Você é o Repórter

Linda cadelinha dócil de pelo longo aguarda adoção em SP

Marlei
marleibarros@ig.com.br

Mada.4
Foto: Divulgação

Eu sou a Madá, tenho um ano e meio, sou de porte médio e pernocas curtinhas.

Sou doce demais e minha madrinha fala que serei muito feliz vivendo numa casa com crianças e também com idosos, porque sou alegrinha, mas muito companheirinha também.

Se tiver um colinho então, me derreto!

Minha madrinha me resgatou junto com meus três filhotinhos, abandonada no meio do mato…

Foi uma fase triste da minha vida que nem me lembro mais, pois ela cuidou de nós, nos encheu de amor e agora que meus bebezinhos já ganharam lares bem legais, ela está batalhando por uma família linda pra mim também.

Por favor, ajudem minha madrinha achar logo essa família,vai…

Repassem este e-mail para todos os seus amigos e peça para eles também repassarem para os deles. E vale também postar no FB, blogs e sites.

Nossa! Quase esqueci: sou vacinada, castrada, tenho pelo longo e lindo (uma tosa higiênica a cada mês vai muito bem, tá?) e não gosto nada de dormir do lado de fora da casa…

Acho que darei muito bem também num apartamento, principalmente se tiver um sofá!

Ajuda a gente?????

Contato: Iracema – Cel.: (11) 9 9983-2180 / E-mail: iracema.nogueira@taterka.com.br

​Read More
Você é o Repórter

Gato idoso que foi abandonado aguarda um novo lar em Porto Alegre (RS)

Juliana Villalba
jubvillalba@hotmail.com

Eu e meu marido encontramos esse pobre gatinho em estado deplorável na rua, em Porto Alegre (RS). Pelo que nos falaram ele foi abandonado e nem se sabe há quanto tempo ele está assim. Não resistimos e o resgatamos para levar ao veterinário.

É um gato bastante peludo e estava com o pêlo todo cheio de nós, grande parte do corpo não tinha pêlos, a boca estava toda inflamada e com muita secreção nasal. Era horrível de se ver!

A veterinária ficou apavorada com o estado de desnutrição dele, não tem nem um terço do peso ideal, o que ocasionou a perda de pêlo, e um problema na gengiva o  que causa muita secreção a ponto de sair pelo nariz. Ele já foi tosado e está sendo medicado.

O pior de tudo é que ele é um gato bem velho, mas com todo o tratamento que estamos fazendo nele provavelmente ainda vai durar muito e ficar bem bonitão.

Por baixo de toda a sujeira e desnutrição conseguimos ver um gatinho que deveria ser muito bonito pelo comprimento dos pêlos. E mesmo com todo o sofrimento ronrona o tempo todo e é muito carinhoso. Já pagamos todo o tratamento e ainda garantimos castração, só precisamos de alguém que o adote.

Quem nos conhece sabe que já temos os nossos bichanos e infelizmente não temos espaço para mais um, senão com certeza eu ficaria com ele.

Peço a ajuda de todos para divulgarem para conseguirmos alguém que o ame de verdade, é uma situação muito triste esse vovô não ter um lar confortável para passar seus últimos anos de vida.

Contato: Juliana – Julianajubvillalba@hotmail.com

​Read More
Você é o Repórter

Cão lindo e carinhoso aguarda adoção no Brooklin, SP

Igor Soler
igor_soler@hotmail.com

Ajudem-me a encontrar um lar para o Estopa, ele está provisoriamente  hospedado na HIPOPET – clínica do Dr. Gustavo e Dra. Viviane.

O Estopa é muito dócil, convive muito bem com outros animais e crianças. Já está castrado, vacinado e vermifugado. Tem em torno de 1 e meio, é de porte médio a pequeno (Taanho de um cocker).

Caso alguém se interesse e queira conhecer de perto esse príncipe, estou na região do Brooklin, zona sul de São Paulo.

Att, Igor Soler

(11) 7619-0513

(11) 5565-4594

​Read More
Notícias

Verão pode ser prejudicial para a saúde dos pets

Os bichos de pelos longos e pele clara têm mais chances de sofrer de hipertermia (quando a temperatura do bicho sobe por causa do calor).
“Nós, humanos, quase derretemos quando chega o verão brasileiro, não é? Imagine os bichos, que têm o corpo coberto de pelos. Sim, eles sofrem (e muito!) com o calor.

Segundo o médico veterinário Mário Marcondes, diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira, em São Paulo, se os animais não receberem os cuidados adequados, podem até entrar em um quadro de hipertermia (elevação da temperatura corporal) e chegar até à morte.

Ao contrário do que muitos pensam, a língua para fora não significa sede, e sim calor. Esse é um dos primeiros sinais de que o bicho não está reagindo bem à alta temperatura.

“Os cães, como não suam, diminuem a temperatura do corpo pela ofegação. Se estiver muito ofegante e com a língua para fora, é por que a temperatura de seu corpo está muito alta.”

O especialista afirma que, se o dono perceber tais sintomas, o melhor é levar o bicho para o veterinário. Molhe o animal em água fria e coloque-o no carro com uma toalha também molhada em água fria. Quanto mais rápido, melhor é para a saúde do pet.

Veja oito dicas do especialista para aliviar o calor dos bichos:

1. Escolher horários adequados para passear com o bicho. Evite o horário de sol mais forte, entre 10h e 16h.

2. No passeio, leve um bebedouro portátil, que tenha um dispositivo para água, tanto para o bicho beber, quanto para passar no corpo dele. A refrescância diminui a ofegação e abaixa o risco de hipertermia. Dê água sempre que o animal ficar muito ofegante e faça paradas em lugares com sombra.

3. Passe protetor solar. Espalhe nas pontas das orelhas, no focinho, na barriga e nos cotovelos. Os animais de pelagem mais curta e branca têm mais tendência a ter câncer de pelo e pele.

4. Em casa, mantenha os ambientes arejados e as janelas abertas (ou o ar- condicionado em uma temperatura agradável. Raças mais peludas sofrem mais com o calor.

5. Troque o pote com água com maior frequência e coloque água gelada para o bicho.

6. Borrife água no pelo para refrescar de vez em quando, mesmo em casa.

7. Não precisa aumentar a quantidade de banhos, mas precisa ter cuidado com a temperatura da água. O ideal é que o banho seja com água morna ou fria, sem temperatura elevada. Na secagem, use a toalha ou o ar frio em vez do secador quente.

8. Tose, tose, tose! O melhor é deixar o animal com a pelagem bem curta.

Fonte: Olhar Direto

​Read More