Notícias

Prefeito de Pouso Alegre (MG) assina decreto que proíbe fogos que fazem barulho

O objetivo da proibição, de acordo com a administração municipal, é proteger os animais domésticos e silvestres e evitar prejuízos à saúde humana


O prefeito de Pouso Alegre (MG), Rafael Simões (PSDB), assinou o decreto 5.055/2019, que proíbe a soltura de fogos de artifício que façam barulho. O documento foi assinado nesta segunda-feira (9).

Foto: Marco Aurélio

O decreto regulamenta o artigo 86 da Lei 2.323/1988 e proíbe a soltura de fogos de artifício de estampido, bombas, busca-pés, morteiros, balões, fogueiras e similares. As informações são do portal G1.

O objetivo da proibição, de acordo com a administração municipal, é proteger os animais domésticos e silvestres, que ficam estressados com o barulho dos explosivos e, em alguns casos, morrem devido a paradas cardíacas.

A medida visa beneficiar também os seres humanos, especialmente crianças, idosos e pessoas com necessidades especiais, com deficiência auditiva e que usam aparelhos auditivos.

No decreto, porém, consta a possibilidade de suspender a proibição durante eventos religiosos de caráter tradicional, mediante licença expedida pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

‘Não é fácil ver seus cachorros morrerem em suas mãos’, diz tutora de cães envenenados

Pelo menos 10 cachorros foram mortos nas últimas duas semanas entre os bairros Cidade Jardim e Portal do Ipiranga, em Pouso Alegre (RS). Cinco deles morreram no último domingo (4).

Dois dos cães mortos eram tutelados por Rafaella Camargo Costa, de 20 anos, moradora do bairro Portal do Ipiranga. Amarelinho e Lobinho, como eram chamados, haviam sido adotados recentemente.

Foto: Rafaella Camargo Costa

“O Amarelinho apareceu assustado aqui no bairro. Soltam muitos animais aqui e na rodovia. Ele se deu muito bem com o Lobinho, e acabei ficando com dó e adotando também”, disse Rafaella ao portal Pouso Alegre.Net.

Segundo ela, ao acordar encontrou os cães agonizando. Sem carro para socorrê-los, ela ligou para um veterinário e recebeu a orientação de oferecer carvão ativado aos animais. Na chuva, ela saiu correndo, a pé, para comprar o carvão, mas quando voltou encontrou os cachorros mortos.

“Hoje o dia amanheceu escuro para mim. Não é fácil se deparar com seus cachorros morrendo em suas mãos e não poder fazer nada. Meus cachorros foram envenenados nesta madrugada porque simplesmente estavam latindo demais. Como um ser humano tem coragem de fazer isso?”, desabafou Rafaella. “Infelizmente não faço ideia de quem fez isso. Aqui não tem câmeras”, completou.

Outros três cachorros, que viviam em situação de rua, também foram encontrados mortos no domingo, segundo a moradora do bairro Cidade Jardim e protetora de animais Irani Moura, de 30 anos.

“Ela acha que é porque estava latindo, mas não é, porque senão não davam pro restante”, argumentou Irani ao se referir à alegação de Rafaella sobre o que teria motivado o envenenamento de seus cães.

Irani conta que nos últimos 15 dias pelo menos dez cães foram mortos. Outros também foram envenenados, mas receberam cuidados a tempo e conseguiram sobreviver. No entanto, como a maior parte dos cachorros vive em situação de rua, é possível que o número de mortes seja maior.

Foto: Rafaella Camargo Costa

A moradora do Cidade Jardim afirmou que denúncias foram feitas em um grupo de protetores indicando que uma mulher seria a responsável pelos crimes. Ela estaria andando pelos bairros envenenando os animais.

“Ela sai do carro, chama os animais, faz um agrado neles, e daí dá o veneno”, contou. “Infelizmente ainda não temos a placa. Ela faz isso aonde não tem câmera. Tem uma moradora aqui que até instalou câmera para tentar pegar. Eu também coloquei”, acrescentou.

Os casos não foram denunciados à polícia ainda. “A gente queria descobrir primeiro quem é essa pessoa. Ter alguma prova. Mas daí começou a aparecer demais. Precisamos fazer algo para impedir isso”, concluiu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Quartel do Exército abandona cães que viviam na unidade em Pouso Alegre (MG)

O 14º Grupo de Artilharia de Campanha de Pouso Alegre, em Minas Gerais, abandonou cães em uma estrada e revoltou moradores e protetores de animais da cidade. O abandono foi realizado há quase um mês, mas o caso foi divulgado apenas na noite de segunda-feira (1), quando o protetor Hélio Carlos de Oliveira denunciou a situação. De acordo com ele, dois dos cães abandonados foram encontrados mortos e outros dois estão desaparecidos.

Cachorro abandonado pelo quartel está desaparecido (Foto: Reprodução / Portal Pouso Alegre.net)

Os animais, que viviam em situação de rua, encontraram abrigo no quartel. No local, eles recebiam cuidados dos militares. Um militar do 14º GAC, que preferiu não se identificar, e o próprio comando do quartel, confirmaram o abandono. As informações são do portal Pouso Alegre.Net.

O militar disse ainda que esta é a segunda vez que um comando ordena que cachorros sejam retirados do quartel. Na primeira vez, quatro cachorros teriam sido abandonados em uma estrada – a testemunha não soube precisar se o abandono foi realizado em 2016 ou 2017.

Ainda de acordo com o militar, uma mobilização foi feita no quartel para buscar adotantes para os cães assim que a hipótese de abandono foi descoberta. Com a ação, três dos cachorros conseguiram lares, o restante tira sido retirado do quartel à noite. O militar afirma que os profissionais do quartel teriam saído do local no fim da tarde e que, ao retornarem no dia seguinte, só encontraram um cachorro na unidade – trata-se do cão Sorriso, que está no quartel há cerca de cinco anos.

Cães foram encontrados mortos após o abandono (Foto: Reprodução / Portal Pouso Alegre.net)

O militar disse também que os cachorros eram bem tratados pela maior parte dos militares, inclusive pelo comandante Mauro Fernando Rego de Mello Júnior, que confirmou o abandono dos cachorros. Segundo ele, desde que chegou a Pouso Alegre, há 18 meses, vários animais entravam no quartel e alguns ficavam no local, sendo alimentados por uma colaboradora civil, responsável pela cantina, e por soldados.

De acordo com Mello Júnior, o fácil acesso ao local fez com que, com o tempo, entre 15 e 20 cães estivessem no quartel. Quando as fêmeas entravam no cio, os animais causavam alvoroço na unidade, ainda segundo o comandante que completou dizendo que reclamações sobre os animais teriam sido levadas em consideração no momento de decidir abandoná-los.

Cães viviam no quartel em Pouso Alegre (Foto: Reprodução / Portal Pouso Alegre.net)

O comandante afirmou que pessoas que passavam pela calçada do quartel reclamaram que alguns cães avançaram nelas. Além disso, o início das aulas do Programa Forças no Esporte (Profesp), com 200 alunos da rede municipal de ensino, que participam de atividades nas dependências do 14º GAC, levou à decisão, segundo Mello Júnior, de retirar os cachorros do local para evitar que eles mordessem as crianças, em um instinto de defesa.

Mello Júnior afirmou que acionou a Prefeitura de Pouso Alegre, mas que recebeu a resposta de que a administração municipal não teria um local para levar os cachorros. Questionada, a prefeitura não confirmou o pedido que o comandante alega ter feito, mas afirmou que o Centro de Bem-Estar Animal realmente não abriga animais, apenas provê tratamento veterinário a eles e, em caso de necessidade, os encaminha para ONGs.

Quartel do Exército em Pouso Alegre (Foto: Google Street View)

Diante disso, continuou o comandante, foi dada a ordem para que pouco mais de 10 cachorros fossem colocados em um veículo e abandonados em uma área rural da cidade. Outros cães permaneceram na unidade. Mello Júnior disse que tentou adotar dois deles, mas que os animais não se adaptaram ao ambiente fechado e que, por isso, os levou de volta ao quartel.

Adoção e busca pelos cães

O protetor Hélio Carlos está à procura de pessoas que estejam dispostas a adotar, de maneira responsável, algum dos cachorros abandonados pelo quartel. Ele pediu ainda que a população o ajude a localizar os cães que desapareceram.

Cão desapareceu após ser abandonado pelo quartel (Foto: Reprodução / Portal Pouso Alegre.net)

“Quem mora próximo ao local do abandono e tiver qualquer informação sobre os dois desparecidos favor segurá-los e entrar em contato comigo pelo 9 9938 8187”, afirmou o protetor.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Crueldade em dobro: mulher atropela gato após abandoná-lo em Pouso Alegre (MG)

O fato ocorreu na tarde de quinta-feira (18). Uma moradora da rua que tem poucas casas e muitos lotes vagos chegava em casa no fim da tarde quando avistou um gato morto na rua. Como é protetora de animais, a moradora, que preferiu não se identificar, ela procurou as imagens para ver o que teria ocorrido.

Foto: Reprodução, Terra do Mandu

As imagens não estão muito nítidas, mas é possível ver uma mulher chegando de carro vermelho. Ela para próximo ao meio-fio, desce do carro, abre a porta de trás e parece desprender o animal. Em seguida, a mulher dá meia volta e abre a outra porta de trás de onde retira o gato.

 A mulher coloca o gato sobre o meio-fio, fora da rua e volta para o veículo. É neste instante que o gatinho entra debaixo do carro. Ao arrancar com o veículo, a motorista atropela o animal, que fica agonizando no meio da rua, enquanto ela abandona o local.

O carro e a mulher ainda não foram identificados Câmeras de outras casas da rua poderão identificar a placa do veículo.

Fonte: Terra do Mandu

​Read More
Notícias

Associação denuncia negligência a cavalos em Pouso Alegre (MG)

Cavalos na ru
Divulgação

Há alguns meses, moradores de Pouso Alegre (MG), estão preocupados com a quantidade de animais de grande porte em situação de rua na cidade. As denúncias são diversas. A prefeitura informou que quando são avisados, os animais são recolhidos. A Associação de Proteção aos Animais afirma que isto não acontece.

Ainda conforme informações da Associação, animais como cavalos são tutelados por supostos carroceiros. “Eles são explorados por quem usa veículo para tração. Eles soltam os animais na parte da manhã, pra poderem se alimentar, e aí no fim do dia eles os recolhem. Ou Quando precisam usá-los”, afirma Luciene de Castro, coordenadora da Associação.

Outro problema que já foi tema no Legislativo é o cadastramento dos carroceiros no município. O grupo afirma que a prefeitura tem dificuldade em localizar os tutores, e por isso, não tomada as medidas cabíveis. A prefeitura também explica que o animal é resgatado e levado para um local apropriado. Se em 30 dias não aparecer o responsável, é encaminhado um ofício à promotoria pedindo autorização para doação do animal. O tutor terá ainda 60 dias para recorrer e pegar o animal de volta, e fica responsável por todas as despesas geradas durante esse período de guarda do animal.

Fonte: O Melhor do Sul de Minas

​Read More
Notícias

Cachorro morre enforcado durante banho em pet shop de Pouso Alegre (MG)

Divulgação
Divulgação

Um fato ocorrido em um pet shop do bairro São Cristóvão em Pouso Alegre chama a atenção pela falta de responsabilidade do local.

O tutor de um cachorro levou o animal doméstico para tomar banho e tosar e algum tempo depois recebeu a notícia que o animal havia morrido durante o procedimento.

Nós conversamos com o tutor do cachorro e também com outro estabelecimento da cidade para saber quais os cuidados devem ser tomados para evitar que este tipo de episódio se repita.

Fonte: Pouso Alegre Hoje

​Read More
Notícias

Pouso Alegre (MG) terá evento de conscientização sobre proteção aos animais

adote bem

No próximo dia 17 de agosto, acontecerá em Pouso Alegre o “AdoteBEM”, primeiro evento de conscientização sobre proteção animal da cidade. Serão realizadas diversas atividades para crianças (cama elástica, pintura de rostos, distribuição de pipoca e algodão doce) enquanto os adultos poderão conhecer um pouco mais sobre o trabalho das ONGs de Proteção aos Animais e protetores da região. O evento acontece das 9h às 13h, no estacionamento ao lado do Pátio da Rodoviária.

Quem visitar o AdoteBEM também terá a oportunidade de ver uma exposição de fotos e frases de pessoas que adotaram animais em Pouso Alegre e na região. Também terão veterinários dando orientações sobre os cuidados com animais domésticos, venda de produtos pets pelas ONGs (renda revertida para as ações de cada ONG), distribuição de material educativo sobre posse responsável e distribuição de amostras de ração. Todos os participantes concorrerão a brindes no final do evento.

Outro ponto importante do AdoteBEM será a realização de uma feira de adoção com cães adultos do Centro de Bem Estar Animal de Pouso Alegre e gatos adultos trazidos pelos protetores. Quem adotar um dos animais terá uma consulta veterinária gratuita, na hora do evento.

O objetivo principal do AdoteBEM é a promoção de adoção de cães adultos, orientando os participantes do evento que a castração do animal é importante, sobretudo para reduzir o número de cães abandonados pelas ruas.

Quem quiser, poderá trazer o seu amiguinho peludo para visitar o evento. Será um dia de diversão e conscientização para toda a família.

O AdoteBEM é um evento organizado pelo grupo independente de proteção “Protetores da Arca” e pela ONG “Voluntários da Pata” de Pouso Alegre.

Fonte: Portal Poços de Calda

​Read More
Notícias

PM Ambiental investiga mortandade de peixes em rio de Pouso Alegre

PM Ambiental investiga mortandade de peixes no Rio Mandu em Pouso Alegre, MG (Foto: Rafael Melo / EPTV)
PM Ambiental investiga mortandade de peixes no Rio Mandu em Pouso Alegre, MG (Foto: Rafael Melo / EPTV)

A Polícia Militar do Meio Ambiente investiga a mortandade de peixes no Rio Mandu na tarde desta quarta-feira (19), em Pouso Alegre (MG). Segundo os moradores, os peixes começaram a se debater perto de uma saída de esgoto, mas os policiais não encontraram nenhum vestígio na água que possa ter causado a mortandade.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Políticos do Sul de Minas travam luta contra a violência animal

Minas Gerais terá o primeiro Movimento Parlamentar em Defesa dos Animais.

O encontro aconteceu em Pouso Alegre e reuniu um grupo de vereadores de Câmaras Municipais do Sul de Minas. Eles deram início à criação de um movimento que militará a defesa animal. Os legisladores são das cidades de Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, Itajubá, Varginha, São Lourenço, Ouro Fino, Gonçalves, Carmo de Minas, Cambuí, Tocos do Mogi, Poços de Caldas e Conceição dos Ouros. A ideia é cobrar mais ação, atitude e comprometimento dos poderes públicos na efetivação ao combate a este tipo de violência que vem revelando gráficos alarmantes.

“Estamos preocupados em fortalecer as políticas públicas de defesa dos animais. A expectativa é de que esse grupo possa cobrar dos seus gestores a implementação de leis que garantam o bem-estar dos animais em seus municípios. Também queremos levar essa discussão para a ALMG (Assembleia Legislativa), ampliando o apoio à causa – que é tão nobre e necessária”, disse Hélio ‘da Van’, edil de Pouso Alegre e idealizador do projeto.

Na Casa de Leis os vereadores apresentaram propostas e sugestões para o projeto. Também foram colocadas em discussão a importância das adoções e controle das castrações.

A nova reunião está agendada para 15/01/2014 na Câmara de Pouso Alegre. Neste dia será feita eleição simbólica para a mesa diretora. Também serão apresentadas as metas de trabalho para o próximo ano.

Fonte: O Registro

​Read More
Notícias

Cães são resgatados após serem vítimas de maus-tratos em Pouso Alegre (MG)

(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)
(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)

Um homem foi preso neste fim de semana suspeito de maus-tratos a dois cachorros em Pouso Alegre (MG). Ele foi detido após denúncias de vizinhos que ouviram os animais chorando durante as agressões. Um dos animais chegou a perder um olho após ter sido espancado repetidas vezes na cabeça. Os cães foram recolhidos e tratados em uma clínica veterinária por uma ONG de proteção aos animais, que agora, procura novos tutores para os bichos.

O caso aconteceu no sábado (28). A Polícia Militar Ambiental recebeu denúncias de vizinhos que disseram que desde a sexta-feira (27) estavam ouvindo os cães gritando e chorando em uma casa do Bairro Saúde, e pelo barulho, parecia que os animais estavam sendo espancados. Ao chegar à residência, já no sábado, a PM encontrou dois cachorros, um pastor alemão e um vira-lata, presos cada um em uma casinha de alvenaria com correntes de cerca de 80 centímetros cada.

Segundo os policiais, os animais pareciam estar bem de saúde, mas estavam muito assustados. O pastor alemão estava com o olho esquerdo pra fora, com uma bola de sangue. O tutor alegou aos policiais que o filho de 8 anos de um vizinho teria jogado uma pedra no quintal e acertado o olho do animal, mas de acordo com a PM, ao verificar a altura do muro entre as casas, não havia possibilidade de uma criança ter conseguido fazer o que o homem alegava.

(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)
(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)

Um veterinário foi chamado no local, que constatou maus-tratos aos animais por suspeita de espancamento. Eles foram recolhidos e levados para uma clínica veterinária, onde passaram por tratamento. O tutor foi preso e levado para a delegacia da cidade. Após prestar depoimento, ele foi liberado e responderá criminalmente por maus-tratos a animais domésticos. A pena pode variar de multa a prisão por três meses a um ano, de acordo com a Lei de Crimes Ambientais.

Nesta semana, outro caso de maus-tratos a animais foi registrado em Poços de Caldas (MG). A Polícia Civil abriu um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para apurar denúncias de que o delegado aposentado Lacy de Souza Moreira teria amarrado um cão no engate traseiro do próprio carro e arrastado o animal pelas ruas do bairro Conjunto Habitacional Pedro Affonso Junqueira (Cohab). O caso foi registrado na última segunda-feira (30).

(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)
(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)

Reincidente

De acordo com a Polícia Ambiental, não é a primeira vez que o tutor dos dois cães de Pouso Alegre é preso por maus-tratos a animais. Há dois anos ele já havia sido detido por suspeita de dar choques e maltratar três cachorros. A presidente da ONG SOS Bichos, Carla Viviane Fernandes, envolvida nos dois casos, afirma que em 2011, três cachorros, um pastor alemão, um pit bull e um SRD foram encontrados muito debilitados na mesma casa. Ele foi liberado após prestar depoimento.

(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)
(Foto: Carla Viviane / ONG SOS Bichos)

“O vira-lata só urinava de medo por todos os lados. O lugar estava uma sujeira e eles estavam do mesmo jeito desses dois, amarrados a um cano com um corrente bem curta. Eu espero que ele seja preso, já que não é a primeira vez que isso acontece”, comenta a representante da ONG. Como réu primário, ele apenas pagaria multa em caso de maus-tratos, segundo ela, como medida educativa.

Novos tutores

Carla conta que os dois cães resgatados na casa estão bem de saúde, mas muito assustados. O olho esquerdo machucado do pastor alemão teve que ser removido pelo veterinário. O cachorro também não enxergava quase nada pelo olho direito. O veterinário que cuidou do animal acredita que, nos dois casos, o problema foi causado por pancadas fortes na cabeça, segundo ela.

“O Cão só está um pouco abaixo do peso, mas está bem. Temos já uma pessoa que está interessada em adotá-lo. Já o pastor alemão, vamos ter que cuidar dele por mais tempo, porque ele está apavorado, tem medo de qualquer pessoa que se aproxime”, conta Carla. O cão, que tem cerca de dois anos, já está no canil municipal esperando para ser adotado.

O pastor alemão deve ter alta da clínica veterinária essa semana. Com cerca de quatro anos, ele precisará de um lar temporário até estar disponível para adoção.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Dono de oficina é condenado por maus-tratos a cão em Pouso Alegre (MG)

Dono de oficina é condenado por maus tratos a cachorro em Pouso Alegre (Foto: Reprodução EPTV)
Dono de oficina é condenado por maus tratos a cachorro em Pouso Alegre (Foto: Reprodução EPTV)

O dono de uma oficina mecânica foi condenado, pela Justiça de Pouso Alegre (MG), a pagar uma cesta básica para uma entidade da cidade por maltratar um cão da raça rottweiler. O animal, chamado de “Poeta”, estava trancado em uma pequena jaula, sem água potável e sem comida. Ele pesava apenas 25 quilos e, quando foi encontrado, há um mês, estava muito debilitado. O cão, que tinha cerca de sete anos, chegou a ser socorrido, mas morreu oito dias depois.

Como a oficina mecânica em que o cão vivia estava fechada na hora da apreensão, foi preciso um apoio da Polícia Militar Ambiental. A denúncia foi feita pela ONG SOS Bichos.

Segundo o artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, é crime com multa e pena de três meses a um ano de prisão.

Fonte: G1

​Read More
Você é o Repórter

Cachorrinhos adotados esperam carona para novo lar

Adriane Crispim Mesquita
adriane_mesquita@yahoo.com.br

Essas duas fofuras estão lá em casa esperando uma alma caridosa que dê uma carona para eles para Belo Horizonte, eles foram abandonados pela tutora, e o pessoal da SOS Bichos de Pouso Alegre  (MG) conseguiu um lar super bacana para os 2 serem adotados juntos, pois são mãe e filho.

À espera de uma carona…

Ah, o pessoal da SOS empresta uma caixa de transporte que …caiba os dois juntos!

Estamos esperando retorno.

Se puderem divulgar também, já é uma ajuda.

Contato:
Adriane Crispim Mesquita
Email: adriane_mesquita@yahoo.com.br

​Read More