Notícias

Concluída expedição na orla de Fortaleza para monitoramento de animais encalhados

Projeto Manati/ Divulgação
Projeto Manati/ Divulgação

Foi concluída a terceira expedição de monitoramento da costa do Ceará em busca de mamíferos marinhos encalhados no âmbito do Projeto Manati. O trabalho é fundamental para a preservação de mamíferos marinhos, especialmente dos peixes-bois, que não são facilmente observáveis, pois são espécies ameaçadas de extinção, e não são amplamente conhecidos pela comunidade científica.

Segundo a coordenadora do projeto, a bióloga doutora em Ciências Marinhas Tropicais Ana Carolina Meirelles, a equipe monitora toda a costa do Ceará periodicamente, desde 2010, cobrindo trechos predeterminados. Até agora, já realizou mais de 20 expedições e resgatou mais de 250 mamíferos marinhos, principalmente golfinhos e filhotes de peixe-boi marinho.

Neste ano, já foram encontradas três carcaças, todas de boto-cinza, mamífero marinho que contabiliza o maior número de encalhes no estado, graças à captura acidental em redes de pesca.

Além da busca por mamíferos marinhos vivos e carcaças de animais que vieram a óbito nos locais, o projeto faz uma intensa campanha de informação junto às comunidades costeiras e agentes estratégicos locais, como professores, pescadores, comerciantes, guias de turismo, escolas de surf, barracas de praia, corpo policial e de bombeiros. São divulgados telefones emergenciais de resgate e orientações sobre como proceder, ajudar e prestar primeiros socorros aos animais encalhados vivos.

Campanha educativa

Na mesma data, também teve fim a campanha educativa sobre como prestar primeiros socorros aos animais. O encontro de carcaças e seu estudo detalhado possibilita a obtenção de dados sobre os animais, como seus hábitos alimentares e reprodutivos, áreas habitadas e causas de mortalidade.

Informações da comunidade também servem de subsídios para a criação de estratégias para a conservação das espécies. Por exemplo, a proteção de áreas de manguezais, necessárias à reprodução dos peixes-bois, ou o projeto de Lei Municipal no. 9949, de 2012, que declarou o boto-cinza patrimônio natural de Fortaleza, promovendo sua preservação.

Os dois trabalhos, concluídos na última sexta-feira (18), são parte do Projeto Manati. Interessados em ter mais informações podem acessar o site do projeto.

Fonte: Portal Brasil

​Read More