Notícias

Vermont (EUA) proíbe concursos de caça de coiotes

milhares de coiotes são mortos a cada concurso de caça | Foto: Nevada Wildlife Alliance
O concursos de caça aos coiotes causam a morte de milhares de animais | Foto: Nevada Wildlife Alliance

O estado de Vermont (EUA) promulgou oficialmente uma nova lei que proíbe os concursos de morte aos coiotes em todo o estado.

Uma coalizão apaixonada e persistente de entusiastas da vida selvagem unidos a cidadãos preocupados bateu a oposição de lobistas pagos e do próprio Departamento de Peixes e Vida Selvagem de Vermont para levar adiante este projeto de lei tão importante através do processo legislativo.

Àqueles que lutam pela conservação da vida selvagem comemoraram a aprovação do projeto de lei como uma grande vitória para a fauna de Vermont.

“Estamos satisfeitos que o estado de Vermont reconheça o prejuízo ecológico e o sofrimento que esses concursos assassinos infligem aos animais e é do desejo premente da vanguarda da nação preservar a vida animal, disse Camilla Fox, diretora executiva do Projeto Coyote, em um comunicado público, acrescentando que não há provas de que a matança indiscriminada de coiotes ou outros predadores sirva efetivamente a qualquer interesse genuíno em preservar outras espécies.

Prêmios como rifles com mira telecópica e dispositivos sonoros que imitam a presa ferida são oferecidos nos concursos | Foto: Marc Ayers

“De fato, a matança indiscriminada e preventiva de predadores associados a competições de matar coiotes pode levar à ruptura da estrutura social dos predadores e afetar seu comportamento padrão, de maneiras que aumentem a probabilidade de depredações”, continuou Fox. “O que devemos fazer é reconhecer e valorizar melhor a valiosa contribuição dos predadores para a saúde e a vitalidade de nossos ecossistemas.”

Brenna Galdenzi, presidente da ONG Protect Our Wildlife Vermont, também observou que, embora ainda haja muito mais trabalho a ser feito para trazer as políticas de pesca e vida Selvagem de Vermont para o século XXI, este já é um passo na direção certa.

A aprovação do projeto coloca Vermont como o segundo estado do país (EUA), depois da Califórnia, a banir esses eventos, que muitas vezes acontecerem longe das vistas do público. Uma vez que o projeto de lei é formalmente promulgado, qualquer pessoa que for pega participando de tal competição estará cometendo uma infração e terá de responder por isso.

​Read More