Notícias

De cada 10 pássaros silvestres capturados por traficantes em MS, apenas 1 sobrevive

De cada 10 pássaros silvestres capturados por traficantes no estado de Mato Grosso do Sul, apenas um sobrevive. É o que expõe uma alarmante estatística da Polícia Militar Ambiental (PMA).

“Os animais são capturados com crueldade, muitas vezes retirados dos ninhos com uma semana de nascimento e sem nenhuma penugem”, explicou o tenente-coronel Ednilson Paulino Queiroz. As informações são do portal G1.

Papagaios encontrados dentro de caixa de papelão em MS (Foto: PMA / Divulgação)

As últimas aves a entrar para a estatística da PMA foram três filhotes de papagaio que, apesar de terem sido resgatados e levados para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande, não resistiram e morreram. Os médicos veterinários não conseguiram superar o grande período de fome e sede que esses animais enfrentaram devido à ação dos traficantes.

A alimentação feita de forma inadequada e as condições precárias a que as aves são submetidas colaboram para o aumento do índice de mortalidade. “Os pássaros quando são alimentados pelos criminosos, comem uma papa a base de milho e água feita sem nenhum cuidado. O alimento pode estar contaminado e é oferecido de uma forma que os bichinhos engasgam ou rejeitam a comida”, afirmou o tenente.

O problema, no entanto, é ainda maior. Isso porque os animais são submetidos a um transporte repleto de sofrimento que também os leva à morte. Para diminuir o barulho feito pelas aves, os traficantes costumam colocá-las em caixas vedadas e, em viagens longas, os pássaros chegam a ser sedados – a forte medicação também é responsável por matar muitos deles.

Em apenas dois resgates feitos recentemente pela polícia foram contabilizados mais de 100 filhotes de papagaios. As aves estavam aprisionadas em caixas de papelão e em um balde quando foram encontradas.

O tráfico de animais é crime ambiental passível de detenção de três meses a um ano e multa, assim como a prática de maus-tratos.

Tucanos recém-nascidos vítimas do tráfico em MS (Foto: PMA / Divulgação)

Papagaio: principal vítima do tráfico

O papagaio é o principal alvo do tráfico de animais silvestres. O fato da espécie conseguir reproduzir a voz humana faz com que parte da população se interesse por tê-lo em casa, ignorando a necessidade do animal de viver em liberdade, no habitat, e desrespeitando-o enquanto sujeito de direito.

De acordo com a Polícia Ambiental, os traficantes agem entre agosto e dezembro, época de reprodução do papagaio. Os criminosos aliciam pessoas em fazendas do interior do estado por R$ 50 o filhote.

Retirados do ninho com idade entre uma e três semanas, os papagaios são confinados em caixas e transportados em péssimas condições. Normalmente, eles ficam nas casas dos traficantes, muitas vezes, sem nenhum tipo de alimentação e são traficados para compradores de outros estados do país.

São Paulo é o principal destino dos papagaios de Mato Grosso do Sul, segundo o tenente-coronel da PMA, Ednilson Paulino Queiroz. Investigações indicam que as aves são traficadas rapidamente por valores que variam entre R$500 e R$ 600.

​Read More
Notícias

Oito pássaros silvestres são resgatados de cativeiro em Varzelândia (MG)

Pássaros silvestres resgatados em Varzelândia
Pássaros silvestres resgatados em Varzelândia | Foto: Polícia Militar/Divulgação

A Polícia de Meio Ambiente resgatou na tarde de quinta-feira (22) oito pássaros silvestres, mantidos em cativeiro, no município de Varzelândia (MG). Dois homens foram presos e vão responder por crime ambiental, além de pagar multa de R$ 600.

Segundo informações da polícia, o resgate foi na comunidade de São Vicente, onde também foram recolhidos 56 pacotes de carvão sem registro ambiental. Os homens foram encaminhados para a delegacia da cidade. As aves foram levadas para o centro de triagem de animais silvestres do Ibama, em Montes Claros.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Pássaros silvestres são resgatados em Duque de Caxias (RJ)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Acusada de crime ambiental, uma mulher foi presa por policiais do Comando de Polícia Ambiental, na tarde desta segunda-feira, na Rua Riviera, em Jardim Ainhangám, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com denúncia anônima, o casal (o homem não foi encontrado) mantinha aves e animais presos, além de caçar outros animais da fauna silvestre.

Chegando ao local, os PMs confirmaram a denúncia e resgataram um total de 63 aves e um cágado. Os militares encontraram também um tatu morto e pronto para ser cozinhado. Fora os animais, foram apreendidos 100 gramas de maconha, uma arma, munições de vários calibres, 30 frascos de cerol, cinco redes invisíveis para caça de pássaros e redes de pesca. Todo o material foi encaminhado à Polícia Federal.

Os policiais encontraram oito Trinca-Ferros, dez Arapongas, dois Tiês-Sangues, dois Melros, três Sábias-Pretas, um Sabiá da Praia, 11 coleiros, dois Pixoxos, três Curiós, uma Gaturama, um Biquinho de Lacre, um Tizil, uma Ararinha-Maracanã e quatro papagaios.

Fonte: O Dia

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

​Read More
Notícias

Polícia Ambiental flagra homem com pássaros silvestres em cativeiro

Cinco pássaros silvestres foram encontrados em cativeiro (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)
Cinco pássaros silvestres foram encontrados em cativeiro (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)

A Polícia Militar Ambiental localizou cinco pássaros silvestres em cativeiro, na manhã desta terça-feira (3), em uma residência, em Barra Bonita (SP). No imóvel também foi apreendida uma espingarda com numeração raspada.

De acordo com a polícia, uma equipe recebeu uma denúncia anônima de que um morador vendia arma de fogo. No local, os policiais abordaram o morador, de 49 anos, e encontraram a espingarda de calibre 36 com numeração raspada e cinco aves silvestres em cativeiro.

Ainda segundo a polícia, o homem foi multado no valor de R$ 2,5 mil pelo crime ambiental. Ele foi encaminhado para a delegacia, onde foi autuado por posse ilegal de arma de fogo. Após pagar fiança no valor de R$ 600, ele foi liberado e vai responder o inquérito em liberdade.

Fonte: G1

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

​Read More
Notícias

Após denúncia, pássaros silvestres são resgatados em Ouro Fino (MG)

(da Redação)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na última semana, a Polícia Militar de Meio Ambiente compareceu ao bairro Penha, em Ouro Fino, para fiscalizar um veículo que havia sido denunciado, via 190. No local, a equipe se deparou com o proprietário do veículo que disse estar acompanhado de outra pessoa que estaria no meio da mata.

Os militares realizaram busca no veículo e encontraram um transportador compartimentado com 03 aves silvestres da espécie conhecida como Trinca-Ferro-Verdadeiro, recentemente caçados.

Momentos depois, o outro autor compareceu ao local de mãos vazias dizendo que não estava caçando e que não havia materiais de caça e nem outros animais em seu poder, então foram dadas buscas nas mediações do local, tendo sido localizada uma sacola contendo 02 caixas de leite furadas com um Trinca-Ferro-Verdadeiro cada e uma rede-batedeira.

Também foi encontrada uma gaiola com rede batedeira acoplada com mais um Trinca-Ferro-Verdadeiro preso no seu interior. Do exposto, os autores foram presos em flagrante delito, sendo encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Ouro Fino.

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

​Read More
Notícias

Idoso é detido por manter pássaros em cativeiro em Campos (RJ)

Foto: Vagner Basílio/ Urutau
Foto: Vagner Basílio/ Urutau

Os resgates de animais silvestres têm sido constantes em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. De janeiro até esta segunda-feira (3) já foram 262 animais. No mês de julho, foram 103 animais e somente nos três primeiros dias de agosto 34 animais já foram resgatados.

O Grupamento Ambiental Municipal informou que 403 animais silvestres já foram devolvidos à natureza. Segundo o Grupamento de Ambiental Municipal (GAM), a maioria dos resgates são de pássaros, como ocorreu nesta segunda onde foram resgatados 24 pássaros na casa de um idoso no distrito de Goytacazes.

Entre os pássaros, foi resgatado um papagaio chauá, cuja espécie corre risco de extinção. O idoso foi detido e encaminhado para a delegacia.

De acordo com agentes do GAM,o resgate aconteceu após uma denúncia anônima que informava que na Rua São Gonçalo, um idoso mantinha muitos pássaros em cativeiro. E durante revista na residência, os agentes encontraram diversos pássaros e gaiolas. O proprietário não tinha nenhum documento de legalização dos animais.

Os pássaros de espécies: papa capim (9), tizil (2), sabiá de praia e da terra (4), sanhaço (1), coleiro do brejo (4), pinchandachão (1) e bico de lacre (2), foram encaminhados para a delegacia e depois para o Núcleo de Estudos e Pesquisas de Animais Selvagens (Nepas) onde passarão por avaliação para serem devolvidos à natureza.

Já o idoso, de 75 anos, foi encaminhado para a delegacia onde foi autuado na Lei 9.605, por manter animais em cativeiro, e responderá pelo crime em liberdade.

O Grupamento informou ainda que os animais resgatados são os que aparecem em locais com características diferentes de seu habitat natural, como residências, comércios ou locais urbanos.

Para o agente Marcos Soares, as denúncias são fundamentais para auxiliar nos resgates. “A denúncia é a forma mais fácil da gente conseguir desvendar esse tipo de prática criminosa”, afirma o agente ressaltando que o departamento recebe muitas denúncias diariamente.

O agente também informou que o que fomenta essa prática criminosa é a cultura de gerações. “O problema ainda é cultural, porque saber que é crime todo mundo sabe, todo dia a gente está com esse tipo de ocorrência, mas aí entra a questão cultural, porque cria (pássaros) desde criança, o pai criava, o avô criava”, observa Soares.

As denúncias podem ser feitas pelo telefones 153 e (22) 2725-6483.

Fonte: G1

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

​Read More
Notícias

PM resgata pássaros silvestres em Jaú (SP)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após denúncia anônima no início desse fim de semana a Polícia Militar (PM) resgatou cinco aves silvestres que eram mantidas em cativeiro em uma casa na rua José Borgo, no jardim Pedro Ometto, em Jaú (47 quilômetros de Bauru).

Segundo a polícia, na residência, entre outros pássaros, foram localizados bico-de-pimenta, sabiá pardo e picharro, além de alçapão. O morador, de 51 anos, foi levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Jaú para registro da ocorrência.

Fonte: Jornal da Cidade

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

 

​Read More
Notícias

14 pássaros silvestres são resgatados em Passa Quatro (MG)

(da Redação)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na última semana, a Polícia Militar de Meio Ambiente patrulhava a Vila São Bartolomeu em Passa Quatro, quando visualizou diversas gaiolas em uma residência. Os militares entraram em contato com a moradora e fiscalizaram o imóvel.

Durante fiscalização, foram encontrados 14 pássaros conhecidos vulgarmente como Trinca-ferro. Todos estavam sem as anilhas de identificação e sem qualquer documentação expedida pelo órgão ambiental competente.

A moradora declarou que os pássaros eram tutelados pelo marido. Do exposto, os pássaros foram apreendidos e encaminhados ao IBAMA de Pouso Alegre. O proprietário dos pássaros não foi localizado.

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

​Read More
Notícias

Pássaros silvestres são resgatados de cativeiro em Cariacica (ES)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A polícia ambiental resgatou 20 pássaros silvestres que eram mantidos em cativeiro em uma casa em Cariacica, região Metropolitana. A ação aconteceu nessa quinta-feira (25), e aves foram encaminhadas para o Projeto Cereais em Aracruz, região Norte do estado.

No local foram encontrados canários-da-terra, coleiros, saíras, e sanhaços. O dono do imóvel, um homem de 67 anos, possuía também sete alçapões, armadilhas para pegar pássaros. O equipamento é uma pequena gaiola, cuja tampa se fecha automaticamente à entrada da presa.

O homem foi enquadrado na lei de crimes ambientais. Ele pode ser responsabilizado criminalmente pelo porte dos animas em cativeiro, sem autorização do Ibama. Uma vez condenado, pode pagar até R$500,00 por pássaro encontrado.

Os animais foram encaminhados para o Projeto Cereais, em Aracruz e para o Centro de Triagem de Animais, na Serra, região Metropolitana.

Fonte: G1

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

​Read More
Notícias

Polícia Ambiental apreende 15 pássaros silvestres em Jundiaí (SP)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A Polícia Ambiental apreendeu nesta sexta-feira (3) 15 pássaros silvestres em Jundiaí (SP). As aves eram mantidas em cativeiro dentro de um sítio. Segundo a polícia, elas eram capturadas por meio de três armadilhas espalhadas pela propriedade, que ficavam acopladas a gaiolas.

Foram encontradas no local cinco espécies diferentes – entre elas, canários-da-terra, trinca-ferro e cardeal. Uma bióloga da ONG Mata Ciliar, que trata e devolve animais silvestres à natureza, avaliou os pássaros e concluiu que eles estavam aptos a voar normalmente. Depois de abrir a gaiola, foi preciso ajudar os bichos a sair.

Assista o vídeo clicando aqui.

O homem que mantinha os animais em cativeiro foi levado para o plantão policial. Ele prestou esclarecimentos e deve responder em liberdade por crime ambiental, além de pagar uma multa de R$ 7,5 mil.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Polícia apreende 51 pássaros silvestres em BH

Pássaros serão levados para o Instituto Estadual de Florestas
Pássaros serão levados para o Instituto Estadual de Florestas

Um equipe da Divisão Especializada de Proteção ao Meio Ambiente (DEMA) apreendeu 51 pássaros silvestres em uma casa, no bairro Juliana, na região de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira (5).

De acordo com a delegada Margareth de Freitas, chefe da Divisão, os animais foram encontrados após um mês de investigação. Um homem, que assumiu ser o responsável pelo comércio dos animais, foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos.

De acordo com Margareth, o valor de venda dos pássaros variava com a espécie, e os animais eram vendidos por preços entre R$ 200 e R$ 500. Os pássaros, de acordo com a delegada, serão encaminhados ao Instituto Estadual de Florestas (IEF).

O suspeito deve responder a um processo por crime contra a fauna. “Ele foi preso em flagrante e vai ser lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência), que será encaminhado à Justiça”, disse a delegada.

Fonte: O Tempo

 

​Read More
Notícias

Centenas de pássaros silvestres são apreendidos pela polícia em Ubaitaba (BA)

Pássaros são apreendidos às margens da BR-101, em Ubaitaba (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Pássaros são apreendidos às margens da BR-101, em Ubaitaba (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Animais estavam amontoados em gaiola (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Animais estavam amontoados em gaiola
(Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)

Centenas de pássaros silvestres foram apreendidos pela Companhia Especializada de Policiamento da região cacaueira, às margens da BR-101, em Ubaitaba, sul da Bahia, na madrugada desta terça-feira (3). Elas foram encontradas desidratadas, com fome e amontoadas em caixas de papelão, madeira e gaiolas. Os dois homens flagrados transportando os pássaros foram apresentados na delegacia.

A apreensão ocorreu após a abordagem da polícia a um carro suspeito. Os pássaros foram levados para a sede da policia ambiental, em Ilhéus. As espécies apreendidas foram: pássaro preto, papa capim, caboclinho, papagaio e canário terra. Algumas delas correm risco de extinção, como a chauã ou papagaios da cabeça vermelha, amarela ou azul.

Alguns dos animais apreendidos têm menos de dois meses. Outros nasceram há menos de uma semana e são completamente indefesos. Na sede da polícia, os pássaros receberam os primeiros cuidados e alimentação para seguir viagem. Segundo a policia, a suspeita é de que as aves sejam da região de Camacan e São João do Paraíso, e seriam levadas para Feira de Santana.

 

Animais foram encontrados dentro de carro em caixas de papelão e desidratados (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Animais foram encontrados dentro de carro em caixas de papelão e desidratados (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Pássaros estavam em caixotes e com fome (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Pássaros estavam em caixotes e com fome (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Algumas espécies encontradas correm risco de extinção (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)
Algumas espécies encontradas correm risco de extinção (Foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz)

Fonte: G1

​Read More