De olho nas leis

Professora de Medicina e aspirante à veterinária falam do PL 706 que acaba com o uso de animais no ensino

O PL restringe o uso de animais no ensino, foi aprovado na Assembleia Legislativa de SP e aguarda sanção do governador Geraldo Alckmin. A professora comemora e fala exclusivamente para a ANDA:

Odete Miranda acredita em uma formação mais humana | Divulgação

“Foi uma vitória para centenas de pessoas envolvidas nessa causa por respeito à vida desses animais. Uma grande parte da humanidade não tem essa consciência e acredita que o animal deve estar disponível para uso conforme seus desejos. Isso é uma dívida que nós temos. Não somos dignos de nossa própria vida enquanto não olharmos para esses animais e os respeitarmos”.

Ela comenta que a aprovação do PL a deixou muito feliz: “Espero que os animais deixem de ser subjugados e que passem a ser protegidos. Isso do ponto de vista ético. Sobre o ponto de vista do aprendizado, não há nenhuma necessidade dos animais serem usados no ensino, aliás, muito pelo contrário, porque causa dessensibilização nos estudantes”.

A professora acredita que a formação de médicos e veterinários precisa ser mais humana: “Se queremos formar pessoas com compaixão e que prezem pelos direitos de seus pacientes, que acolham indivíduos frágeis, não podemos usar animais porque eles representam os futuros pacientes dos alunos. Enquanto os estudantes estiverem fazendo atrocidades com os animais, isso se perpetuará no futuro profissional desses jovens. Então, na parte do aprendizado, o PL traz um grande ganho para os alunos”.

Carolina desistiu de cursar Veterinária devido ao uso de animais em aulas práticas | Divulgação

A fotógrafa Carolina Vasconcelos, de SP, sempre teve o sonho de cursar veterinária e só não foi adiante por conta das cobaias: “Conheci o mundo animal há 15 anos quando minha mãe adotou meu primeiro cachorro. Descobri um mundo fascinante e triste ao mesmo tempo. Conheci a importância da castração, os maus-tratos e abandonos e, desde então, decidi levantar a bandeira animal. Eu me lembro da frase que a primeira veterinária dos meus animais disse quando falei que ia fazer veterinária “Quem ama os animais não faz veterinária!”.

Ela diz que se aprofundou no assunto e descobriu o mundo sombrio das universidades de veterinária: “Desisti na hora! E nesses últimos 15 anos eu obtive muita experiência com a saúde e cuidados com os animais devido aos resgates e ajuda para meus ´afilhados´. Sempre me perguntam se sou veterinária e respondo que não sou por causa das cobaias vivas. Tenho certeza que muitos irão fazer a universidade após a Lei Anticobaias ser aprovada! Será mais um grande e incrível passo em favor dos animais!”

Participe:

Uma campanha está sendo feita pelas redes sociais para sensibilizar o governador. As pessoas podem compartilhar posts com as hashtags #SancionaAlckminPL706 e #LeiAntiCobaias .

* Fátima ChuEcco é jornalista ambientalista e atuante na causa animal

​Read More