protegidas como baleias e golfinhos”, disse Sarah Dolman, da Whale and Dolphin Conservation,  à BBC News.

A coalizão de cientistas e conservacionistas também observa, que as políticas para proteger os cetáceos são “muito pouco” e “feitas tardiamente”. Atualmente e nas próximas gerações, muitas espécies de cetáceos se extinguirão, a menos que ações abrangentes sejam tomadas para limitar o excesso de poluição das atividades humanas e interromper a pesca excessiva.

Além disso, o grupo também apela às nações, pescadores regionais e organismos internacionais para implementar tecnologias de monitoramento para ajudar a preservar as espécies de cetáceos que são essenciais para a saúde de todo o ecossistema marinho.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Destaques

Bezerro resgatado e cachorrinho formam lindo laço de amizade

Lincoln e seu amigo Calvin | Foto: Reprodução

Todos nós ficamos um pouco nervosos quando vamos para um novo lugar. Mesmo que esse lugar seja um espaço bom e acolhedor, é natural ficar um pouco desconfortável e até com receios. E foi exatamente assim que o bezerro Calvin se sentiu quando chegou a Black Goat Farm and Sanctuary.

Calvin nasceu em uma fazenda leiteira em que sua mãe vivia. Felizmente, enquanto a maioria dos bezerros machos nascidos na indústria de laticínios são enviados para fazendas de vitela, Calvin foi resgatado pelos proprietários do santuário, Megan e Mike.

Embora o santuário fosse o melhor lugar onde Calvin poderia ser levado, o bezerro ainda estava um pouco nervoso quando chegou. No entanto, Lincoln, um cachorro do santuário, demonstrou amizade e assumiu a posição de cão de guarda de Calvin e mostrou-lhe sua nova casa. Logo, Calvin estava brincando no santuário com seu novo melhor amigo e até pegou alguns “comportamentos caninos” com o passar do tempo.

Calvin e seu amigo cão | Foto: Reprodução

Os proprietários do santuário, Megan e Mike também resgataram outro bezerro chamado Zoey. Inicialmente, ele e Calvin eram um pouco cautelosos um com o outro, mas depois os dois se tornaram inseparáveis. Eles passam a maior parte do tempo brincando de correr uns com os outros e Lincoln também se mantem sempre por perto.

Amizades iniciadas como no Black Goat Farm salvam e ressignificam a vida inúmeros animais da indústria da carne, leite e ovos, e só demonstra a importância de adotar-se um estilo de vida livre de crueldades.

​Read More
Notícias

Homem salva gambá indefeso durante um temporal no México

Resgate de gambá no meio da correnteza | Foto: Reprodução

Muitas vezes os animais são julgados, desde por sua aparência até por crenças populares. É o que acontece com o gambá, um animal que em muitas das vezes passa por torturas ao ser avistados longe de seu habitat, por desconhecimento e preconceito.

Mas todos os estereótipos criados em torno deste animal, não foram impeditivos para que Abraham Medina tomasse a atitude correta, ao ver um gambá totalmente preso durante um forte temporal, na cidade do México.

O jovem estava passando pela rua quando avistou o animal preso sobre forte correnteza gerada pela chuva que caia no local. Rapidamente ele juntamente de pessoas que filmaram o resgate não hesitou em salvar o pobre animal.

Para o resgate, como mostra vídeo divulgado, Medina retirou sua camisa e envolveu o pobre animal, até que pudesse retira-lo com segurança do local.

Pessoas que acompanhavam o resgate ficaram incrédulas, conforme mostra o vídeo, com a ação de Medina, por estarem receosas com o animal. Entretanto, rapidamente Abraham levou o animal até um ponto mais alto com uma pequena mata onde o gambá pudesse ficar em segurança.

Embora o gesto amável custasse para Medina apenas uma parte do seu tempo, para o gambá sem dúvida significou uma ajuda crucial que valeu sua vida.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Príncipe William lança prêmio de incentivo a soluções de problemas ambientais de £ 50 milhões

Príncipe William | Foto: Reprodução

O príncipe William, duque de Cambridge, anunciou um novo prêmio de £ 50 milhões ($ 64,54 milhões) para conquistas ambientais chamado Earthshot Prize. O prêmio vem sendo elaborado há alguns anos e foi lançado oficialmente.

O Prêmio Earthshot recebe o título de “o prêmio ambiental global de maior prestígio da história” e premiará cinco vencedores todos os anos entre 2021 e 2030. O Príncipe William, um conhecido pela defesa do meio ambiente, descreveu os próximos dez anos como uma “década crucial para mudança”. Segundo informações divulgadas o prêmio recompensará soluções para problemas ambientais focados em cinco pilares: proteger e restaurar a natureza; limpar nosso ar; reviver nossos oceanos; construir um mundo livre de resíduos; e consertar nosso clima.

De acordo com o site Earthshot, os elegíveis para o prêmio incluem “cientistas, ativistas, economistas, projetos comunitários, líderes, governos, bancos, empresas, cidades e países”. Em comunicado divulgado junto com o anúncio, o Príncipe William comenta: “O tempo é essencial, por isso acreditamos que este prêmio global é o único caminho possível para seguirmos”.

A primeira cerimônia de nomeações será em Londres, no outono de 2021, e os prêmios serão entregues pelo Príncipe William e pelo Conselho do Prêmio Earthshot. “Earthshot” faz referência ao programa espacial lunar formulado por John F. Kennedy.

O príncipe William já falou sobre a crise climática antes, em uma visita ao Paquistão. Seu irmão, o príncipe Harry, e seu pai, o príncipe Charles, também são ambientalistas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Destaques

Crueldade: homem borrifa tinta vermelha em macaco e animal chora de dor

Macaco | Foto: Reprodução Pixabay

Na Malásia, país do sudeste asiático, a população convive com a presença de macacos no seu dia a dia, mas infelizmente não são todas as pessoas que têm respeito pelos animais. É o que evidencia um grupo de direitos animais da Malásia, que está procurando por um homem que foi filmado borrifando tinta vermelha em um macaco. De acordo com organização Malaysia Animal Crime Transparency (MyAct), um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o homem borrifando tinta no macaco enquanto ele chora de dor.

“Pintar com spray macacos, macacos-de-cauda-longa e macacos-rabo-de-porco que foram pegos pelos habitantes locais por causar “problemas” é um crime e não é a primeira vez que isso acontece. Houve quatro casos até agora este ano, e o último parece ter ocorrido em Johor. Este vídeo mostra um ato horrível e antiético [em relação aos animais] ”, disse o porta-voz do MyAct. No vídeo, você pode ver a pessoa pulverizando a tinta horrível no macaco que está claramente indefeso.

Nos comentários da postagem as pessoas parecem horrorizados com o vídeo. Sendo que uma escreveu: “Ele está borrifando tão perto do rosto do macaco, não vai atingir seus olhos? O ser humano pode ser muito cruel mesmo. ”

O artigo 86 da Lei de Conservação da Vida Selvagem de 2010 afirma que aqueles que forem considerados culpados de crueldade contra a vida selvagem podem ser multados ou presos.

Mas infelizmente as leis contra a crueldade em animais no país divergem da realidade. Por que outros usuários da rede social em que o vídeo foi divulgado, disseram que essa é uma prática comum entre as pessoas borrifarem substancias em macacos como forma de punição. O que demonstra falta de cuidado do poder público quanto aplicação da lei, e a preservação da vida animal.

https://www.facebook.com/watch/?v=412726546377266


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Destaques

Gatinho preto resgatado ganha sua primeira abóbora de Halloween

Gatinho preto | Foto: Reprodução Pixabay

O Halloween, famoso “Dia das Bruxas”, comemorado todos os anos em 31 de outubro está chegando, e crianças e adultos do mundo têm se preparam para essa data.

E o mesmo aconteceu com o gato de nome Cole, onde seus tutores esculpiram uma abobora (própria das comemorações de Halloween) e permitiu que seu gato também fizesse parte da obra.

O gatinho de cor preta aproveitou o espaço aconchegante da abóbora e fez dele seu local de brincadeiras preferido. Para tornar o cenário ainda melhor, seus tutores desenharam um pequeno rato na lateral da abóbora. Tornando o gatinho parte da decoração de ”Dia das Bruxas”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Atriz Jennifer Aniston adota cachorrinho resgatado de maus-tratos

Jennifer Aniston | Foto: Reprodução

A atriz mundialmente famosa por seus filmes e series, Jennifer Aniston, postou recentemente em seu perfil no Instagram o seu novo companheiro de vida. Um cãozinho que foi fruto de resgate, pela The Wagmor Pets que resgatam cães e dão a eles um novo lar.

Na postagem que Aniston compartilhou ela diz: “ “Oi! Eu gostaria de apresentar a vocês o mais novo membro de nossa família 🐾 … este é o (muito cansado) Lord Chesterfield. Ele roubou meu coração imediatamente ”, e agradeceu a Wagmor Pets pelo trabalho que realizam “ UM MUITO obrigado a @wagmorpets pelo incrível trabalho que você faz. Grato por você cuidar tão bem desses resgates e encontrar para eles seu lar para sempre”.

https://www.instagram.com/p/CGNQCJ3jX2h/?utm_source=ig_web_copy_link

No vídeo divulgado é possível ver o cachorrinho com a atriz cochilando, e ela conversando com seu companheiro “Chesterfield, você adormeceu com o osso na boca? Eu acho que você tem [um osso]”. O cãozinho se junta aos outros companheiros de Jennifer, que já é tutora de uma mistura de Schnauzer chamado Clyde, e Sophie uma pit bull branca.

Os irmãos de Lord Chesterfield aparecem com frequência nas redes sociais da estrela. E em entrevistas Aniston já declarou seu amor por animais, como disse em entrevista para a revista InStyle: “Quando tivemos que ser evacuados em dezembro devido os incêndios florestais, peguei meus cachorros, peguei minha calcinha, minha escova de dente e uma muda de roupa. Tire meus cachorros e eu daqui. Eles são meus filhos!” declarou a atriz.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Violinista adapta sua rotina para dar carinho a gata enquanto toca seu instrumento

Rémila e o violino de sua tutora | Foto: Reprodução

Abrami é violinista profissional na França e conforme entrevista dada ao site The Dodo, se esforça para praticar algumas horas todos os dias. Mas, infelizmente, a paixão de Abrami por tocar música entrou em conflito com o passatempo de sua gatinha Rémila.

Quando Abrami se levantava para praticar violino, a gatinha chorava aos seus pés. “Eu tentei praticar sentada, e ela se deitou no meu colo”, conta Abrami. “Mas nem sempre posso praticar sentada.”

Rémila aconchegada no colo de Abrami | Foto: Reprodução

Diante desse dilema, a violinista buscou uma forma de manter tanto ela como a gata felizes. Foi então, que teve uma ideia de colocar a gata numa bolsinha no qual ela pudesse prende-la na cinturar e praticar tranquilamente. Mas a Abrami confessa: “Nunca pensei que ela ia adorar ficar lá!”

Abrami disse que assim que colocou sua gatinha naquela pochete adaptada – agora uma bolsa apropriada para gatinhos – Rémila se acomodou com alegria.

“Percebi que ela adora música! Posso praticar literalmente por uma hora sem que ela saia da bolsa”, disse ela. “Saber que ela gosta da minha música criou um vínculo muito especial entre nós.”

Rémila acomodada na bolsa de sua tutora | Foto: Reprodução

A violinista conta que a “invenção” deixou todos mais felizes – mas houve uma pequena desvantagem imprevista, mas que elas veem buscando solucionar.

“Isso definitivamente torna minha sessão de prática mais agradável, embora às vezes eu ache difícil me concentrar vendo como ela é fofa dormindo no saco”, disse Abrami.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Galo entra no quintal de uma família para pedir ajuda e ganha um novo lar

Chaz Sanders com Ronnie em seu ombro | Foto: Reprodução

Uma família estava relaxando em casa no início de setembro quando perceberam que havia um galo vagando em sua propriedade.

Segundo uma entrevista dada ao site The Dodo, a família Sanders se surpreendeu, pois, os vizinhos mais próximos que tem ficam a cerca de 3,5km de distância da propriedade deles e não imaginavam como a ave tinha chegado ao local.

O galo, mais tarde chamado de Ronnie, manteve distância no início, mas depois de alguns dias ele decidiu que esta era sua nova casa e ele não iria a lugar nenhum.

“Certa manhã, abrimos a porta, permitindo que os cães entrassem e saíssem, olhamos para cima e ele estava na sala de estar”, comenta Sanders.

A família definitivamente não estava planejando adotar um galo, mas quanto mais eles conheciam Ronnie, mais o amavam.

Galo Ronnie andando pelo seu novo lar | Foto: Reprodução

“Eu imediatamente me apaixonei por ele”, disse Sanders. “Eu cresci perto de animais, mas nunca tive qualquer tipo de pássaros/galinhas. Ronnie nos segue como um cachorro e adora atenção. Nos primeiros dias ele manteve distância e não nos deixou tocá-lo, mas depois que ele entrou em casa ele se abriu para nós e agora faz o que quer. ”

A família já é tutora de dois cães, Addy e Merle, e eles rapidamente aceitaram Ronnie como seu novo irmão.  De acordo com seus tutores, ele se dá muito bem com os irmãos, mas nem sempre é fã de seguir as regras da casa – ele prefere fazer as suas próprias.

“[Ele é] atrevido, mas definitivamente leal para uma galinha”, disse Sanders. “Às vezes ele age como um adolescente. Ele grita se não conseguir o que quer e vai fazer o que você mandar, mas é preciso que você diga a ele algumas vezes. ”

Ronnie brincando com sua tutora | Foto: Reprodução

Ronnie adora especialmente ficar em lugares altos, onde sua família não pode alcançá-lo facilmente, como o lustre ou o ventilador de teto. Ele adora acompanhar seus irmãos cachorros, e por vezes agir como eles, mas no fundo ele é um galo e como um, não dispensa acordar sua família o mais cedo possível todos os dias.

A família conta que foi necessário pesquisar mais sobre a melhor forma para cuidar de Ronnie e a família decidiu adotar outras galinhas para que lhe fizessem companhia.

Atualmente eles tutelam cinco galinhas e ainda ninguém tem ideia de onde Ronnie veio ou por que escolheu entrar no quintal da família.

O que seus tutores definiram como: “Definitivamente ele estava destinado a estar em nossa família”, finaliza Sanders.

Ronnie imponente em seu lar | Foto: Reprodução

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Amizade inesperada: cão e pato são amigos inseparáveis

Bruno e Tweeti se abraçando | Foto: Reprodução

Amizade entre animais não é novidade no mundo animal, mas quando são de outras espécies é no mínimo inusitada. Foi o que aconteceu com o cachorro beagle Bruno e o pato Tweeti.

Conforme mostrado no vídeo divulgado nas redes sociais, os “irmãos” vivem uma amizade verdadeira onde se abraçam e trocam carinhos um com o outro.

Além disso, seu tutor conta que Bruno e Tweeti são inseparáveis, onde um vai o outro também acompanha e constantemente são vistos brincando e trocando carinhos.

Amizades entre espécies são sempre comoventes. Eles ajudam as pessoas a ver que os animais têm sentimentos e mudam a perspectiva das pessoas sobre os animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

David Attenborough pede que as novas gerações cuidem dos animais

David Attenborough e David Beckham | Foto: Reprodução

Em seu novo documentário que estreou na Netflix dia 28 de setembro, com título David Attenborough: A Life On Our Planet, o famoso narrador de programas sobre história natural e naturalista britânico, recentemente respondeu a uma série de perguntas feitas por celebridades, como forma de promover seu novo filme.

O filme cobre parte da vida de Attenborough, delineando os momentos decisivos e destacando como o meio ambiente foi danificado durante esse tempo.

Discutindo a mensagem do filme, o locutor falou com celebridades, incluindo Billie Eilish e David Beckham (que recentemente informou que não consumia mais carne), entre outros, sobre o mundo natural.

O ex-jogador de futebol da Inglaterra e do Manchester United David Beckham disse no video: “Olá, Sr. David, aqui é o David Beckham. Em primeiro lugar, muitos parabéns pelo novo filme.

“Você fez muito para abrir todos os nossos olhos para as questões que nosso planeta enfrenta. Seus programas nos fazem cuidar do mundo natural e do que precisamos fazer para protegê-lo. Você já viajou pelo mundo muitas vezes, aprendendo sobre a natureza.”

E faz uma pergunta a Attenborough:  “Se você tivesse uma mensagem para nossos filhos sobre o futuro do nosso mundo, qual seria?”

E o locutor respondeu: “Para cuidar do mundo selvagem do qual fazemos parte. Para cuidar dos animais que você vê. Não desperdice coisas. Não desperdice comida. Não desperdice eletricidade”.

E finalizou salientando a importância da natureza: “Cuide do mundo natural. É a coisa mais preciosa que temos e fazemos parte dela.”


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Destaques, Notícias

Galinha resgatada de granja ganha uma nova chance e vive feliz em santuário

Galinha Saffron resgatada pela Moni Valley | Foto: Reprodução Facebook

As galinhas são um dos animais mais explorados do mundo, muitas vezes vistos estritamente como fonte de alimento e tratados como meros objetos descartáveis ​​empilhados uns sobre os outros em gaiolas sujas e apertadas, sem acesso aos elementos naturais e sem espaço para se esticarem suas asas, isso também é pratica comum em fazendas de ovos.

Mesmo recebendo o estigma de animais pouco inteligentes, as galinhas são seres emocionais e mães amorosas. A indústria de aves, infelizmente é o destino de ainda muitas galinhas, o que torna seu desmantelamento cada vez mais necessário.

Sabendo disso a Mino Valley Farm Sanctuary, um santuário de resgate de animais no norte da Espanha, recentemente resgatou uma pequena galinha vermelha com uma perna quebrada, sabendo que suas chances de sobrevivência seriam pequenas se o resgate não houvesse ocorrido.

Segundo informações, a galinha, que recebeu o nome de Saffron, foi levada ao veterinário e em sua perna foi colocada uma tala. De acordo com a organização ela vem se recuperando bem, os dedos conforme vídeo feito pela Mino Valley estão cruzados para que ela logo se recupere completamente e não precise de cadeira de rodas.

Atualmente, Saffron está completamente recuperada, foi retirada sua tala, e ela voltou a viver feliz em seu lar, o Mino Valley Farm Sanctuary.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More