Notícias

Câmara de Campinas (SP) aprova PL que permite entrada de animais em hospitais

O projeto voltará ao Plenário da Câmara, para que seja votado pela segunda vez. Caso receba nova aprovação, o PL 57/2018 seguirá para análise do prefeito, que decidirá pela sanção ou pelo veto


A Câmara de Campinas, no interior de São Paulo, aprovou nesta quarta-feira (4) um projeto de lei (PL) que permite a entrada de animais domésticos em hospitais públicos e particulares da cidade.

Foto: Divulgação/PUCRS

A proposta, aprovada em primeira votação, tem o objetivo de viabilizar visitas de animais a pacientes internados. O projeto recebeu 23 votos favoráveis.

O texto do PL afirma que a medida visa promover um “tratamento mais humanitário e menos traumático” aos pacientes e impõe regras para que os animais possam entrar nos hospitais.

Para que a visita seja permitida, a entrada do animal terá que ser avaliada pela equipe de infectologia do hospital e poderá ser impedida mediante manifestação justificada pelo médico responsável pelo paciente. O animal terá que estar higienizado e com as vacinas em dia e a boa condição de saúde dele precisará ser atestada por laudo veterinário.

O transporte do animal deve ser feito em um recipiente ou caixa adequada. Cães e gatos, no entanto, poderão usar apenas guia presa por coleira e, caso necessário, enforcador e focinheira.

Normas e procedimentos próprios devem ser criados por cada unidade hospitalar para organizar o tempo e o local onde serão realizadas as visitas, que precisarão ser agendadas previamente por meio de contato com a administração do hospital.

O projeto voltará ao Plenário da Câmara, para que seja votado pela segunda vez. Caso receba nova aprovação, o PL 57/2018 seguirá para análise do prefeito, que decidirá pela sanção ou pelo veto.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Indonésia autoriza adoção de tigres como animais de estimação

A Indonésia autorizará a particulares ter como animais de estimação os tigres de Sumatra nascidos em cativeiro. A justificativa é a preservação da espécie.

Para criar em casa um casal de tigres será necessário pagar um bilhão de rúpias (100 mil dólares) e dar aos animais um espaço mínimo de 60 metros quadrados, explicou uma fonte do ministério Florestal indonésio.

“Não vendemos nem alugamos os tigres, que continuarão pertencendo ao Estado. Autorizaremos somente que as pessoas cuidem deles. Elas deverão, para isso, respeitar um certo número de condições”, afirmou a fonte.

Foto divulgada pela WWF mostra tigre de Sumatra. (Foto: AFP/G1)
Foto divulgada pela WWF mostra tigre de Sumatra. (Foto: AFP/G1)

Segundo o ministério, muitos empresários ricos estão interessados em adotar os tigres.

Esta iniciativa surpreendeu as associações de defesa dos animais, que acham que o Estado deveria cuidar da preservação do habitat natural dos quase 200 tigres que ainda vivem em estado selvagem em Sumatra, uma ilha submetida a um importante desmatamento.

“Esta não é uma solução para salvar os tigres. Melhor seria salvar as selvas onde vivem”, declarou Bustar Maitar, do Greenpeace da Ásia sul-oriental.

Na Indonésia há cerca de trinta tigres de Sumatra nascidos em cativeiro disponíveis para a adoção.

Os defensores dos animais também temem que os felinos sejam caçados ilegalmente nos próximos meses devido à celebração do Ano do Tigre, que, segundo a astrologia, começa no dia 14 de fevereiro.

Fonte: G1

​Read More