Notícias

Gato é resgatado após ser encontrado em ponte no Espírito Santo

O animal foi encontrado por uma equipe da concessionária que administra a rodovia que passa pela ponte


Um gato foi resgatado nesta quinta-feira (26) após circular pela Terceira Ponte, que liga os municípios de Vila Velha e Vitória, no Espírito Santo.

Pixabay/thalyagirl95/Imagem Ilustrativa

O resgate foi realizado por volta de 12h após uma equipe da Rodosol, concessionária que administra a rodovia que passa pela ponte, ter visto o animal.

Não se sabe o que levou o gato ao local, mas a suspeita é de que ele tenha sido abandonado. As informações são do jornal A Gazeta.

De acordo com a Rodosol, o resgate do animal foi feito de maneira rápida, não tendo sido o responsável pelo congestionamento de veículos registrado na região.

Outro caso

Em outubro, uma gata foi resgatada na ponte. Ela foi encontrada por Renato Ramos, que estava trabalhando quando avistou o animal, mas retornou minutos depois para salvá-lo.

“Era por volta das 9 horas da manhã e vi que ela estava no cantinho, toda encolhida e muito assustada. Quis parar na hora, mas estava com uma passageira. Aquilo me deixou aflito só de pensar no que poderia acontecer com ela. Quando deixei a cliente em Vila Velha, retornei para a Terceira Ponte, fiz o contorno no pedágio e torci para que a gatinha ainda estivesse lá. Quando a avistei, parei o carro, liguei o pisca-alerta e a resgatei. Ela estava no mesmo lugar, perto do vão central, miando e com as patinhas queimadas por conta do asfalto quente”, contou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cachorro é resgatado após cair de ponte em Brusque (SC)

Apesar do acidente, o cachorro não ficou ferido e foi devolvido ao tutor


Um cachorro foi resgatado na terça-feira (24) após cair de uma ponte em Brusque, no estado de Santa Catarina. O acidente aconteceu na rua Ernesto Schroeder, no bairro Limeira.

Foto: Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros foi acionado e esteve no local para fazer o resgate do cachorro por volta das 23h25. As informações são do portal O Município.

Os bombeiros encontraram o cachorro, que é de porte grande, caído à beira do rio. Usando uma rede de captura, os militares içaram o animal, salvando sua vida.

Apesar do acidente, o cachorro não ficou ferido e, após ser resgatado em segurança, foi devolvido ao seu tutor.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Histórias Felizes, Notícias

Gatinho perdido vai parar em cima de uma ponte a 90 metros de altura

Foto: SF ACC
Foto: SF ACC

Embora em uma situação delicada e muito perigosa, o gatinho que tinha coleira e guia, permaneceu calmo o tempo todo, como estivesse adorando sua aventura


Por Eliane Arakaki

Os moradores de um prédio com vista para a Bay Bridge, em San Francisco, nos Estados Unidos, estavam olhando pela janela quando avistaram algo estranho em uma canto da ponte. Depois de alguns instantes, eles subitamente perceberam que era um gato usando coleira e guia, e ele estava definitivamente em perigo.

Os espectadores sabiam que o gato precisava desesperadamente de ajuda e imediatamente entraram em contato com o San Francisco Animal Care & Control (SF ACC), que entrou em ação assim que soube do ocorrido.

“Nossos oficiais do controle de animais (sargento Kent e oficial Sherwood) entraram em contato com a California Highway Patrol e Caltrans (eles socorrem motoristas presos na ponte) para ajudá-los”, disse Deb Campbell. ao The Dodo “Essas agências interromperam o tráfego para que nossas equipes pudessem trabalhar com segurança”.

Foto: SF ACC
Foto: SF ACC

Enquanto os policiais olhavam para o gatinho preso em um local tão perigoso, eles ficaram surpresos ao ver que ele não parecia assustado ou preocupado e, em vez disso, estava apenas curtindo o passeio. Ainda assim, eles sabiam que precisavam trazê-lo para a segurança o mais rápido possível, pois seria uma queda de cerca de 90 metros de onde ele estava até o chão.

Enquanto um oficial segurava a coleira, o outro usava uma rede para prender o gato com muito cuidado e, em seguida, puxá-lo para fora da borda da ponte e finalmente para a segurança.

Durante todo o resgate, o gato permaneceu imperturbável, como se quisesse estar naquele lugar extremamente perigoso o tempo todo.

Foto: SF ACC
Foto: SF ACC

“Ele ficou calmo durante o resgate e não parecia nem um pouco abalado com a experiência”, disse Campbell.

O gato, que o veterinário estimou ter em torno de 6 anos de idade, estava em boas condições, além de ter algumas pulgas e alguns arranhões. Ele está se recuperando com segurança no Centro de Cuidados com Animais de São Francisco, e seus socorristas estão agora em uma busca para tentar encontrar sua família.

“Ninguém procurou por ele ainda”, disse Campbell. “Recebemos contatos de pessoas que acham que ele pode ser o gato delas, mas ainda não há correspondências que comprovem a ligação”.

Foto: SF ACC
Foto: SF ACC

Ainda é um mistério o motivo pelo qual o gatinho aventureiro estava na ponte ou onde sua família pode estar, mas, por enquanto, ele está amando sua estadia no abrigo com todos os seus novos amigos.

Ele é um felino super amigável e confiante que adora toda a atenção que está recebendo. Seus socorristas esperam que, ao postar fotos dele nas mídias sociais, sua família possa eventualmente reconhecê-lo, e eles possam levá-lo de volta para casa, onde ele pertence.

“Ele é muito amigável e foi difícil tirar fotos porque ele só queria abraçar a todo mundo”, disse Campbell.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Construção de ponte e porto ameaçam santuário de elefantes em Sumatra

Elefantes na Reserva de Vida Selvagem de Padang Sugihan | Foto: Khairul Abdi / CIFOR / Flickr
Elefantes na Reserva de Vida Selvagem de Padang Sugihan | Foto: Khairul Abdi / CIFOR / Flickr

O projeto de construção de uma ponte e um porto privado no sul de Sumatra ameaça danificar um dos últimos habitats remanescentes dos elefantes criticamente ameaçados da ilha.

O projeto faz parte da campanha de desenvolvimento do turismo do governo da província de Sumatra do Sul, sob o qual as autoridades planejam construir uma ponte do continente de Sumatra para a ilha de Bangka. O local onde a ponte começará também foi destinado à construção de um porto privado por uma subsidiária da maior produtora de papel da Ásia, a Asia Pulp & Paper (APP).

Os ambientalistas dizem que ambos os projetos propostos irão danificar um habitat crucial do elefante de Sumatra (Elephas maximus sumatranus), uma espécie criticamente ameaçada de extinção cuja população caiu devido à perda de habitat, conflitos entre humanos e animais selvagens e caça.

As florestas na área já estão sob intensa pressão. A fábrica de papel e celulose da APP, considerada a maior da Indonésia, tem sido criticada por críticos que dizem que ela estimulará o apetite da APP por madeira para celulose, forçando a empresa a desmatar mais florestas naturais e turfeiras. A fábrica tem uma capacidade de produção maior que a inicialmente anunciada.

Elefantes na Reserva de Vida Selvagem de Padang Sugihan | Foto: Khairul Abdi / CIFOR / Flickr
Elefantes na Reserva de Vida Selvagem de Padang Sugihan | Foto: Khairul Abdi / CIFOR / Flickr

O local em questão inclui o Santuário da Vida Selvagem de Padang Sugihan Sebokor, um ponto particularmente importante para os elefantes, uma vez que conecta populações menores em vários outros fragmentos de floresta. Combinados, esses habitats abrigam cerca de 152 elefantes, de acordo com Jumiran, uma autoridade local de conservação de elefantes. Em dezembro do ano passado, grupos de conservação registraram cinco novos filhotes de elefante, indicando que a população está prosperando no santuário.

“Se as autoridades tiverem qualquer intenção de garantir a sobrevivência contínua dos elefantes, devem proteger a área de qualquer desenvolvimento futuro”, disse Yusuf Bahtimi, do Centro Internacional de Pesquisa Florestal (CIFOR), que estudou extensivamente esta região de Sumatra.

Por exemplo, ele disse, quaisquer estradas conectadas à ponte ou porto planejados devem ser elevadas, para permitir que os elefantes continuem vagando abaixo. “Nós podemos fazer isso acontecer”, disse ele. “Chegamos à Lua, então proteger o corredor de elefantes e o habitat deles deve ser fácil.”

Yusuf também disse que o fluxo de pessoas para a área deve aumentar quando os projetos de infra-estrutura estiverem em andamento. Para evitar a expansão descontrolada e a destruição da floresta, “o governo deve zonear a área de forma adequada e correta”.

“É preciso indicar claramente quais áreas podem ser desenvolvidas para quais fins, e quais devem ser protegidas”, acrescentou. “As áreas a serem protegidas incluem os corredores e habitats do elefante de Sumatra, turfeiras e florestas”.

“Não tomar essa precaução resultará em conflitos entre humanos e elefantes, que os elefantes com certeza, perderão.”

Yusuf também alertou contra uma proposta para realocar os elefantes da área, dizendo que isso foi tentado anteriormente em 1982, quando o governo nacional estava incentivando moradores de Java a se mudarem para outras ilhas da Indonésia.

Elefantes na Reserva de Vida Selvagem de Padang Sugihan | Foto: Khairul Abdi / CIFOR / Flickr
Elefantes na Reserva de Vida Selvagem de Padang Sugihan | Foto: Khairul Abdi / CIFOR / Flickr

“Falhou”, disse ele sobre a mudança. “Os elefantes foram movidos porque o local para o programa de transmigração estava em seu habitat. Mas os elefantes realocados retornaram ao habitat.”

Desde então, disse Yusuf, as autoridades permitiram que a área voltasse ao santuário de vida selvagem que é hoje. A única solução, ele disse, “é viver em paz com os elefantes”.

É isso que os moradores locais vêm fazendo há anos, de acordo com Edi Rusman, agricultor da vila de Perigi Talangnangka, que fica perto do santuário da vida selvagem. Ele disse que nunca houve conflitos entre humanos e elefantes envolvendo moradores locais, e que quaisquer conflitos que surgiram envolveram migrantes e empresas que operam na área.

“Qualquer tipo de desenvolvimento criará conflitos se não proteger o habitat dos elefantes”, disse Edi.

“Portanto, tenha cuidado com o desenvolvimento, pois pontes e portos podem ser construídos em qualquer lugar, já os elefantes, são únicos”, concluiu ele.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Homem pula de ponte para salvar cadela que caiu em rio nos EUA

Uma cadela se assustou com um acidente de carro, correu descontrolada e acabou caindo no rio East, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. O acidente aconteceu enquanto Harper, como é chamada a cadela, estava com um passeador de cães. Comovido com a situação do animal, um homem pulou no rio e salvou sua vida.

Adotada por Erin O’Donnell em 2017, Herper se assustou quando um táxi ultrapassou o sinal vermelho e atingiu o passeador de cães e ela. Eles não se feriram, mas a cadela pulou no rio, devido ao medo que sentia, e começou a nadar. No entanto, logo ela perdeu a velocidade e começou a afundar. As informações são do Canal do Pet.

Instagram/ Harper de Hound

“Eu estava em um restaurante comemorando meu aniversário quando vi um cão pulando da ponte para nadar”, escreveu Gabe Castellanos nas redes sociais. “O dia estava quente e nós pensamos que o tutor estava observando o cachorro enquanto ele estava nadando para se refrescar, até que percebemos que uma pessoa correu para a grade da ponte e começou a gritar em pânico”, completou.

Formado pela SUNY Maritime College e com um amplo conhecimento em técnicas de sobrevivência na água, Gabe decidiu ajudar. “Olhei onde eu estava e vi que tinha um colete salva-vidas, peguei, vesti e pulei na água”, disse Gabe, em entrevista ao The Dodo.

Cerca de 300 pessoas assistiram a cena. Quando percebeu que alguém estava atrás dela, Harper tentou fugir. Gabe, no entanto, conseguiu alcançá-la e salvou sua vida, levando-a à margem do rio.

Apesar do susto, Harper apenas machucou as patas e, por isso, terá que usar botas ortopédicas por algumas semanas. “Fiquei aliviada quando soube que ainda existem pessoas com atitudes positivas como a de Gabe”, revelou Erin.

​Read More
Notícias

Homem é detido após jogar cão de ponte de cerca de três metros de altura

Um homem de 47 anos, que não teve a identidade revelada, foi flagrado jogando um cachorro de uma ponte com cerca de três metros de altura na região central do município de Ibatiba, no estado do Espírito Santo.

Foto: Reprodução / Portal Aqui Notícias

Imagens de câmeras de segurança comprovaram o crime. No vídeo, é possível ver o homem carregando o cachorro pendurado pelo rabo, ato cruel que causa dor ao animal, antes de jogá-lo da ponte. As informações são do portal Aqui Notícias.

Proprietário de um salão de beleza, o agressor foi denunciado por uma testemunha que mora na região. O morador viu o momento em que o homem jogou o cachorro da ponte.

Apesar da queda, o animal não sofreu ferimentos graves e foi visto caminhando pela rua pouco tempo depois de ser sido vítima da violência promovida pelo homem.

​Read More
Notícias

Morador de rua com 18 cães e 16 gatos é despejado de ponte em que mora há 10 anos

Um morador de rua, de 59 anos, recebeu uma ordem de “despejo” da Prefeitura de Goiânia, para que ele deixe, em até cinco dias, a ponte em que mora há 10 anos. José Antônio Ananias vive no lugar junto com 18 cães e 16 gatos que ele adotou ao longo dos anos. O homem afirma que não sai do local sem ter um lar para onde possa levar seus animais, que ele considera sua “família”.

“É a minha família. Minha família humana um pouco está no cemitério, o restante está espalhado pelo Brasil. Minha família aqui são meus gatos, minhas, capivaras, meus peixes, meus cachorros. Eu vivo de doação, catando latinha”.

“Se não arrumar um lugar para mim que não caiba meus animais, eu não vou”, disse Ananias.

A ponte em que Ananias mora fica na Avenida 24 de outubro, sobre o Córrego Cascavel, no Setor Campinas, e é às margens do afluente que mora Ananias. Ele improvisou uma morada com colchões, pedaços de madeira, um varal onde ele estende suas roupas após lavar no rio e várias caixas de papelão, onde moram seus animais.

Ele conta que notou, há alguns meses, que percebeu que um buraco começou a se formar em uma das colunas de sustentação da ponte. A partir disto, resolveu montar uma “casa provisória”, junto com os animais, debaixo de uma árvore no Parque Campininha das Flores, ao lado da ponte.

De acordo com a Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), o órgão foi acionado por moradores da região que reclamaram de poluição do local, que teria sido constatado pela agência. Os vizinhos disseram também que o animal do morador estaria avançando nas pessoas.

O médico veterinário Cesmar, que atende de forma voluntária todos os 34 animais de Ananias, afirma que todos os animais estão saudáveis e a maioria deles estão castrados. Disse ainda que alguns estão em tratamento para combater doenças, mas nenhum deles oferece risco à comunidade.

“Hoje, se você puder olhar, mediante as condições em que o senhor Ananias, vive, que ele tem, a saúde dos animais em geral está boa. Eles estão todos em tratamento, boa parte já foi castrada. A gente espera o fim deste tratamento para poder castrar os que ainda não foram. Fazemos tudo de graça com ajuda de parceiros para garantir qualidade de vida para estes animais”, disse o médico.

José Antônio Ananias mora há 10 anos debaixo de ponte com cachorros e gatos, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O que diz o poder público?

A ordem para que o homem deixe o local, conforme informou a Amma, foi expedida depois que a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) teria oferecido um abrigo para ele, mas o mesmo não teria, segundo o órgão, aceito. A partir de então, a Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Goiás (OAB-GO) passou a acompanhar o caso.

“Em acordo, ontem, a gente conseguiu este prazo, de 5 dias, que se esgota segunda-feira. Se não encontrarmos um local para que ele seja encaminhado com seus animais, nós podemos presenciar uma situação aqui de desastre, então, enquanto Comissão de Direitos Humanos, nós estamos acompanhando, estamos fazendo tratativas com a Defensoria Pública para ver qual encaminhamento que pode ser dado, de forma que o estado possa garantir os direitos a este senhor que é totalmente carente”, disse a advogada Natasha Gomes Moreira Abreu.

Em nota à TV Anhanguera, a Semas informou que, conforme relatado, já ofereceu ajuda a José Antônio para levá-lo a um dos abrigos da Prefeitura de Goiânia, mas ele teria rejeitado. “Vale lembrar que as equipes de abordagem social não podem obrigar a pessoa em situação de rua a aceitar qualquer encaminhamento”, diz a posicionamento.

Em relação ao problema na ponte que o morador de rua relatou, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) informou que monitora diariamente as pontes da capital, incluindo citada. Disse que a estrutura da 24 de Outubro não representa nenhum risco para as pessoas que circulam pelo o local.

Ponte onde o José Antônio Ananias mora, no Setor Campinas, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Casal encontra cervo morto pendurado pelo pescoço em uma ponte na Austrália

Um casal que estava passeando de barco encontrou um cervo pendurado pelo pescoço em uma ponte na Austrália.

O cervo foi visto pendurado em um laço amarrado à ponte Point Road de Alford sobre o rio Georges, ao sul de Sydney.

O cervo foi visto pendurado na ponte Alfords Point Road sobre o rio Georges (Foto: Daily Mail Online)

As fotos foram tiradas por uma mulher chamada Kristie, que falou com 9 News sobre o terrível incidente.

Ela afirmou que estava curtindo a calma do rio Georges com o marido quando avistaram o cervo de longe.

“O animal estava pendurado morto por uma corda em volta do pescoço. Meu marido disse: ‘Oh meu Deus, por que alguém faria isso?'” Kristie contou ao 9 News.

Um cervo foi deixado pendurado com uma corda em seu pescoço (Foto: Daily Mail Online)

“Que tipo de pessoa faria isso com um animal?”, ela questionou também ao The Sydney Morning Herald.

O Departamento de Indústrias Primárias de NSW declara que um caçador deve possuir uma licença para caçar veados selvagens, a menos que eles sejam proprietários de terras, funcionários de proprietários de terra ou pessoas aborígenes que caçam sob o título nativo.

​Read More
Notícias

Cavalo cai em canal após ponte ceder e é salvo em megaoperação

Uma megaoperação foi montada para resgatar um cavalo que caiu em um canal em São Vicente (SP) após um deck de madeira ceder. O animal, que ficou preso no local por cerca de duas horas, foi içado por uma retroescavadeira.

(Foto: Thiago Assunção/Arquivo Pessoal)

O acidente aconteceu na noite do último sábado (20). O cavalo, explorado em ações policiais, caminhava junto da equipe Hipo do 2º Batalhão de Ações Especiais quando, na altura da rampa de acesso à Praça Tom Jobim, a madeira do deck cedeu e o cavalo caiu com o policial que estava sob ele. As informações são do portal G1.

A cena foi vista pelo turista do interior paulista Thiago Assunção, de 31 anos. “Eles estavam finalizando a ronda deles por ali, quando passaram pela ponte de madeira. A madeira cedeu, e o cavalo e o soldado caíram lá dentro. A madeira deve ter cedido com o peso, não sei. Foram duas horas para eles conseguirem fazer o resgate”, conta.

O turista explicou que a operação contou com equipes da Guarda Civil Municipal, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar. Segundo ele, o cavalo estava muito agitado. “Eles tentaram umas três vezes, mas não conseguiam puxar o cavalo de dentro do canal. Ele também estava um pouco machucado e nervoso, todos no entorno tentavam acalmá-lo”, diz.

(Foto: Thiago Assunção/Arquivo Pessoal)

Um retroescavadeira do Corpo de Bombeiros de Santos, cidade vizinha, foi solicitada, mas atolou na areia ao chegar no local. “Nisso, uma equipe da prefeitura e um outro guincho foram usados para desatolar o guincho dos bombeiros da areia. Enquanto isso, o cavalo continuava preso”, lembra Thiago.

Foi então que a equipe de resgate decidiu acionar um médico veterinário para que uma injeção anestésica fosse aplicada no cavalo. Anestesiado, o cavalo ficou mais calmo e, com isso, o resgate foi possível.

A megaoperação recebeu aplausos das pessoas que assistiam ao resgate no local. “Foi muito emocionante, de verdade. Ficamos horas ali acompanhando, e no fim deu tudo certo”, afirma.

Segundo a polícia, o cavalo e o policial não sofreram ferimentos graves.

(Foto: Thiago Assunção/Arquivo Pessoal)
​Read More
Notícias

Caminhão cai em rio após ponte desabar e pelo menos 15 bois morrem

Um caminhão que transportava 67 bois caiu no rio Canabrava, ao sul do Tocantins, após uma ponte não suportar o peso do veículo e desabar. O acidente, que levou pelo menos 15 bois à morte, aconteceu no último domingo (2) em uma estrada vicinal que liga a BR-153 à rodovia TO-296, na zona rural do município de Talismã.

(Foto: João Carlos Lopes/Defesa Civil)

Além dos animais que morreram ao cair na água, outros ficaram soltos em uma área de mata após o acidente, segundo a Defesa Civil da cidade. O motorista sofreu apenas ferimentos leves. As informações são do portal G1.

Um comboio com três caminhões passava pelo local. A estrada de terra é utilizada por motoristas que tentam evitar a balança na divisa entre Tocantins e Goiás.

A ponte, de 30 metros, era de madeira e foi construída por fazendeiros da região. No local, placas alertam para o risco de desabamento da ponte. O desvio para quem precisa passar pelo trecho é de 30 quilômetros.

(Foto: João Carlos Lopes/Defesa Civil)

Nota da Redação: o transporte é mais uma etapa da crueldade imposta aos animais pelo agronegócio. Confinados em caminhões superlotados, os animais não têm espaço sequer para deitar e descansar, suportam as condições climáticas, não têm acesso à água e a alimentos e, não raro, são vítimas de acidentes que aumentam ainda mais o sofrimento suportado por eles. Os que sobrevivem, normalmente são encaminhados para matadouros, sendo atípico o desfecho em que santuários abrigam esses animais, que são explorados e covardemente mortos pela ganância e egocentrismo dos seres humanos.

​Read More
Notícias

Marsupial surpreende motoristas ao aparecer em ponte na Austrália

Um wallaby, marsupial semelhante a um canguru, porém de menor tamanho, foi visto na ponte Harbour de Sydney, na Austrália. A presença do animal no local causou surpresa entre os motoristas.

Wallaby é um marsupial semelhante ao canguru, porém menor (Foto: Divulgação / Imagem Ilustrativa )

O marsupial foi resgatado pela polícia do estado de Nova Gales do Sul. Durante o resgate, ele saltava de uma pista para a outra.

O animal foi levado até o Conservatório de Música e, depois, foi transladado ao hospital para fauna selvagem Taronga, onde recebeu atendimento veterinário. As informações são do portal G1.

“Dei uma anestesia porque estava muito estressado. Depois o examinei a fundo e parece que não tem nenhum ferimento de importância”, disse o veterinário, Larry Vogelnest, à rede “ABC”.

Marsupial corre em ponte na Austrália (Foto: New South Wales Police)

A polícia acredita que o marsupial, nativo da Austrália e da ilha de Nova Guiné, conseguiu acessar a ponte por meio de um campo de golfe.

Após 24 horas no centro veterinário, o wallaby foi devolvido à natureza.

​Read More
Notícias

Trânsito é interrompido na Ponte Rio-Niterói para cão ser resgatado

A Ponte Rio-Niterói, localizada no estado do Rio de Janeiro, teve que ser interditada ontem (27) para que um cachorro pudesse ser resgatado.

O cão foi salvo por funcionários da concessionária EcoPonte (Foto: EcoPonte)

Funcionários da concessionária EcoPonte, que realizaram o resgate, acreditam que o cão tenha sido abandonado no local. As informações são do portal G1.

Abandonar um animal neste local é cruel não só pelo ato em si, mas também pelo grande fluxo de veículos que transitam pela ponte em alta velocidade, já que se trata de uma via expressa, e que poderiam atropelar o animal.

O trânsito foi interrompido nos dois sentidos, por medida de segurança, por aproximadamente cinco minutos, para que os funcionários pudessem salvar o cachorro.

​Read More