Notícias

Cágado ganha prótese feita com peças de brinquedo e volta a andar

Um cágado chamado Michelangelo ganhou uma prótese feita de peças de brinquedo e pôde voltar a andar. O caso aconteceu em Uberaba, no estado de Minas Gerais, e só foi possível graças a criatividade de um médico veterinário.

Foto: Reprodução / Revista Cláudia

Resgatado pela Polícia Militar Ambiental, o cágado foi levado para o Hospital Veterinário de Uberaba (HVU). O veterinário Cláudio Yudi acredita que o animal já nasceu sem as patas traseiras. As informações são da revista Cláudia.

Para conseguir que Michelangelo voltasse a andar, o veterinário e alunos do curso de Medicina Veterinária da Universidade de Uberaba (Uniube) decidiram usar peças de brinquedos resistentes para fazer uma prótese.

“Adaptamos oito peças, que foram coladas na carapaça dele. Foi um sucesso. Hoje, o animal anda muito bem e consegue se movimentar com as rodinhas”, explica Cláudio. “As peças não substituiriam as patas, mas serviriam de apoio”, completa.

Para que as próteses aderissem ao corpo do animal, uma resina especial foi utilizada. “É uma cola que se adapta a materiais orgânicos e tecidos vivos”, pontua o especialista. O material costuma ser usado por dentistas.

Apesar da adaptação de Michelangelo à prótese ter sido um sucesso, ele não poderá retornar à natureza e permanecerá no hospital. “As tartarugas, em especial, conseguem se adaptar muito bem a próteses. Mas ela não vai poder voltar à natureza, porque a falta das patas pode dificultar na hora de nadar e nas mudanças de ambiente”, diz Cláudio.

​Read More