Notícias

Pontos de arrecadação recebem doações para animais desabrigados após chuvas

Dezenas de animais ficaram desabrigados após fortes chuvas atingirem a Baixada Santista, causando deslizamentos de encostas em Santos, São Vicente e Guarujá, no litoral de São Paulo. Eles dependem, agora, de doações, que podem ser feitas em pontos de arrecadação (confira abaixo).

Foto: Pixabay

Parte dos animais afetados pelos deslizamentos foram levados para abrigos com seus tutores e estão recebendo cuidados oferecidos pela Coordenadoria de Defesa da Vida Animal (Codevida), que está aplicando vacinas e medicamentos em cães e gatos.

A Codevida também está alimentando os animais desalojados. Quatro gatos e seis cães foram resgatados na terça-feira (3) após serem retirados de escombros em Barreira do João do Guarda.

Seis pontos de arrecadação foram autorizados pela Codevida para receber doações de ração para cachorros e gatos. São eles:

ONG DVA

Endereço: Rua Almirante Tamandaré, 136.

ONG Patinhas que Brilham

Endereço: Rua Carvalho de Mendonça, 670.

ONG Viva Bicho

Endereço: Rua Silva Jardim, 333.

Codevida Jabaquara

Endereço: Francisco Manoel s/nº.

Farmácia Essência da Vida

Endereço: Av. Ana Costa, 114.

ONG MAPAN

Endereço: Rua Comendador Alfaia Rodrigues, 51/53.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cão gravemente ferido recebe 140 pontos após ser agredido com facão

Um cachorro foi resgatado em estado grave no sábado (12) após ser brutalmente agredido com golpes de facão. O crime aconteceu na cidade de Panorama.

(Reprodução/Panorama Notícia)

O cão, que tem 14 anos, foi encontrado com cortes profundos no pescoço e na barriga. Ele foi resgatado e, segundo o portal Panorama Notícia, recebeu atendimento veterinário.

Após ser examinado, o cachorro recebeu 140 pontos para fechar os ferimentos.

Os tutores do animal ainda devem registrar boletim de ocorrência sobre o caso para que a polícia tente identificar e punir o agressor.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Sobe para 138 o número de locais contaminados por óleo no Nordeste

Os últimos pontos onde foram encontrados manchas de óleo estão localizados na Bahia


Subiu para 138 o número de locais contaminados por óleo no Nordeste, conforme levantamento atualizado do Ibama, divulgado na tarde de terça-feira (8).

(Adema/Governo do Sergipe/Divulgação)

Em todos os nove estados do Nordeste, mais de 60 municípios já foram afetados – os últimos pontos foram registrados na Bahia.

Durante participação em audiência pública na Câmara dos Deputados, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou, segundo o portal EPBR, que o vazamento de petróleo se trata de “um fenômeno muito estranho que não dá sinais de estar retrocedendo”.

Até o momento, 133 toneladas do óleo foram retiradas em praias de diferentes estados nordestinos.

O óleo está devastando o meio ambiente e tirando a vida de animais. A presença do petróleo já foi registrada, inclusive, em uma região localizada a 150 metros da margem da foz do rio São Francisco. Essa proximidade levou o Ibama a iniciar uma vistoria para descobrir se o rio foi contaminado pelo poluente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Sucuri de 2,7 metros leva 60 pontos após ser covardemente esfaqueada

Uma cobra sucuri verde foi covardemente esfaqueada por um homem, que não teve a identidade revelada, em uma chácara na zona rural do município de Bauru, no interior de São Paulo.

(Foto: Zoológico de Bauru/Divulgação)

O motivo torpe que levou o homem a cometer tamanha crueldade foi o fato da cobra ter se alimentado de uma galinha que vivia na chácara. A sucuri, entretanto, não tem culpa por ter comido o animal. Isso porque ela agiu por instinto. Além disso, cobras são animais irracionais que, nestes casos, agem apenas para matar a fome.

Após ser resgatada, a cobra levou 60 pontos entre a musculatura e a pele, além de ter recebido curativos.

O resgate da sucuri, que é um macho de mais de 11 quilos e com 2,7 metros de comprimento, foi realizado pelo Corpo de Bombeiros. Ela foi encontrada com diversos cortes provocados por faca e cinco costelas fraturadas.

(Foto: Zoológico de Bauru/Divulgação)

Vinte e quatro horas após a cirurgia, a cobra apresenta melhora. Acordou bem da anestesia e está sendo acompanhada por veterinários e tratada com medicamentos. As informações são do portal G1.

A Polícia Ambiental esteve no local em que a sucuri foi brutalmente agredida e identificou o autor dos golpes. O capitão Nílson César Pereira, comandante da PM Ambiental na região de Bauru, explica que o homem foi autuado por crime ambiental e multado de forma administrativa em R$ 3 mil, valor que pode dobrar caso a cobra morra.

(Foto: Zoológico de Bauru/Divulgação)

Além da multa administrativa, o agressor foi autuado também no âmbito criminal, no qual responderá por crime ambiental, com pena de três meses a um ano de detenção e uma nova multa.

Casos de cobras mutiladas e queimadas costumam acontecer com certa frequência. Vítimas dos seres humanos, elas sofrem e morrem ao serem agredidas.

​Read More
Você é o Repórter

Poodle com pontos cirúrgicos é encontrado, em SP

Animais para adoção
frugais@hotmail.com

Esse poodle está ainda com pontos cirúrgicos, ele foi encontrado em Moema, em SP. Estava tosado, com gravata e coleira.

Procura-se seu tutor.

Contato: Stephanie – rigobello@gmail.com – (11) 7623-9686

 

Foto: Divulgação/ Animais para adoção
​Read More
Notícias

Cão encontrado machucado em Jaraguá do Sul já está pronto para ser adotado

Ele tem por volta de um ano, raça indefinida e, por causa da solidariedade de duas pessoas, escapou da morte. Esta é a história de Pintado, um cão que estava mancando e abandonado pelas ruas de Jaraguá do Sul com a pata quebrada. Agora, após a cirurgia para amputar a pata, continua dócil e brincalhão. “Ele se comporta como um cachorro qualquer, não tem diferença nenhuma. Só tenho a dizer que ele é extremamente dócil”, diz Gisiele Klein, 26 anos.

Ela e Fernanda Junkes, de 18 anos, salvaram o cão. Segundo elas, a veterinária que atendeu ao Pintado disse que, se o cachorro não passasse pela cirurgia de amputação da pata, poderia morrer. “A veterinária falou que não tinha mais como tratar só a pata”, diz Gisiele.

As duas acreditam que Pintado tinha um tutor que deve tê-lo abandonado por causa do problema na pata causado pelo atropelamento. A pata estava piorando e criando feridas conforme passavam os dias.

Fernanda trabalha em frente à casa de Gisiele. As duas socorreram o cachorro e levaram-no para a Associação Jaraguaense Protetora dos Animais (Ajapra). De lá, o cãozinho foi encaminhado para uma veterinária que fez a cirurgia de amputação da pata e também castrou o animal.

As duas gostariam de ficar com o Pintado, mas cada uma delas já tem uma grande família de animais (Gisiele tem cinco cães e cinco gatos e Fernanda nove cães), por isso é impossível ficar com mais um animal em casa. “Quem adotar não vai precisar se preocupar com o fato de ele não ter uma pata porque isso não muda em nada”, afirma Fernanda.

Segundo Gisiele, nem os medicamentos precisam mais ser dados para Pintado. “Já até parei de dar os medicamentos e, neste sábado, vou levá-lo para retirar os pontos. Depois disso fica tudo bem e volta tudo ao normal”, conta Gisiele.

O tratamento custou mais de R$ 120. “Se não tivéssemos procurado a Ajapra, custaria o dobro”, diz Gisiele. As duas dividiram as despesas e agora procuram um novo lar para o cachorro.

Como Adotá-lo:
Para adotar o Pintado basta ligar para a Gisiele Klein (47) 3371-3231 ou 9902-0314 ou para a Fernanda Junkes (47) 3370-0786 ou 9909-4278

Fonte: A Notícia 

​Read More