Notícias

Furacão Dorian pode ter causado a extinção de espécie de pássaro endêmica das Bahamas

Segundo os números da espécie apurados em 2018 restavam apenas dois pica-paus-cinzentos Bahama e com a passagem do furacão as aves podem não ter resistido


 

Foto: Tom Benson/Flickr
Foto: Tom Benson/Flickr

Por Eliane Arakaki

No fim de semana, as ilhas Abaco e Grand Bahama foram atingidas em cheio pelo furacão Dorian quando este atingiu em sua intensidade máxima. Com ventos de até 185 km/h acompanhados de uma forte tempestade, cerca de 13 mil casas nas ilhas das Bahamas, foram destruídas ou danificadas. Sete mortes foram confirmadas até o momentos, e o número de mortos deve aumentar.

Os biomas únicos da ilha também foram atingidos pela tempestade. Os pinheiros (árvore nativa) das Bahamas servem de lar para várias espécies cuja conservação é motivo de preocupação, incluindo o pica-pau Bahama, que está classificado como criticamente ameaçado de extinção. Os cientistas temem que tanto os seres humanos quanto os ecossistemas que resistiram à tempestade possam levar décadas para se recuperar.

“É obviamente um desastre humanitário para as pessoas que vivem nessas ilhas do norte, e a extensão ainda é desconhecida, mas esperamos que a assistência médica e de infraestrutura internacional chegue rápida e generosamente”, Diana Bell, professora de biologia da conservação na Universidade de East Anglia, no Reino Unido, disse à Earther.

“Também é altamente provável também que este tenha sido um desastre ecológico que afeta as áreas já fragmentadas da floresta de pinheiros do Caribe que suportam a fauna de aves endêmica da região”.

Os pinheiros formam uma região de floresta de coníferas que cobre uma área menor que Rhode Island nas Bahamas, bem como nas ilhas Turks e Caicos. O ecossistema é especialmente predominante na ilha de Grand Bahama.

O desmatamento para o desenvolvimento já ameaçou a floresta e a água salgada das tempestades também pode matar os pinheiros. Grande parte da ilha ainda está embaixo d’água, e as primeiras imagens mostram que grande parte do dossel das árvores foi destruído.

Dos animais afetados pela tempestade, os cientistas temem mais pelo pica-pau-cinzento Bahama. Uma pesquisa de 2004 estimou que a população do pássaro era de cerca de 1.800 indivíduos.

Em seguida, uma série de furacões reduziu sua população para 23, segundo uma pesquisa de 2007. O furacão Matthew em 2016 reduziu ainda mais a população do pássaro, e uma pesquisa exaustiva em 2018 resultou em apenas dois. O furacão Dorian pode ter sido o prego no caixão da espécie, uma vez que o desmatamento, os ventos fortes e as inundações de água salgada das tempestades continuaram a matar as árvores da floresta.

O pica-pau-cinzento Bahama é apenas uma das espécies endêmicas entre outras – que dependem do habitat dos pinheiros. Os cientistas também se preocupam com o destino da toutinegra de Bahama, bem como da famosa toutinegra de Kirtland, que passa seus invernos nos pinheiros.

De acordo com a mais recente avaliação nacional do clima, os cientistas preveem que as temperaturas mais quentes do oceano e os níveis mais altos do mar devido às mudanças climáticas tornem os furacões no Atlântico e no Caribe mais fortes.

Outras pesquisas recentes indicam que os furacões estão desacelerando, levando a impactos mais longos se isso vier acontecer sobre a terra, embora o vínculo com a mudança climática ainda esteja sendo investigado. Mas, independentemente disso, tempestades mais violentas que duram mais tempo podem significar um desastre tanto para as espécies endêmicas como para as pessoas que habitam as ilhas.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Você é o Repórter

Protetora de animais busca doações para pagar clínica veterinária em SP

Cármen Guaresemin
ca.guaresemin@gmail.com

Divulgação

Esta gatinha foi resgatada no sábado passado (11) em Cangaíba, São Paulo, após sofrer uma agressão terrível, que resultou em uma operação para amputar uma das pata traseira. Ela foi acolhida pela protetora dos animais Francinete Silva, que já possui uma dívida muito grande com clínicas veterinárias. Os gastos para salvar a gata totalizam, até o momento, o valor de R$ 600.

Uma mulher se prontificou a dar lar temporário à gatinha até que ela consiga um tutor responsável. Mas o animal está em Cangaíba e o a mulher mora em Pinheiros. A protetora de animais que resgatou o felino não tem condições de pagar pelo transporte do animal.

Por isso, quem tiver interesse em custear o transporte ou oferecer carona solidária, fazer doações em dinheiro, ou de ração e medicamentos para ajudar esta gatinha e todos os animais que são resgatados pela protetora Francinete Silva, pode entrar em contato pelo telefone: (11) 2038-1552 ou pelo email: ca.guaresemin@gmail.com.

Divulgação

 

​Read More
Você é o Repórter

Linda gatinha Emily aguarda por adoção no bairro Pinheiros, em São Paulo

Isabel
bel.car@uol.com.br

A linda gatinha da imagem é carinhosamente chamada de Emily. Ela é uma linda siamesa que aguarda por adoção no bairro Pinheiros, em São Paulo.

Emily tem aproximadamente 1 ano, está castrada e é uma gata muito meiga e tranquila. Ela procura por um lar responsável onde possa viver sendo amada, cuidada e em segurança. Caso alguém tenha interesse em adotar a linda gatinha Emily, entre em contato.

img_0308
Divulgação

Contato: Isabel
(11) 97454-3944 (WhatsApp)
bel.car@uol.com.br

​Read More
Você é o Repórter

Gatinho siamês Tapioca está à procura de um novo lar em Pinheiros (SP)

Valeria L
valeli@gmail.com

O gatinho da imagem é carinhosamente chamado de Tapioca. Ele é um lindo siamês de olhos azuis de apenas 2 meses, que está à procura de um novo lar em Pinheiros, São Paulo.

Tapioca já está castrado, vacinado e vermifugado. É um gatinho muito meigo, sapeca e brincalhão. O gatinho procura por uma nova família, com um lar amoroso, seguro e responsável. Caso alguém tenha interesse em adotar o lindo gatinho Tapioca, entre em contato com Isabel.

img_03072
Divulgação

Contato: Isabel
(11) 97454-3944
bel.car@uol.com.br

​Read More
Você é o Repórter

Gatinha Nina aguarda por adoção em Pinheiros (SP)

Cármen Guaresemin
ca.guaresemin@gmail.com

A gatinha da imagem é carinhosamente chamada de Nina. Ela está à procura de um lar em Pinheiros, na zona Oeste de São Paulo. Ela lembra o gatinho Frajola, é muito amorosa, carinhosa e adora brincar. É uma gatinha muito esperta e cheia de energia. Caso alguém tenha interesse em oferecer um novo lar seguro e responsável para Nina, entre em contato.

nina
Divulgação
nina-2
Divulgação

Contato: Isabel
(11) 97454-3944

​Read More
Você é o Repórter

Lindo gatinho Akira está à procura de um novo lar em Pinheiros (SP)

Cármen Guaresemin
ca.guaresemin@gmail.com

O lindo gatinho da imagem tem apenas 5 meses de puro amor e dengo. O filhotinho muito esperto se chama Akira, e esta à procura de um novo lar em Pinheiros, São Paulo.

Já castrado e vermifugado, o gatinho espera ansiosamente pela chance de ser adotado. Seu pelo lembra a raça american wirehair. Caso alguém tenha interesse em oferecer um novo lar seguro, amoroso e responsável para Akira, entre em contato.

akira
Divulgação
akira-2
Divulgação

Contato: Isabel
(11) 97454-3944

​Read More
Você é o Repórter

Gatinha Piratinha aguarda pela chance de ser adotada em São Paulo (SP)

Cármen Guaresemin
ca.guaresemin@gmail.com

A gatinha da imagem se chama Piratinha, ela é muito meiga, amorosa e adora carinho. Com apenas 3 meses já castrada e vermifugada. A gatinha é muito especial, pois perdeu um olhinho por devido a uma infecção de herpes e vírus, mas a deficiência não a impede de ter uma vida normal, como qualquer outro filhotinho.

Piratinha está à procura de um lar carinhoso em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. Caso alguém tenha interesse em oferecer um novo lar responsável para a gatinha, entre em contato.

cartaz-piratinha2
Divulgação
piratinha
Divulgação

Contato: Isabel
(11) 97454-3944

​Read More
Você é o Repórter

Cães abandonados precisam de ajuda no Alto de Pinheiros, em SP

Juliana Menezes Carneiro
teacherjuliana.menezes@gmail.com

Divulgação
Divulgação

Cinco cães fugiram da casa de uma “acumuladora de animais” após não suportarem mais uma vida de maus-tratos. Eles estão vagando nas ruas do Alto de Pinheiros, zona Oeste de SP. São dóceis, mas assustados. Alguns moradores estão incomodados com a presença dos animais e os ameaçam. Precisam ser castrados. Quem puder ajudar com resgate e abrigo entre em contato com a Juliana através do tel: 11 – 963518793.

Divulgação
Divulgação
​Read More
Você é o Repórter

“Pretinho básico”, gatinho Lulu espera pela chance de ser adotado em São Paulo (SP)

Rodrigo Sitta
rodrigositta@hotmail.com

O gatinho da imagem se chama Lulu. Ele é um lindo “pretinho básico” que guarda por adoção em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. Lulu tem apenas dois meses, e já está castrado. É muito enérgico e carinhoso. Caso alguém tenha interesse em adotar o gatinho, entre em contato.

pretinho basico
Divulgação

Contato: Isabel
(11) 97454-3944
bel.car@uol.com.br

​Read More
Você é o Repórter

Curso de “Comunicação com Animais” terá início em São Paulo (SP)

Nos dias 18 e 19 de junho, acontecerá o Curso Básico de Comunicação com Animais na região de Pinheiros, em São Paulo. O curso é ministrado pela veterinária e pioneira no ensino da comunicação entre espécies Sheila Waligora e é o primeiro de uma série de cursos para ampliar e aprofundar a comunicação das pessoas com os animais e a natureza.

O objetivo é formar comunicadores para ajudar e aliviar o sofrimento de animais em abrigos, situações de abandono, maus-tratos, entre outros. Veja mais informações abaixo.

Divulgação
Divulgação
​Read More