quatro filhotes mortos
Destaques, Notícias

Quatro leões recém-nascidos morrem congelados em zoo

Uma ninhada de quatro filhotes de leão congelou até a morte apenas duas horas depois de nascer no Khan Younis Zoo, conhecido como o “pior zoológico do mundo”, na cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza.

quatro filhotes mortos
Foto: Reuters

Os filhotes foram encontrados mortos pelo dono do zoológico em ruínas, Fathi Jumaa, na manhã seguinte a uma tempestade de inverno. Jumaa disse ter colocado cobertores em cima da jaula dos leões para “protegê-los” da neve.

A maioria dos animais do zoológico foi contrabandeada do Egito por meio de túneis subterrâneos há alguns anos, antes de militares egípcios destruírem os túneis que passavam sob a fronteira.

A mãe dos filhotes também pode sofrer o mesmo destino dos recém-nascidos, devido ao inverno rigoroso na região e à falta de cuidados médicos necessários. “Também podemos perder a leoa, que recentemente deu à luz e cuja saúde precária piorou nos últimos dias”, disse Jumaa.

Em 2016, vários animais foram resgatados do zoológico, incluindo Laziz, o último tigre da Palestina. No mesmo ano, a ONG Four Paws conseguiu resgatar um pelicano, que foi transferido para um santuário na Jordânia. Lá, o animal conseguiu abrir suas asas pela primeira vez.

​Read More
Notícias

Pelicano resgatado de ‘pior zoo do mundo’ abre suas asas pela primeira vez

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

O Zoológico de Gaza ganhou o apelido de “o pior zoológico do mundo” devido às péssimas condições dos animais explorados pelo local. Felizmente, recentemente a ONG Four Paws conseguiu fechar o estabelecimento e resgatá-los.

Um dos animais afortunados que finalmente tem a chance de experimentar a vida fora do confinamento do zoológico é este pequeno pelicano.

Neste vídeo, o pássaro consegue abrir suas asas pela primeira vez em anos, e ainda recebe sua própria “piscina” de água.

Graças ao trabalho dos ativistas e de todas as pessoas que lutaram para libertar os animais do zoo, o pelicano foi transferido para o New Hope Center, na Jordânia, onde não precisará enfrentar a realidade cruel do cativeiro e irá viver da forma como todos os animais deveriam, informa o One Green Planet.

​Read More